O caso mais antigo de pneumonia é mais velho que os dinossauros

(dr) Rodrigo Vega / Deviant Art

Plesiosauria é uma ordem de répteis marinhos fósseis do clado Sauropterygia. Juntamente com os mosassauros, os plesiossauros estavam no topo da cadeia alimentar dos oceanos

Uma das doenças mais antigas a assombrar a nossa espécie – a infecção pulmonar, vulgarmente conhecida como pneumonia – é na verdade muito mais antiga do que pensávamos.

Os cientistas analisaram um espécime fragmentado de Proneusticosasiacus*, um réptil marinho do Triássico Médio, que apresentava anomalias em várias costelas, inclusive, um conjunto de bolhas. Através de uma microtomografia de raios-X, a equipe foi capaz de examinar o espécime em detalhes.

O réptil marinho tem cerca de 245 milhões de anos, mas a identificação real do espécime ainda não está completamente resolvida. Alguns pesquisadores, incluindo os autores do estudo, interpretam o material fragmentado como pertencente a outro réptil marinho, o Cymatosaurus. Ainda assim, não é possível ter certeza devido à natureza fragmentária dos fósseis que representam o animal.

Durante a pesquisa, a equipe descartou algumas das possíveis causas das anomalias, como fraturas, câncer, infecções fúngicas e até mesmo escorbuto com base na localização, na forma e em outras características das bolhas.

Além disso, o padrão anormal de crescimento ósseo revelou aos cientistas que a infecção que causou as tais bolhas era crônica, com uma duração de meses ou anos até.

As lesões, que aparecem em pelo menos quatro costelas do animal, são semelhantes aos danos causados por tuberculose bacteriana. Já as anomalias nas vértebras do animal eram consistentes com a doença de Pott, uma forma de tuberculose invasora dos ossos.

Os humanos não são os únicos animais que sofrem de tuberculose, e isso os cientistas já sabiam. No entanto, encontrar indícios de tuberculose em um animal de quase 250 milhões de anos atrás é uma grande surpresa, frisa a Discover Magazine.

Os cientistas não têm forma de descobrir qual foi a bactéria que causou a infecção e, por consequência, as bolhas neste réptil marinho. Os cientistas não têm como verificar qual a bactéria que causou a infecção que levou às bolhas neste réptil marinho. Contudo, há outra curiosidade intrigante nesta descoberta.

Os pesquisadores não conhecem quase nada sobre o réptil Proneusticosaurus* (ou Cymatosaurus) e sabem muito pouco sobre répteis marinhos semelhantes que vivam nas águas do Mundo Triássico – os nothosaurus.

No entanto, como ambos viviam um estilo de vida semi-aquático, e eram ambos suscetíveis à tuberculose, levantam a questão se existe nos meios aquáticos algo que coloca os animais em risco particular de infecção.

É importante salientar que pneumonia e tuberculose são doenças distintas. No entanto, o estudo, publicado na Royal Society Open Science, usa ambos os termos para descrever a evidência fóssil de uma infecção respiratória neste animal marinho em particular.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Água líquida em Marte: descobertas mais reservas no polo sul do Planeta Vermelho

Em 2018, pesquisadores italianos anunciaram que haviam encontrado evidências da existência de água líquida em Marte, abaixo da calota polar sul. Agora, a equipe voltou em mais uma série de informações que não apenas sustentam essa …

Cientistas russos encontram nova forma de tratamento para covid-19

Uma equipe de cientistas russos sugeriu tratar os pacientes gravemente afetados pelo coronavírus SARS-CoV-2 da mesma maneira que são tratados alguns casos de intoxicação. De acordo com os especialistas do Instituto de Pesquisa de Medicina de …

Covid-19 já causou a morte de um milhão de pessoas no mundo

Nove meses após seu surgimento na China, a pandemia de Covid-19 superou, neste domingo (27), o número simbólico de um milhão de mortos no mundo. No total, o coronavírus causou 1.000.009 mortes e 33.018.877 casos …

Homem que comia alcaçuz todos os dias morre e médicos alertam sobre riscos à saúde

Um homem de 54 anos morreu após consumir alcaçuz em excesso. Segundo os médicos do Hospital Geral de Massachussets (EUA), após duas semanas ingerindo alcaçuz preto em excesso, o homem teve uma overdose de uma …

Conflito armado se acirra na fronteira entre Armênia e Azerbaijão

A Armênia e o Azerbaijão se acusaram mutuamente neste domingo (27/09) de iniciar confrontos mortais na região separatista de Nagorno-Karabakh, na fronteira entre os dois países, em meio a uma disputa territorial de décadas. Ao …

Grande depósito de ovos de dinossauro é descoberto na Espanha

O norte de Espanha foi palco de uma nova descoberta paleontológica. Foram encontrados ovos de 68 milhões de anos atrás, que podem conter embriões desses enormes répteis. José Manuel Gasca estava fazendo jogging um dia no …

Uma cidade brasileira pode ter atingido imunidade de grupo ao Covid-19 a um terrível custo

Um surto explosivo de COVID-19 em Manaus pode ter contaminado pessoas suficientes para que a imunidade coletiva tenha se manifestado, sugerem estudos iniciais. Exames de anticorpos mostram que até dois terços da população pode ter contraído …

O raro pedido de desculpas de Kim Jong-un pela morte de sul-coreano na Coreia do Norte

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, divulgou um raro pedido de desculpas pessoal pelo assassinato de um cidadão sul-coreano, segundo o governo da Coreia do Sul. Kim disse a seu colega sul-coreano, Moon Jae-in, …

Esses são os preparativos finais para a NASA coletar amostras do asteroide Bennu

A NASA já iniciou a contagem regressiva para o grande momento da missão OSIRIS-REx: a coleta de amostras do asteroide Bennu, que acontecerá no dia 20 de outubro. Será uma manobra complicada para a sonda …

Trump volta a lançar dúvida sobre processo eleitoral nos EUA

Após recusar comprometimento com transição pacífica de poder, presidente americano diz não saber se é possível um pleito "honesto". Líder republicano no Senado diz que transferência de mandato presidencial será ordenada. O presidente dos EUA, Donald …