Crianças albinas da Tanzânia poderão ver a vida de uma nova forma

As crianças do centro para albinos de Kabanga nunca tinham ido ao oculista. De fato, os especialistas que foram até elas para ajudar e, graças a uma iniciativa espanhola, poderão ter óculos adaptados para seus problemas visuais, comuns entre os que apresentam esta condição.

A Fundação Rota da Luz, promovida pelo grupo de ópticas Cione, levou a esta cidade do noroeste da Tanzânia, perto da fronteira com Burundi, três oftalmologistas espanhóis, Arturo Casas, Marisa Galdón e Beatriz Jiménez, que durante dez dias ajudaram os 107 meninos e meninas com albinismo que vivem neste refúgio.

Neste país da África Oriental, os albinos sempre foram vítimas de perseguições devido a crenças tradicionais, o que continua atualmente: em 2015 os dados registrados mostram 76 denúncias por mortes de menores e adultos albinos, enquanto outros 69 foram vítimas de ataques e 19 de estupros.

A Tanzânia é o país com maior concentração de albinos, algo que se deve, segundo algumas teorias, à bigamia. Os albinos africanos, que já enfrentavam uma situação muito complicada com uma expectativa de vida de entre 25 e 30 anos, viram em 2006 como os feiticeiros tanzanianos expandiam a crença de que comer um albino pode trazer sorte.

Desde então, foram registrados assassinatos, mutilações e sequestros para extrair partes de seus corpos para elaborar poções. Por isso, o governo decidiu criar centros de proteção para defender e tentar cobrir necessidades básicas dos menores com albinismo.

Os problemas derivados desta condição genética não só envolvem a perseguição e as ameaças, mas entre eles também destacam-se alguns relacionados com a saúde ocular: uma menor acuidade visual, estrabismo, descontrole dos músculos dos olhos ou fotofobia são algumas afecções que costumam afetar os albinos.

Os especialistas enviados pela fundação descobriram diferentes patologias que afetavam as crianças do centro, assim como outras doenças evitáveis como conjuntivite – comum em áreas de pouca higiene, muito pó e alta exposição -, razão pela qual foi oferecido formação sobre o cuidado e a lavagem dos olhos.

alexwynter / Flickr

Entre os problemas causados por esta condição genética destacam-se os relacionados com a saúde ocular

A Fundação Rota da Luz assegura que se encarregará de que cada uma destas crianças tenha seus óculos graduados e adaptados às suas necessidades de maneira gratuita.

“Este projeto representou um antes e um depois para estes meninos e meninas e para seu desenvolvimento. Garantir o acesso a uma saúde visual adequada fará com que tenham a possibilidade de sair para brincar fora de casa, já que lhes proporcionaremos filtros especiais para ler, estudar e, talvez, ter um futuro melhor”, diz Arturo Casas.

A multinacional especializada em lentes Carl Zeiss Vision, que colabora com o projeto, forneceu lupas especiais para que os menores possam acompanhar as aulas com normalidade e doará todas as lentes necessárias para estes jovens, com filtros especiais para cada caso.

“Estamos muito satisfeitos de ter colaborado com este projeto , ajudando fundamentalmente pessoas albinas que, graças aos seus novos óculos, vidros com filtros e lupas poderão ver o futuro com otimismo”, indicou a diretora de marketing da filial espanhola da Carl Zeiss Vision, Laura Rocha.

O atendimento dos três especialistas não se limitou só aos menores com albinismo: nos dez dias que estiveram na região, efetuaram 443 exames visuais em todos as crianças do centro e colégios próximos, assim como em seus cuidadores e professores.

No centro de Kabanga convivem com os albinos outros 170 menores com incapacidades físicas, psíquicas e deficiências visuais e auditivas, aos quais o governo garante segurança, alojamento, manutenção e escolarização pública.

“Centros como este, nos quais convivem crianças albinas com crianças que não são, fazem com que cresçam em uma educação do mesmo ao mesmo. Assim pode ser que, com o tempo, consigam destruir os estigmas sociais que existe há tantos anos e que já provocaram tantas mortes”, desejou a responsável da iniciativa, Sara Calero.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …