Donald Trump enfrenta duas novas acusações de assédio sexual

Gage Skidmore / Flickr

O milionário e candidato republicano às eleições norte-americanas Donald Trump

O milionário e candidato republicano às eleições norte-americanas Donald Trump

Dois novos relatos de mulheres acusam o candidato presidencial pelo Partido Republicano, Donald Trump, de má conduta sexual. As novas acusações se somam a uma lista crescente de mulheres que contaram histórias semelhantes, mas Trump nega desmente todas elas.

Uma das mulheres, Summer Zervos, disse ter sido vítima de assédio sexual em 2007, um ano depois de ter participado do programa O Aprendiz, um reality show que foi apresentado por Donald Trump durante muitos anos pela rede de televisão americana NBC.

Em relato feito ao jornal The Washington Post, outra mulher – Kristin Anderson, hoje com 46 anos – diz ter sido tocada por Trump em uma boate em Nova York. Na época, Kristin tinha 20 anos e tentava ingressar na carreira de modelo.

Em resposta, Donald Trump disse, em um comício nesta sexta-feira (14) em Greensboro, no estado da Carolina do Norte, que as acusações são uma “total ficção” e que não passam de “mentiras, mentiras, mentiras”.

Ele questionou os motivos do aparecimento de várias acusações de mulheres, a pouco mais de 20 dias das eleições para presidente dos Estados. As eleições vão ocorrer no dia 8 de novembro deste ano.

“Acredite em mim, ela não seria minha primeira escolha”, disse Donald Trump, quando comentou a entrevista de Jessica Leeds, para o jornal The New York Times. Jessica, hoje com 74 anos, acusou Trump de tê-la assediado durante um voo para Nova York, na década de 1980, durante viagem de avião em que ambos estavam sentados, em assentos de primeira classe, na década de 80 do século passado.

Ele se referiu a Jessica como “aquela mulher horrível“. Donald Trump também criticou a repórter Natasha Sotoynoff, que trabalhou na revista People, que acusou o empresário tê-la abordado fisicamente durante uma entrevista. “Confira sua página do Facebook, e você vai entender quem é ela”, disse ele sobre Natasha.

O surgimento de relatos de mulheres com acusações a respeito do comportamento sexual de Donald Trump está dividindo o Partido Republicano. Cerca de 40 políticos que integram o partido declararam que não mais apoiarão o empresário. Desses 40 membros partidários, 30 sugeriram que Donald Trump ceda o lugar de candidato para outro.

Conspiração

Se dentro do Partido Republicano é cada vez maior o número de políticos que discordam da candidatura de Donald Trump, fora do partido os conflitos atingem proporções ainda maiores. Os conflitos estão sendo provocados pelas afirmações de Donald Trump, em comícios durante esta semana, de que sua candidatura vem sendo combatida por uma conspiração internacional.

De acordo com a teoria conspiratória, o plano tem como objetivo não só minar sua candidatura, mas a própria soberania americana.

Em um comício em West Palm Beach, no estado da Flórida, quinta-feira (13), Trump disse o seguinte: “A candidata do Partido Democrata Hillary Clinton reúne-se em segredo com bancos internacionais para traçar a destruição da soberania dos Estados Unidos a fim de enriquecer esses poderes financeiros globais, seus amigos, interesses especiais e os seus doadores”.

E sobre Hillary Clinton, Trump disse no mesmo comício: “Honestamente, ela deve ser encarcerada. Ela deve ser presa”. Ele mencionou Hillary Clinton e a mídia americana como integrantes da conspiração internacional.

E, no comício em Greensboro, no estado da Carolina do Norte, nesta sexta-feira (14), ele criticou os jornalistas do The New York Times, o jornal que entrevistou duas das mulheres que o acusam de assédio sexual. “Os repórteres do New York Times não são jornalistas. Eles são lobistas corporativos de Carlos Slim e Hillary Clinton”, disse Trump.

Carlos Slim é o bilionário mexicano que individualmente detém o maior número de ações do The New York Times.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …