Congresso do Peru rejeita pedido de impeachment do presidente Kuczynski

Agência Andina

O presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski

O pleno do Congresso do Peru rejeitou, nessa quinta-feira (21), o pedido de impeachment apresentado pela oposição contra o presidente Pedro Pablo Kuczynski sob a alegação de “permanente incapacidade moral” pelos seus vínculos com a construtora Odebrecht.

Após uma sessão que durou mais de 13 horas, o pedido de cassação teve 79 votos a favor. Para ser aprovado, a lei estabelece que ele precisava do apoio mínimo de 87 dos 130 legisladores.

Na decisão final, os legisladores do bloco de esquerda Novo Peru tiveram papel fundamental. Eles se retiraram antes da votação e exibiram cartazes que diziam: “Nem golpismo, nem lobismo”.

No entanto, também houve a surpreendente abstenção de dez legisladores do partido fujimorista Força Popular, que domina o Congresso e tinha anunciado uma votação em bloco a favor da cassação.

A votação ocorreu após um debate no Congresso que durou mais de nove horas. O debate foi precedido pela defesa feita por Kuczynski diante do plenário durante mais de duas horas, acompanhado pelo seu advogado, Alberto Borea.

Kuczynski pediu aos congressistas que salvassem a democracia e rejeitassem o pedido de destituição, negando que tenha favorecido a Odebrecht ou mentido na sua relação com a construtora.

O pedido de impeachment foi feito por causa da consultoria financeira dada pela empresa Westfield Capital, do presidente, à Odebrecht, entre os anos de 2004 e 2007, por um projeto de irrigação no Peru.

Kuczynski também pediu desculpas pois, segundo ele, deveria “ser o primeiro a notar as dificuldades para sanar as feridas após a disputa democrática” de 2016, onde obteve vitória apertada sobre a atual líder da oposição, Keiko Fujimori.

“Não está em jogo a minha permanência no cargo, está em jogo a estabilidade democrática. Não apoiem uma vacância sem sustentação, porque o povo não esquece, nem perdoa”, afirmou o presidente.

Ele reiterou que é proprietário da Westfield Capital desde 1992, e que quando foi ministro do governo de Alejandro Toledo (2001-2006) essa companhia era administrada por seu ex-sócio Gerardo Sepúlveda.

Além disso, ressaltou que “a lei proíbe que (um funcionário público) administre interesses próprios ou de terceiros (em companhias privadas), mas os dividendos que um empresário recebe por parte de uma empresa são pela propriedade da mesma, não pela sua gestão”.

Sou um homem honesto, jamais recebi uma propina, um suborno, que tenha distorcido a minha vontade. Nem minha empresa, nem eu fomos contratados pelo governo, jamais incorri em conflito de interesses”, frisou.

A rejeição ao pedido de impeachment encerrou uma intensa semana de crise política no Peru, que começou na quinta-feira da semana passada (14), quando a Odebrecht divulgou um documento sobre as consultorias feitas pela empresa de Kuczynski.

Ciberia // EFE

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Pobre América Latina. Estes estafermos vão aos poucos, institucionalizando a pouca vergonha, ganhando o direito de ser escroques. Salvem a “democracia”. Rejeitem pedidos de destituição”.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Apesar de ter vacinado mais da metade da população, Israel teme 2ª onda de Covid

O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, alertou nesta terça-feira que o país pode enfrentar uma nova onda de coronavírus. Segundo ele, o aumento do número de doentes, causado pela chegada da variante Delta, “importada” por …

Cientistas resolvem enigma de esculturas de pedra de 3.200 anos da Turquia

Um recente estudo permitiu descobrir finalmente o significado e a função dos relevos em pedra criados há 3.200 anos no santuário de Yazilikaya, na Turquia, após 200 anos de conjeturas. No século XIII a.C., a alguns …

EUA não devem esperar retomada do diálogo com Pyongyang, diz irmã de Kim Jong-un

As expectativas de retomada do diálogo entre os EUA e a Coreia do Norte são erradas, podendo levar a uma "decepção ainda maior", declarou a irmã do líder norte-coreano. Na terça-feira (22), Kim Yo Jong, alta …

Ministro da Saúde diz que não há mudança de estratégia para a Coronavac

No início desta segunda-feira (21), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, revelou que não haverá qualquer mudança de estratégia para a aplicação da CoronaVac. A declaração do ministro foi feita em audiência ao Senado Federal, revelando …

Há 80 anos, Hitler invadia a URSS – e começava a perder a guerra

Adolf Hitler e seus generais vinham planejando há meses para este momento. No domingo, 22 de junho de 1941, havia chegado a hora: às 3h15 da manhã, a Wehrmacht, forças armadas nazistas, atacou a União …

Com apenas 2% da população imunizada, África quer fabricar suas próprias vacinas anticovid

A África do Sul anunciou nesta segunda-feira a primeira etapa para capacitar seu continente na produção de vacinas anticovid. A conclusão do projeto ainda não tem data prevista, mas a iniciativa já é vista …

Pessoas feias superestimam drasticamente suas aparências

Pessoas pouco atraentes parecem menos capazes de julgar com precisão sua própria atratividade, e tendem a superestimar sua aparência. Não faltam disparidades entre pessoas atraentes e pouco atraentes. Estudos mostram que os mais belos entre nós …

Noruega acusa Pequim de ciberataque contra serviços do governo

Pela primeira vez na história, o Serviço de Segurança Policial da Noruega (PST, na sigla em inglês) identificou a China como sendo responsável por um ataque hacker contra as autoridades do país nórdico. A agência de …

China supera marca de 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 aplicadas

Quantia representa mais de um terço das doses aplicadas no mundo. Após início lento da imunização, autoridades chinesas querem vacinar completamente 40% da população até o final de junho. O número de doses de vacinas contra …

Brasileiros protestam no exterior contra Bolsonaro e gestão da epidemia

Dezenas de milhares de pessoas tomaram as ruas de várias capitais brasileiras neste sábado para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro e sua gestão da pandemia, que já deixou mais de meio milhão de …