Elon Musk tem um irmão; quase tão genial quanto ele

Os carros elétricos e as “investidas espaciais” de Elon Musk, o famoso multimilionário nascido na África do Sul e fundador da Tesla e da SpaceX, o tornaram conhecido em todo o mundo. Mas seu irmão mais novo não quer ficar para trás.

Kimbal Musk é muito menos conhecido que Elon, mas ambição é algo que não lhe falta. O empresário filantrópico de 45 anos – apenas um a menos que Elon – tem se proposto a revolucionar o modo de comer dos americanos, usando, claro, a tecnologia.

Há quem já o chame “o pai do movimento da comida de verdade”, com o lema: “a comida é a nova internet”.

Kimbal, que vive no Colorado, nos EUA, é dono de alguns restaurantes nos Estados Unidos, como o Kitchen Next Door, onde são servidos pratos com alimentos produzidos de forma sustentável, com compostagem, energia eólica ou embalagens ecológicas, de acordo com a BBC.

Talvez não seja surpreendente, tendo em conta que os Musk têm uma mãe nutricionista e modelo e um pai engenheiro, que o mais novo dos irmãos tenha escolhido se dedicar a introduzir a tecnologia no setor de alimentação.

Durante a conferência internacional Food Tank Summit em setembro do ano passado, em Nova York, Kimbal ressaltou: “a comida é uma das últimas fronteiras que a tecnologia ainda não abordou. Se fizermos as coisas bem feitas, haverá comida para todos”.

Kimbal Musk estudou no Instituto Culinário Francês de Nova York e fundou o Big Green, uma organização sem fins lucrativos dedicada à criação de “jardins de aprendizagem”, que são espaços para ensinar os benefícios da comida nutritiva nas escolas. O projeto espera chegar a 1 milhão de alunos em 2020.

Um de seus projetos mais ambiciosos e curiosos é o Square Roots, uma incubadora de hortas urbanas verticais com a qual pretende criar “sabores reais”. Com essa companhia, fundada em 2016, Kimbal quer estimular empreendedores a criarem startups que usem a tecnologia para produzir alimentos nas cidades de forma ecológica.

O sistema consiste em usar recipientes com água reciclada e agricultura hidropônica – ou seja, cultivar plantas em soluções minerais em vez de em solo agrícola – para produzir alimentos para consumo local.

Durante uma sessão de perguntas e respostas promovida pelo Reddit, Kimbal garantiu que “os jardins verticais são o futuro da agricultura e asseguram que os alimentos locais continuam crescendo”.

Kimbal Musk também revelou que a comida o encanta desde criança e que perseguir sua paixão foi muito positivo: “Foi a melhor decisão da minha vida“.

“Temos comida abundante. Precisamos de comida real que nos alimente de verdade, e isso requer mudanças enormes no modo como usamos a terra. Estamos usando abordagens tecnológicas muito interessantes”.

Tecnologia

Segundo o empresário, na conferência Food for Tomorrow, organizada pelo New York Times no ano passado, apenas 1% da comida no mundo foi produzida de forma artificial, com luzes LED em vez dos cultivos tradicionais.

Mas esse número poderia crescer se a quantidade de hortas urbanas aumentasse. “Passamos milhares de anos aplicando tecnologia na agricultura. Mas é agora que a tecnologia moderna funciona para criar comida real”, disse Musk no Twitter.

Já o irmão, Elon Musk, além de fundar a Tesla, empresa de carros elétricos, armazenamento de energia e fabricação de painéis solares, criou o PayPal e outras empresas bem-sucedidas.

Algumas são a Boring Company, através da qual planeja conquistar o subsolo, e a SpaceX, virada para exploração aeroespacial.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Empresa japonesa testa nova molécula contra a Covid-19

O grupo japonês Fujifilm anunciou nesta quarta-feira (1) o início de testes clínicos de seu medicamento antigripal Avigan para avaliar sua eficácia contra o novo coronavírus. Até o final de junho, o produto vai ser …

Razão pela qual tubarões caçam em torno da Europa e EUA é revelada

Tubarões e grandes prestadores marinhos evitam caçar em águas quentes equatoriais e preferem viver mais ao norte e ao sul, em zonas que compreendem a Europa, os Estados Unidos e a África do Sul. Os tubarões …

Os distanciamentos do coronavírus mudaram a maneira como a Terra se move

As pessoas têm ficado em casa para diminuir a velocidade com a qual o novo coronavírus se espalha. Mas essa atitude pode significar que o planeta também está se movendo um pouco menos. Pesquisadores que estudam …

Facebook não quis investigar desinformação vinda de site norte-americano

“Facebook” e “transparência” são duas palavras que geralmente estão juntas em pautas mais espinhosas, e desta vez não é diferente: segundo uma reportagem veiculada pelo jornal norte-americano The New York Times, a rede social mais …

Maduro denuncia navio turístico 'pirata' português que afundou embarcação da Marinha venezuelana

O presidente venezuelano Nicolás Maduro denunciou o ataque e afundamento de um barco da Marinha da Venezuela por um navio turístico "pirata", a noroeste da ilha de La Tortuga. Na noite de segunda-feira (30), o navio …

Mundo do futebol tenta atenuar perdas financeiras com reduções de salários

O mundo do futebol, como qualquer actividade que gera dinheiro e emprega pessoas, começa a sentir os efeitos do confinamento visto que em quase todas as partes do mundo não se pratica futebol e os …

Políticos da oposição pedem renúncia de Bolsonaro em manifesto

Haddad, Ciro, Boulos e outras lideranças endossam documento crítico à atuação do presidente diante da pandemia de coronavírus. Texto diz que Bolsonaro é um líder irresponsável e agrava a crise com mentiras e crimes. Políticos da …

Economia alemã pode encolher até 5,4% em 2020

Conselho de Consultores Econômicos aponta que pandemia de coronavírus vai, inevitavelmente, levar a Alemanha a uma recessão ainda no primeiro semestre deste ano. A pandemia do novo coronavírus vai, inevitavelmente, levar a Alemanha a uma recessão …

Tênis da Apple nunca comercializado é vendido em leilão por R$ 50 mil

  Você já ouviu falar dos tênis da Apple? Se disse não, está entre a maioria, porque a grande parte das pessoas, mesmo os fãs mais ardorosos da companhia, talvez sequer saibam que esses calçados tenham …

Coronavírus: custo alto pode deixar países mais pobres sem acesso a vacina contra covid-19

A geneticista molecular Kate Broderick faz parte de uma equipe de cientistas por trás de um dos 44 projetos que tentam desenvolver uma vacina para a covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, em todo …