Destruir asteroide com armas nucleares para proteger Terra afinal pode funcionar, revela estudo

Segundo sabemos pelos eventos históricos do nosso planeta, existe a possibilidade de um asteroide impactar a Terra e acabar com a civilização humana tal como a conhecemos.

A última vez que tal aconteceu foi quando uma rocha espacial de tamanho colossal atingiu a Terra, eliminando mais de metade da vida no planeta e acabando com os dinossauros. Para evitar que algo semelhante aconteça, as agências espaciais em todo o mundo vigiam de perto os arredores planetários.

Se for detectado um asteroide seguindo em direção à Terra, uma das opções seria disparar ogivas nucleares contra o objeto espacial para o desintegrar antes que ele entrasse em contato com nosso planeta. Porém, esta estratégia precisa ser cuidadosamente calculada, o menor erro pode fazer com que o asteroide seja dividido em duas ou mais partes, ameaçando diferentes locais do planeta, daí esta abordagem gerar críticas, escreve Science Alert.

No entanto, em um recente estudo, os pesquisadores concluíram que este método é seguro. Assim, eles criaram modelos computacionais que analisaram o efeito de uma bomba nuclear de uma megatonelada lançada conta um asteroide de 100 metros de diâmetro.

Foram analisadas cinco órbitas de asteroides diferentes e os pesquisadores concluíram que, se for possível atingir um asteroide dois meses antes do impacto, seria possível reduzir os fragmentos a apenas 0,1 % da massa total do asteroide. Se o asteroide for maior, há uma chance de reduzir sua massa de impacto para apenas 1%, se pudermos atingi-lo seis meses antes da colisão prevista.

“Um dos desafios em avaliar a quebra do asteroide é que você precisa modelar todas as órbitas dos fragmentos, o que é geralmente muito mais complicado do que modelar uma simples deflexão”, explicou o físico Patrick King da Universidade Johns Hopkins em Maryland.

Segundo os cientistas, este é um ótimo resultado, mas, mesmo assim, é uma opção de último recurso, uma vez que a opção preferida é desviar o asteroide para longe da Terra com mais antecedência ainda, porque se trata de uma estratégia que foi mais pesquisada e testada.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

"Peças extraordinárias" achadas na Indonésia podem ser da lendária "ilha do Ouro"

Tesouros no valor de milhões de dólares encontrados nos últimos cinco anos ao longo do rio Musi podem ser do antigo império malaio Serivijaia, na ilha de Sumatra, que por 300 anos dominou as rotas …

Pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", diz diretor da OMS

A pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", disse neste domingo (24) o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Ghebreyesus. O representante da ONU discursou na abertura …

Google está “criando Deus”, alerta ex executivo da Google

Segundo um ex-executivo do Google, a singularidade está chegando. E, segundo ele isso representa uma grande ameaça para a humanidade. Mo Gawdat, ex-diretor de negócios da organização moonshot do Google, que na época se chamava Google …

Pandemia causa a maior redução na expectativa de vida desde a Segunda Guerra

Desde a descoberta do coronavírus SARS-CoV-2, mais de 4,9 milhões de pessoas morreram oficialmente em consequência da infecção, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins. Nesse cenário, a pandemia da covid-19 reduziu a expectativa de vida …

Forças Armadas da Noruega assinam contrato bilionário de mísseis para caças F-35

Noruega tem sido um parceiro ativo no programa de caças dos EUA F-35, tendo em conta que 18 empresas deste país nórdico são parceiros diretos. Subsequentemente, a Noruega decidiu adquirir 52 caças F-35 para substituir …

Brasil fez lobby para mudar relatório climático, diz Greenpeace

Vários países, entre eles o Brasil, tentaram fazer mudanças em um crucial relatório da ONU sobre como combater o aquecimento global, afirmou o Greenpeace nesta quinta-feira (21/10), citando um grande vazamento de documentos. Os documentos aos …

Site da Coreia do Sul é usado para hospedar vírus e distribuí-lo via torrents

Uma campanha de distribuição de malwares na Coreia do Sul está disfarçando cavalos de troia de acesso remoto como um jogo para o público adulto, compartilhado via serviço de hospedagem de arquivos, como o WebHard, …

América Latina pode levar ‘muitos anos’ para superar impacto da pandemia, alerta FMI

Os efeitos negativos da pandemia de Covid-19 em termos de produtividade, emprego e capital humano na América Latina e Caribe podem "demorar muitos anos para serem revertidos". O alerta foi feito nesta quinta-feira (21) pelo …

Dinossauro “garça do inferno com cara de crocodilo” é descoberto

Dois dinossauros carnívoros de dentes pontiagudos com crânios de crocodilo apareceram uma vez nas margens do rio na Ilha de Wight, na Inglaterra, revelam novos fósseis. Os cientistas deram às criaturas nomes científicos que se traduzem …

As 9 acusações contra Bolsonaro no relatório da CPI - e a manobra governista para tentar blindá-lo

Após o relatório da CPI da Covid no Senado acusar o presidente Jair Bolsonaro de nove crimes durante a pandemia, um senador da bancada governista tentou uma manobra para "blindar" o chefe do Executivo e …