DNA ajuda a capturar assassino que aterrorizou a Califórnia nos anos 70 e 80

John G. Mabanglo / EPA

Joseph James DeAngelo foi capturado mais de 40 anos depois de ter aterrorizado a Califórnia

As autoridades da Califórnia anunciaram na quarta-feira (25) a prisão de um homem suspeito de ser o “assassino do estado dourado”, responsável por assassinatos e violações em massa na Califórnia nas décadas de 1970 e 1980.

“Na terça-feira [24], um mandado de prisão foi emitido” contra Joseph James DeAngelo, acusado de assassinato e violação, com circunstâncias agravantes, e identificado após 40 anos de pesquisa através de análise de DNA, anunciou a procuradora de Sacramento, Anne Marie Schubert, em coletiva de imprensa.

Uma análise de DNA comparada nos últimos seis dias relacionou um ex-policial a alguns dos crimes cometidos por um assassino em série californiano responsável por pelo menos 12 homicídios e 45 estupros em todo o estado nos anos 70 e 80, informaram as autoridades na quarta.

O homem de 72 anos, demitido do Departamento de Polícia de Auburn, foi preso depois de uma amostra de seu DNA ter coincidido com o do chamado “Golden State Killer” (assassino do estado dourado”), disse a procuradora.

As autoridades afirmaram que DeAngelo tinha sido preso sob suspeita de ter cometido quatro assassinatos nos condados de Sacramento e Ventura e acabou acusado de dois homicídios no caso de Ventura.

“Sabíamos que estávamos procurando uma agulha no palheiro, mas também sabíamos que a agulha estava lá”, disse Schubert. “Encontramos a agulha no palheiro e estava bem aqui, em Sacramento. A resposta esteve sempre no DNA“, acrescentou.

Armado, o criminoso mascarado dos anos 70 e 80 aterrorizou as comunidades, invadindo casas enquanto mulheres solteiras ou casais dormiam.

Por vezes, amarrava o homem e empilhava pratos nas costas dele, estuprando depois a mulher, enquanto ameaçava matar os dois se os pratos caíssem. Muitas vezes, levou recordações das casas, principalmente moedas e joias das vítimas, que tinham entre 13 e 41 anos.

DeAngelo foi demitido do Departamento de Polícia de Auburn em 1979, depois de ter sido preso por roubar um repelente e um martelo de uma farmácia, de acordo com artigos da época publicados no Auburn Journal.

O FBI diz que tinha uma equipe reunindo provas em uma casa da região de Sacramento ligada a DeAngelo.

Jane Carson-Sandler, que foi sexualmente agredida na Califórnia em 1976 por um homem que se acredita ser o “assassino do estado dourado”, disse ter recebido uma mensagem por e-mail de uma detetive aposentada, que trabalhou no caso, informando que tinham identificado o estuprador e que ele estaria sob custódia.

“Acabo de ficar alegre, em êxtase. É uma montanha-russa emocional agora“, disse a vítima, que mora perto de Hilton Head, na Carolina do Sul, em entrevista por telefone à Associated Press. “Sinto que estou no meio de um sonho e vou acordar e não vai ser verdade. É tão bom ter um encerramento do caso e saber que ele está preso”.

Autoridades do FBI e da Califórnia retomaram em 2016 a busca pelo criminoso e anunciaram uma recompensa de 50 mil dólares caso ele fosse preso e condenado. Ao assassino, foram atribuídos mais de 175 crimes entre 1976 e 1986.

Como o suspeito cometeu crimes em todo o estado, as autoridades o identificavam por nomes diferentes: Foi apelidado de “estuprador da área leste”, após o início desses crimes no norte da Califórnia; “violador da noite”, após uma série de assassinatos no sul da Califórnia; e também como “estuprador do nó de diamante”, por usar um elaborado método de ligação em duas das vítimas. Mais recentemente, foi apelidado de “assassino do estado dourado”.

As autoridades decidiram divulgar o caso novamente em 2016, antes do 40º aniversário do primeiro ataque conhecido, no condado de Sacramento.

O vizinho Kevin Tapia, de 36 anos, disse que quando era adolescente DeAngelo o acusou falsamente de atirar objetos pela cerca compartilhada, provocando uma troca de insultos acalorada entre DeAngelo e o pai de Kevin. “Ninguém acha que vive ao lado de um serial killer”, disse.

“Mas, ao mesmo tempo, era um cara estranho. Sempre sozinho. Quando começamos a pensar sobre isso, até imaginamos fazendo algo assim, mas eu nunca suspeitaria”, acrescentou.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …