Coreia do Norte promete dar “morte miserável” à ex-presidente sul-coreana

(dv) KNS / KCNA

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

A Coreia do Norte anunciou que irá executar a ex-presidente sul-coreana, Park Geun-hye, a quem acusa de tentativa de assassinato do líder norte-coreano Kim Jong-un. Além da medida que prometem aplicar a Park Geun-hye, o regime norte-coreano estende a punição ao responsável máximo do serviço de informações da Coreia do Sul.

O anúncio foi feito pela agência de notícias norte-coreana (KCNA), que justificou a medida com o suposto envolvimento da ex-presidente sul-coreana e de Lee Byoung Ho em uma operação secreta do Serviço Nacional de Informações de substituição da “liderança suprema” da Coreia do Norte, que teria iniciado em 2015.

De acordo com o jornal japonês que revelou o plano, a morte do líder norte-coreano deveria parecer um acidente. Entre os cenários possíveis estavam um acidente de carro, um acidente ferroviário ou a organização de um golpe de Estado no país.

O plano foi automaticamente descartado quando Park Geun-hye foi afastada do cargo e presa por causa de um escândalo de corrupção, em março deste ano.

Segundo a KCNA, os dois receberão uma “morte miserável, como se fossem cães, a qualquer momento, em qualquer lugar e por qualquer método utilizado”.

A Coreia do Norte exigiu ainda aos sul-coreanos a entrega de Park e Lee ao abrigo da lei internacional pelo que acusa ter sido cometido “terrorismo patrocinado pelo Estado”.

Pyongyang acusa regularmente Washington e Seul de tentarem matar Kim Jong-un, tendo em maio passado declarado que as agências de espionagem dos EUA e da Coreia do Sul conspiraram para liquidar o líder norte-coreano empregando armas bioquímicas.

As relações entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul se deterioraram durante a presidência de Park e Pyongyang chegou a realizar dois testes nucleares e uma série de lançamentos de mísseis à medida que expandia seu programa de armas nucleares.

Moon Jae-in, o novo presidente sul-coreano, já disse que entre suas intenções como chefe de Estado está a tentativa de restabelecer o diálogo com o país vizinho.

É importante ressaltar que Park Geun-hye, de 65 anos, foi destituída em março devido ao escândalo de corrupção e de tráfico de influências, conhecido como “Rasputina”, pelo seu presumível envolvimento na rede criada juntamente com sua amiga Choi Soon-sil, que supostamente extorquiu cerca de 70 milhões de dólares a grandes empresas.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Líbano: Saad Hariri volta ao posto de primeiro-ministro para formar novo governo

Saad Hariri foi nomeado novamente primeiro-ministro do Líbano, com o desafio de chegar a um acordo com as várias forças políticas do país e formar um governo capaz de realizar as reformas necessárias para …

Alunos incentivam câmeras ligadas para que professores não ‘falem’ com telas em branco

Para amenizar a sensação de solidão de professores em aulas online, alunos norte-americanos começaram a usar o TikTok para incentivar mais estudantes a abrirem as câmeras durante encontros educacionais à distância. A usuária da rede social …

Identificada a causa da maior extinção em massa na história da Terra

A vida na Terra tem uma história longa, mas também extremamente turbulenta. Em mais de uma ocasião, a maioria de todas as espécies foi extinta e uma biodiversidade já altamente desenvolvida reduziu para um mínimo …

Cães farejadores de covid: eficazes e baratos, mas esnobados

A Europa está em pânico em meio ao segundo surto de covid-19, com taxas de contágio explodindo e os PIBs despencando. A Bélgica acaba de anunciar que não mais testará cidadãos assintomáticos, mesmo que tenham …

Bolsonaro é avaliado positivamente por 37% da população, diz pesquisa

Entre os que souberam do dinheiro na cueca do senador Chico Rodrigues (52%), 74% não mudaram sua avaliação sobre o presidente Bolsonaro. Os que mais mudaram de opinião foram os pesquisados com ensino superior (26%) …

Tribunal Constitucional da Polônia invalida direito ao aborto por malformação do feto

O Tribunal Constitucional da Polônia invalidou nesta quinta-feira (22) uma disposição que permitia a interrupção voluntária da gravidez (IVG) em caso de malformação do feto. Uma vez que a decisão entre em vigor, apenas o …

Estudo descobre 1,8 bilhão de árvores no deserto do Saara e no Sahel

Um estudo publicado na revista Nature descobriu que na região do Saara Ocidental e no Sahel, há mais de um bilhão de árvores. No meio da aridez do local, a surpreendente descoberta colocou um novo …

Guerra Fria 2.0 entre EUA e China será uma batalha tecnológica, dizem especialistas

A batalha mundial pelo domínio da alta tecnologia está cada vez mais centrada em EUA e China. Com confronto aberto no caso da Huawei, especialistas do clube Valdai alertam para uma longa guerra fria tecnológica …

Combate à corrupção reduz mortalidade infantil, aponta estudo

Auditorias anticorrupção realizadas em municípios brasileiros entre 2003 e 2015 reduziram a mortalidade infantil. Esta é a principal conclusão de um estudo, conduzido por pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, que relacionou o …

2.300 maneiras de prevenir o Covid-19 foram mapeadas por universidade brasileira

Está disponível online a Plataforma das Universidades contra COVID-19 organizada pelo Projeto Ciência Popular e desenvolvida em parceria com a Empresa Júnior de Sistemas de Informação da EACH/USP (Síntese Jr.). Em setembro havia sido publicado o …