Costa Rica realiza primeiro casamento homoafetivo da América Central e celebra avanço social

Duas mulheres se casaram na manhã desta terça-feira na Costa Rica, que se tornou o primeiro país da América Central a legalizar o casamento entre pessoas homoafetivas.

A pandemia de coronavírus restringiu as comemorações. No entanto, um programa transmitido pelos canais de TV locais e nas redes sociais celebra a conquista, recordando a história da luta pelos direitos da população sexualmente diversa.

A lei que regulariza o casamento entre homossexuais entrou em vigor no país nesta terça-feira (26). Poucas horas depois, Dunia Araya e Alexandra Quiros se tornaram o primeiro casal do mesmo sexo a legalizar sua união. Vestidas de branco, as duas jovens se casaram na cidade de San Isidro de Heredia, 14 quilômetros a noroeste da capital, San José, diante de uma juíza de paz usando máscara facial, como parte das medidas para evitar a Covid-19.

A cerimônia foi filmada e é retransmitida em um programa especial produzido pela campanha “Sim, eu aceito”, que também reúne mensagens de apoio de personalidades internacionais.

A Costa Rica é o oitavo país das Américas a aceitar o casamento homoafetivo, o primeiro da América Central e o 29° do mundo. Com apenas cinco milhões de habitantes, o país demonstra pioneirismo no tratamento de questões sociais, como fez ao abolir a pena de morte e o Exército.

“Essa mudança causará uma transformação social e cultural significativa que permitirá que milhares de pessoas se casem perante a lei”, comentou o presidente Carlos Alvarado.

“Este dia é histórico, é tão importante quanto o voto feminino ou a abolição do Exército. É um dia maravilhoso para a Costa Rica em todos os aspectos. Houve décadas de muitas lutas, (…) de muitos esforços de pessoas que atuaram para que possamos ver isso hoje ”, comemora Gia Miranda, diretora-executiva da campanha “Sim, eu aceito”.

A validação do novo marco legal foi resultado de uma decisão tomada em 2018 pela câmara constitucional do Supremo Tribunal de Justiça. Na época, a corte declarou inconstitucional uma disposição do Código da Família que proibia o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Na decisão, a câmara constitucional concedeu à Assembleia Legislativa um período de 18 meses para legislar a esse respeito. Na ausência de manifestação contrária, a disposição seria anulada em 26 de maio, como aconteceu.

A decisão da câmara constitucional foi proferida em resposta a um parecer emitido pela Corte Interamericana de Direitos Humanos. Em janeiro de 2018, o organismo determinou que os casais homossexuais têm os mesmos direitos matrimoniais dos heterossexuais.

Segundo o censo de 2011, existem 1.140 famílias monoparentais na Costa Rica. A partir de hoje, os filhos dessas famílias não ficarão mais desprotegidos perante a lei.

Olhos do mundo

Dezenas de personalidades internacionais gravaram mensagens para parabenizar a sociedade costarriquenha pelo avanço, como a cantora espanhola Mónica Naranjo. No programa produzido pela campanha “Sim, eu aceito”, a artista diz que a mudança legal “fará que outros países do continente sigam o mesmo caminho”.

Parabéns, Costa Rica, os olhos do mundo estão em você“, disse o ativista americano Evan Wolfson, da organização Freedom to Marry. A cantora mexicana Lila Downs parabenizou a Costa Rica e garantiu que “estamos progredindo, humanizando-nos com ações como essa”.

O programa também analisa a luta histórica pelos direitos da população sexualmente diversa, incluindo a perseguição sofrida pelos homossexuais na década de 1980.

A ativista Ana Vega, dona do La Avispa, o bar gay mais tradicional de San José, recordou as batidas policiais realizadas em seu estabelecimento para impedir festas promovidas por homossexuais.

