Depois de polêmica, Academia deixará que produções da Netflix concorram ao Oscar

(dr) Netflix

A Netflix e o Prime Video da Amazon estão respirando mais aliviados desde a sexta-feira (26). A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas decidiu que produções criadas por plataformas de streaming não serão proibidas de concorrer ao Oscar.

A sugestão havia sido dada por integrantes de tradicionais estúdios de cinema, como o cineasta Steven Spielberg (dos filmes Jurassic World, E.T e As Aventuras de Tintin), que vem criticando a regra desde que o filme Roma, financiado e distribuído pela Netflix, ganhou três Oscars, incluindo o de melhor diretor.

Spielberg chegou a dizer abertamente que longas da Netflix deveriam, no máximo, ser qualificados como filmes para TV e concorrer ao Emmy, mas não ao Oscar.

A decisão da Academia foi tomada após uma carta do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, que alertava que a exclusão dos filmes poderia violar leis antitruste do país. Ainda não está claro se o texto foi um fator decisivo.

No início da semana, o conselho da Academia se reuniu e votou pela manutenção do status que diz que qualquer longa-metragem pode ser considerado para o Oscar desde que tenha sido exibido por pelo menos sete dias em uma sala de cinema de Los Angeles.

“Apoiamos a experiência teatral como parte integrante da arte do cinema, e isso pesou muito em nossas discussões”, disse o presidente da Academia, John Bailey, em um comunicado.

“Nossas regras atualmente exigem uma exibição teatral e também permitem que uma ampla seleção de filmes seja submetida à consideração do Oscar”. Bailey acrescentou que o conselho iria “estudar mais profundamente as profundas mudanças que estão ocorrendo em nossa indústria”.

A Academia também decidiu por mudanças na categoria de melhor filme de língua estrangeira. A categoria foi renomeada e agora será conhecida como o melhor longa-metragem internacional.

“Nós notamos que a referência a Estrangeiro está desatualizada dentro da comunidade cinematográfica global”, disseram Larry Karaszewski e Diane Weyermann, co-presidentes do International Feature Film Committee. “Acreditamos que o longa internacional representa melhor essa categoria e promove uma visão positiva e inclusiva do cinema e da arte do cinema como uma experiência universal”.

Hollywood entrou em pânico com as possíveis consequências da atitude de Steven Spielberg. O cineasta, que é um dos importantes conselheiros da Academia, sinalizou estar preocupado em “preservar o passatempo nacional de ir ao cinema“.

Sua ideia era revisar os filmes que não oferecem lançamentos significativos nos cinemas. Seria um pesadelo para streamings como Netflix e Prime Video, que reforçaram suas equipes para atrair mais talentos dos estúdios e abocanhar prêmios. Para a sorte das empresas, a regra permanece inalterada.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Opositor belarusso é achado morto na Ucrânia

Ativista Vitaly Shishov ajudava compatriotas a fugir da perseguição do regime de Alexander Lukashenko, considerado o último ditador da Europa. Polícia investiga possível assassinato encenado como suicídio. Um ativista de Belarus foi encontrado morto nesta terça-feira …

Polônia concede visto humanitário a atleta olímpica e alimenta tensões com Belarus

A Polônia concedeu nesta segunda-feira (2) um visto humanitário para a atleta olímpica bielorrussa Krystsina Tsimanuskaya. A jovem afirma que estava sendo obrigada a deixar o Japão após ter criticado sua equipe e temia …

EUA e Reino Unido teriam dado 'luz verde' a Israel para retaliar Irã após ataque a petroleiro

Irã rejeitou o envolvimento do país no ataque contra o petroleiro Mercer Street no mar Arábico que ocorreu na quinta-feira (29), condenando as acusações lançadas pelo governo israelense. Tel Aviv teria recebido "luz verde" de Washington …

Incêndios causam mortes e devastação no sul da Europa

A União Europeia EU) enviou ajuda para a Turquia nesta segunda-feira (02/08), e voluntários se juntaram a bombeiros na luta contra fortes incêndios que já duram seis dias e mataram oito pessoas no país. Em …

Golpe militar em Mianmar completa seis meses e já resultou em quase mil mortes de civis

Aterrorizados pela repressão da junta militar e pela propagação do coronavírus, poucos birmaneses se atreviam a ir às ruas para protestar neste domingo (1º), quando completam-se seis meses do golpe de Estado que mergulhou …

Governo italiano vende casas a 2 euros na região da Sicília

Mais uma vez o governo italiano está vendendo casas em áreas rurais da Itália, após o sucesso da campanha para repovoamento de áreas abandonadas. Além de promover a ocupação por meio de incentivos para jovens e …

Bolsonaro admite não ter provas de fraudes eleitorais

Em live para a qual convocou veículos de imprensa, Bolsonaro exibiu uma série de teorias falsas, cálculos equivocados e vídeos antigos, já verificados e desmentidos, mas que ainda circulam na internet, como supostas evidências de …

A incrível civilização antiga que mumificava os mortos 2 mil anos antes dos egípcios

"As mais antigas evidências arqueológicas conhecidas de mumificação artificial de corpos", segundo a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), estão presentes na América do Sul, na costa árida …

Delta pode causar covid-19 mais grave, alerta agência americana

Documento interno do órgão de prevenção de doenças dos EUA indica que a variante delta do coronavírus é tão contagiosa quanto a catapora e pode ser transmitida mesmo por indivíduos vacinados. "A guerra mudou", diz …

Vendas de vacinas anticovid impulsionam lucros de laboratórios

A empresa farmacêutica AstraZeneca anunciou nesta quinta-feira (28) que as vendas de sua vacina contra a Covid-19 alcançaram US $ 1,17 bilhão no primeiro semestre do ano. Este número corresponde à entrega de aproximadamente …