Arqueólogos encontram a pintura mais antiga da história da humanidade

(dr) Craig Foster

Uma das pinturas encontrados na gruta

Se é um dos primeiros desenhos feitos por humanos não sabemos, mas é o mais antigo encontrado até agora. Um grupo de pesquisadores encontrou a arte na Caverna Blombos, na África do Sul.

Uma equipe de cientistas descobriu um desenho abstrato mais antigo conhecido na Caverna Blombos, na África do Sul, num pedaço de uma rocha datada de há 73 mil anos. O desenho é, pelo menos, 30 mil anos mais velho do que os primeiros desenhos abstratos e figurativos conhecidos até agora.

A tarefa de analisar as primeiras produções gráficas não é nada fácil. Aliás, o que hoje interpretamos como representações figurativas, poderiam ter sido apenas rabiscos casuais sem um propósito especial.

Durante muito tempo, os arqueólogos estavam convencidos de que os primeiros símbolos surgiram quando o Homo sapiens colonizou áreas da Europa, há 40 mil anos. No entanto, descobertas arqueológicas recentes, encontradas na África, na Europa e na Ásia, sugerem que a criação e o uso de símbolos começou muito antes.

Segundo a New Scientist, a mais antiga gravura conhecida é um zigue-zague esculpido na concha de um mexilhão de água doce, encontrado em Java, dentro de uma camada arqueológica de 540 mil anos atrás.

Neste estudo recente, uma equipe internacional – que inclui cientistas da Universidade de Bordeaux, da Universidade de Toulouse-Jean Jaurès, do Centro Nacional da Pesquisa Científica francês e do Ministério da Cultura da França – explicou que o mais antigo desenho conhecido foi feito com um pedaço de ocre, utilizado como um lápis.

O rabisco foi identificado na superfície de um pequeno pedaço de rocha siliciosa (silcrete), enquanto os pesquisadores analisavam ferramentas de pedra recolhidas durante uma escavação na caverna sul-africana. O fragmento de silício vem de uma camada arqueológica com 73 mil anos, e tem um padrão cruzado composto por nove linhas finas.

O grande desafio que os cientistas tiveram foi provar que essas linhas foram deliberadamente desenhadas por humanos.

Para chegar à conclusão, especialistas em análise química de pigmentos, que participaram no estudo, reproduziram as mesmas linhas através de várias técnicas – como, por exemplo, desenhar com fragmentos pontiagudos de ocre ou aplicar diferentes soluções aquosas de ocre com um pincel.

Ao mesmo tempo, aplicaram técnicas de análise microscópica, química e tribológica e compararam os resultados com o desenho original. As descobertas confirmaram que as linhas foram mesmo desenhadas intencionalmente com um objeto pontiagudo sobre uma superfície alisada através da fricção.

Este padrão constitui, então, o desenho mais antigo da história da humanidade. O artigo científico foi publicado nesta quarta-feira (12) na Nature.

“As observações apoiam a hipótese de que estes sinais eram de natureza simbólica e representavam um aspecto do comportamento do mundo moderno destes Homo sapiens, os antepassados de todos nós”, considera Christopher Henshilwood, arqueólogo sul-africano.

Ciberia // HypeScience / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Colin Powell, ex-secretário de Estado dos EUA, morre aos 84 anos

Primeiro negro a ocupar topo da diplomacia e da máquina militar americana, ex-general teve papel de destaque na Guerra do Golfo e arranhou sua credibilidade ao apoiar a invasão do Iraque uma década depois. Colin Powell, …

Criminosos usam escaneamento por código do próprio usuário para 'sequestrar' contas do WhatsApp

Em 2019, um relatório divulgado pelo laboratório de pesquisa da empresa de segurança virtual Eset alertou que uma das formas crescentes de sequestro de contas do WhatsApp era feita por meio de um ataque conhecido …

EUA: Manobras de Trump bloqueiam investigação sobre invasão do Capitólio

Vários parceiros e associados do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se recusaram a comparecer à comissão da Câmara que investiga a invasão de 6 de janeiro de 2021 contra o Capitólio, sede do …

Dor nos olhos após COVID-19: cientistas explicam causa de complicação inesperada do vírus

Uma pesquisa de cientistas alemães mostrou que o coronavírus pode penetrar nos olhos e infectar os fotorreceptores e células ganglionares na retina. Isso pode ser uma causa de problemas com os olhos após a COVID-19. Os …

Estudo mostra como mudanças climáticas afetarão a energia hidrelétrica no Brasil

Um novo relatório publicado pela Global Environmental Change revela que, nas próximas décadas, as reduções de precipitação e vazão dos rios na região amazônica — a maior bacia hidrográfica do mundo e uma forte candidata …

Merkel é premiada por compromisso com a União Europeia

"Somente uma Europa unida é uma Europa forte", diz a líder alemã ao receber o prêmio Carlos 5º. Rei espanhol destaca pragmatismo e confiabilidade da chanceler federal, descrevendo-a como uma "mulher extraordinária". Prestes a deixar o …

França: crianças pobres são ainda mais vulneráveis à poluição do ar, aponta relatório

O Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e a rede mundial Climate Action Network International, que reúne associações que lutam contra o aquecimento global, divulgaram, nesta quinta-feira (14), o relatório "Injustiça social …

'Love is in the Bin': a obra semidestruída de Banksy vendida a R$ 121 milhões em leilão

Uma obra de arte de Banksy que se autodestruiu parcialmente em um leilão anterior foi arrematada agora a um preço recorde de 16 milhões de libras (cerca de R$ 121 milhões). Love is in the Bin …

EUA tentam virar a página da era Trump e voltam ao Conselho de Direitos Humanos da ONU

Os Estados Unidos voltaram, nesta quinta-feira, ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, órgão que o país havia deixado durante o mandato de Donald Trump. O retorno mostra a vontade de Washington de fazer …

Explosões deixam vários mortos em mesquita no Afeganistão

Ao menos 33 pessoas morrem após explosões em mesquita xiita durante a oração de sexta-feira. Testemunha diz ter visto homens-bomba. Incidente ocorre dias depois de ataque do "Estado Islâmico" contra xiitas no país. Fortes explosões atingiram …