Revés para conservadores

Enquanto a comunidade LGBTI comemorava, a deputada evangélica Nidia Céspedes rejeitou a mudança legal e garantiu que “é um dia triste para a família tradicional da Costa Rica”. “A entrada em vigor do casamento igualitário atinge a alma de gerações de costarriquenhos, que lançaram as bases de um grande país ligado à família e à vida”, disse Cespedes, em um vídeo divulgado em suas redes sociais.

Os legisladores evangélicos fizeram várias tentativas para impedir a mudança legal, mas não conseguiram reunir o apoio necessário para pedir ao Supremo Tribunal um adiamento da medida.

Em uma recente entrevista à agência AFP, o presidente Alvarado comentou que o momento é propício para a população se aceitar, independentemente das diferenças. “A inclusão de pessoas da comunidade LGBTI é tão importante quanto a validação de que podemos ter crenças religiosas diferentes, praticá-las livremente e todas coexistirem sem nos machucar”, disse Alvarado.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Sangue humano é encontrado em máscara funerária de civilização antiga do Peru

Um grupo de pesquisadores do Projeto Arqueológico Sicán, no Peru, descobriu vestígios de sangue humano e proteína de ovo de ave em uma máscara funerária de ouro de mil anos. O objeto pertence à civilização Lambayeque, …

Ebrahim Raisi

Irã anuncia retomada de negociações sobre acordo nuclear

Conversas sobre salvação do pacto assinado em 2015 estão paralisadas desde a eleição do novo presidente iraniano, o ultraconservador Ebrahim Raisi, gerando preocupação internacional. O Irã anunciou nesta quarta-feira (27/10) que vai retomar até o final …

Polônia é multada em € 1 milhão por dia por desobedecer decisão judicial da UE

A Polônia foi condenada nesta quarta-feira (27) a pagar para a Comissão Europeia, órgão Executivo do bloco, uma multa diária de € 1 milhão por não ter encerrado as atividades da câmara disciplinar da …

Startup ajuda pequenas empresas a monitorarem vacinação dos funcionários

A startup brasileira White Tents lançou uma versão em formato freemium — isto é, gratuita mas com alguns recursos pagos — de sua plataforma digital para pequenas empresas que queiram monitorar a vacinação de até …

Argentina vacinará brasileiros na região de fronteira e turistas estrangeiros menores de 18 anos

O governo argentino anunciou uma nova flexibilização para a entrada de estrangeiros no país, a vacinação de turistas menores de 18 anos e de cidadãos de países vizinhos que atravessarem a fronteira por via …

CPI da Pandemia conclui trabalhos e pede o indiciamento de Bolsonaro

Senadores aprovam relatório sobre atuação do governo na crise do coronavírus que propõe punição de 78 pessoas e duas empresas, após seis meses de depoimentos, coleta de provas e repercussão na mídia. A CPI da Pandemia …

Sinais de possível 1º exoplaneta fora da Via Láctea são detectados

Pela primeira vez na história, é possível que os cientistas tenham descoberto um planeta em outra galáxia. O possível exoplaneta recebeu o nome de M51-ULS-1 e se encontra a 28 milhões de anos-luz de distância na …

China vai vacinar crianças a partir de três anos contra a covid-19

Imunizantes aprovados são das farmacêuticas chinesas Sinopharm e Sinovac, fabricante da Coronavac. País será um dos primeiros a começar a vacinar essa faixa etária. No total, China já vacinou 76% da população. Ao menos cinco províncias …

"Bolsonaro ignora todas as necessidades culturais dos brasileiros", diz Gilberto Gil à revista Télérama

A imprensa francesa desta segunda-feira (25) destaca o show de Gilberto Gil nesta noite na Filarmônica de Paris. O músico brasileiro conversou com o jornal Le Monde e com a revista Télérama. "Gilberto Gil", embaixador …

"Peças extraordinárias" achadas na Indonésia podem ser da lendária "ilha do Ouro"

Tesouros no valor de milhões de dólares encontrados nos últimos cinco anos ao longo do rio Musi podem ser do antigo império malaio Serivijaia, na ilha de Sumatra, que por 300 anos dominou as rotas …