Direito francês proíbe gata de Karl Lagerfeld de herdar fortuna do estilista

O famoso costureiro Karl Lagerfeld, morto na última terça-feira (19) aos 85 anos, sonhava em deixar parte da sua fortuna para sua gata Choupette, companheira fiel de sete anos de vida e passarelas. Ele exprimiu publicamente essa escolha em diversas ocasiões, inclusive em entrevistas. No entanto, a legislação da França, onde ele residia, proíbe deixar heranças para não-humanos.

“Não é possível designar um animal como herdeiro. O herdeiro precisa ter capacidade jurídica na França”, explicou a advogada Joanne Glévarec, especialista no Direito das sucessões na França e na Alemanha, em entrevista ao jornal Le Monde. Paris considera os animais “seres dotados de sensibilidade”, mas não podem ser pessoas jurídicas, lembra a L’Express.

A Alemanha, país-natal de Lagerfeld, autoriza essa possibilidade, porém a lei do país de residência se sobrepõe. Choupette, portanto, não poderá herdar os milhões do estilista – embora já seja a dona de uma pequena fortuna depositada previamente em uma conta bancária, aberta em seu nome.

A gata poderia ser a beneficiada direta ou indireta dos bens do dono se, em vida, ele tivesse assinado um testamento esclarecendo a questão – o que, até o momento, não parece ter sido o caso.

Lagerfeld dispunha de três alternativas: especificar que gostaria que a legislação alemã prevalecesse no seu caso; designar uma pessoa de confiança para receber o dinheiro, em troca de cuidados vitalícios ao animal, que ele poderia ter até mesmo detalhado; ou ainda estabelecer uma doação para uma instituição de proteção de animais, para que cuidasse da felina após a sua morte.

Uma quarta possibilidade ainda poderia ter sido criar a própria fundação para este fim.

A terceira alternativa é a mais comum na França – em 2018, a Sociedade de Proteção dos Animais (SPA) recebeu cerca de €33 milhões em doações oriundas de heranças, que equivalem a 70% das receitas da entidade, segundo o Monde.

Em quase todos os casos, os falecidos não deixaram filhos, e não por coincidência. O Direito francês proíbe uma pessoa de excluir os filhos da herança. Pelo menos uma parte dos bens deve ser repartida entre seus descendentes.

Lagerfeld não era casado, nem tinha filhos. A possibilidade mais concreta é que ele tenha designado um responsável legal por Choupette. Os nomes cogitados pela imprensa francesa são o modelo americano Brad Koenig, amigo do costureiro, e o também modelo Baptiste Giabiconi, “tratado como um pai” pelo estilista e primeiro dono da gata, de acordo com a revista Oh My Mag.

Essa não é a primeira vez que os herdeiros de quatro patas ganham destaque. O cantor Michael Jackson, morto em 2009, deixou US$ 2 milhões e um castelo para o seu chimpanzé Bubbles.

O animal mais rico do mundo, porém, foi o pastor alemão Gunther, herdeiro da condessa alemã Carlotta Liebenstein. Em 1991, o cão recebeu cerca de US$ 80 milhões após a morte da dona.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …