Confirmado segundo turno entre Bolsonaro e Haddad

Tânia Rêgo / Agência Brasil

O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) obteve 46,66% dos votos

Com 96,06% das urnas apuradas, está confirmado o segundo turno entre os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).

Jair Bolsonaro tem 46,66% dos votos válidos e não tem mais chance matemáticas de fechar com mais de 50% dos votos. Fernando Haddad (PT) está com 28,43%. Os dois voltam a se enfrentar no dia 28 de outubro.

A polarização entre as candidaturas de Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), prevista em levantamentos de intenção de voto de diferentes institutos de opinião durante a campanha eleitoral, agravou as dificuldades de candidaturas que se posicionavam ao centro.

“O caminho do meio se esvaziou. Essa eleição esvaziou o centro”, analisa o cientista político Joviniano Neto, professor da Universidade Federal da Bahia.

A apuração mostrou, com 96% dos votos apurados, que Geraldo Alckmin (PSDB) tem 4,8% dos votos e Marina Silva (Rede) tem 1%, ficando abaixo de Cabo Daciolo (Patriota). Os dois nomes, que já se candidataram em outras campanhas presidenciais e ocuparam postos de relevância, não conseguiram projeção nesta eleição.

 

Na avaliação de Joviniano Neto, Marina Silva “perdeu intenção de votos quando Fernando Haddad foi indicado do PT”. Também pesou contra a candidata da Rede a falta de estrutura partidária e a “imagem de fraqueza física que Marina passa”.

Para Rui Melo, psicólogo especialista em pesquisas de grupo focal, “Marina sempre teve imagem de frágil”. Nesta campanha, “ela adotou um discurso pouco degustável. As pessoas não sabiam o que ela estava propondo”.

Ricardo Stuckert

Fernando Haddad conseguiu uma votação de 28,43%

Segundo o especialista, a dificuldade de compreensão também prejudicou Alckmin, “que fez uma pesquisa muito focada no marketing político, num momento em que a campanha foi movida pela cobertura jornalística”.

De acordo com Joviano Neto, o mau desempenho de Alckmin fragiliza o PSDB e deve repercutir no comando do partido, a depender do 2º turno na disputa pelo governo de São Paulo.

Para o especialista, há risco do PSDB, assim como as legendas que formam o centrão, “tornar-se caldatário de um partido que Bolsonaro possa formar com parlamentares ligados às igrejas evangélicas, à indústria armamentista e ao agronegócio”.

Entre vítimas

José Álvaro Moisés, diretor do Núcleo de Pesquisas de Políticas Públicas da Universidade de São Paulo (USP), aponta que “houve uma onda conservadora nessas eleições“, que os eleitores votaram em “ambiente de indignação” e que as candidaturas de centro “não conseguiram se apresentar como alternativa para sair da política tradicional”.

Na opinião de Moisés, a campanha transcorreu entre o discurso de vitimização de Lula, “como fosse perseguido pela política”, e a situação de vitimização de Jair Bolsonaro que sofreu um ataque a faca em agosto ao participar de ato de campanha.

Para caminhar para o centro, o cientista político espera que no 2º turno, Fernando Haddad e Jair Bolsonaro expliquem melhor, e “em detalhe”, suas propostas e aspectos que desdobram dos posicionamentos políticos. “É preciso que Bolsonaro explique falas antidemocráticas e que Fernando Haddad explique o envolvimento do PT com a corrupção”.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

250 mil mortos por covid no Brasil: o que significa esse número

O Brasil acumula um quarto de milhão de mortes por covid-19, às vésperas de se completar um ano desde o primeiro caso de coronavírus ter sido identificado no país. Segundo as contas do consórcio de imprensa …

Na diplomacia das vacinas, Israel troca imunizante por reconhecimento de Jerusalém como capital

No combate à Covid-19, Israel é exemplo mundial. A metade da população do Estado hebreu já recebeu pelo menos uma dose da vacina contra o coronavírus e um terço está completamente imunizada, com as …

"Subestimar Rússia de Putin é sempre um erro", diz indicado de Biden para chefiar CIA

Nesta quarta-feira (24), William Burns, o indicado do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para o cargo de diretor da CIA, disse que subestimar a Rússia é sempre um erro e acusou a China de …

Chinês é condenado a pagar indemnização à ex-mulher por trabalho doméstico

Um tribunal na China ordenou um homem a pagar compensações a sua ex-esposa pelo trabalho doméstico realizados por ela durante os cinco anos em que estiveram casados, segundo divulgou a imprensa chinesa nesta quarta-feira (24/02). O …

Oceano Atlântico cresce e Pacífico encolhe. Ciência tem nova resposta para fenômeno

Durante a era paleozoica, entre 200 a 540 milhões de anos atrás, o planeta Terra possuía somente um único e imenso continente – a Pangeia, rodeada por um único oceano, intitulado Pantalassa. Depois de uma série …

Um acelerador de partículas cósmico, muito mais poderoso do que o LHC foi descoberto no espaço

Cientistas rastrearam uma partícula fantasma para uma estrela despedaçada e descobriram um gigantesco acelerador de partículas cósmico. A partícula subatômica, chamada de neutrino, foi lançada em direção à Terra depois que a estrela condenada chegou muito …

Mulher de 'El Chapo' Guzmán é presa nos EUA acusada por narcotráfico

Foi presa nesta segunda-feira (22/02) nos Estados Unidos Emma Coronel Aispuro, 31, mulher de Joaquín "El Chapo" Guzmán, ex-líder do cartel de drogas mexicano Sinaloa. Aispuro, que tem cidadania mexicana e americana, foi presa no aeroporto …

Gana é o primeiro país do mundo a receber vacinas do programa Covax, da OMS

Gana recebeu nesta quarta-feira o primeiro lote mundial de vacinas financiadas pelo programa Covax, que proporciona aos países de renda baixa e média as primeiras doses de fármacos antiCovid. Os imunizantes foram enviados de …

Variante da Califórnia parece ser mais contagiosa e resistente a vacinas, aponta estudo

Um novo estudo confirma que a mutação do SARS-CoV-2 na Califórnia, EUA, é mais contagiosa e mais resistente a vacinas, embora a escala de sua ameaça ainda não esteja clara. Uma variante descoberta pela primeira vez …

Cheirinho de carro novo? Estudo alerta para risco de câncer em odor favorito de muitos

Um estudo publicado por pesquisadores da Universidade da California Riverside mostrou que o cheiro de carro novo, tão amado por todo mundo que acaba de comprar o seu veículo, pode ser um risco para saúde. Mas …