Enteados de Maduro são investigados em desvio de 1,2 bilhão de dólares

chavezcandanga / Flickr

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

Os três enteados do presidente venezuelano Nicólas Maduro são investigados nos EUA por suspeitas de participação em um esquema que desviou até 1,2 bilhão de dólares da empresa estatal de petróleo PDVSA.

De acordo com documentos do Departamento de Justiça dos EUA, o esquema em questão utilizava o mercado negro de câmbio de moeda, a empresa estatal e um banco suíço. As investigações ganharam força nesta semana depois de um banqueiro alemão ter fechado um acordo de colaboração com as autoridades americanas.

O banqueiro, identificado como Matthias Krull, foi preso na Flórida em julho. Krull trabalhava para a filial do Panamá do banco suíço Julius Baer e revelou que tinha como clientes três enteados de Maduro, Yoswal, Yosser e Walter Flores, filhos da primeira-dama venezuelana Cilia Flores.

De acordo com as investigações, o esquema recorria às duas taxas de câmbio que vigoraram até a semana passada. Os suspeitos trocavam dólares em um esquema paralelo, no qual a avaliação da moeda era muito mais alta. Depois – através do pagamento de propina ou com a participação de membros do governo –, os envolvidos compravam novamente dólares usando a avaliação oficial, que tinha valores mais baixos.

O esquema permitiu, em 2014, que um dos participantes usasse 10 milhões de dólares para comprar 600 milhões de bolívares no mercado paralelo. Na época, a avaliação não oficial era de 1 dólar para 60 bolívares.

Depois, e já com acesso à avaliação oficial – que era de apenas 1 dólar para 6 bolívares – o suspeito conseguiu transformar 10 milhões em 100 milhões de dólares.

De acordo com os investigadores americanos, o esquema usava os cofres da PDVSA, que é a principal fonte para obter dólares na Venezuela e que acabava por assumir o prejuízo nas operações fraudulentas de troca de moeda.

Los Chamos

Nos documentos em investigação, os enteados de Maduro não são identificados diretamente, mas sua participação no esquema foi confirmada pelos investigadores à agência de notícias Associated Press.

De acordo com as revelações do banqueiro, os enteados de Maduro são apelidados de Los Chamos, expressão coloquial que significa “as crianças”. De acordo com a investigação, os três arrecadaram até 184 milhões de dólares com o esquema.

O esquema conta ainda com outros participantes, que incluem funcionários do governo e membros da elite. No final de 2014, o esquema já tinha desviado 600 milhões de dólares. Em maio de 2015, o valor já tinha duplicado para 1,2 bilhão.

O banqueiro alemão contou que foi procurado em 2016 por um dos participantes do esquema, que procurava ajuda para “lavar” os 1,2 bilhão de dólares. Krull começou então a fazer os movimentos para ocultar o valor, que foi usado para comprar propriedades na Flórida e enviado para contas no exterior.

Essa não é a primeira vez que a família de Maduro é envolvida em investigações nos EUA. Em 2017, dois sobrinhos da primeira-dama Flores foram condenados a 18 anos de prisão pela Justiça americana por tráfico de cocaína.

Ciberia // Deutsche Welle / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Chantilly: em dificuldades finaceiras, um dos mais belos castelos da França pede socorro

A pandemia e o fim da ajuda de um poderoso mecenas colocam em risco o futuro de uma das propriedades mais majestosas da França, o castelo de Chantilly, ao norte de Paris. A reportagem …

Como fumantes de longa data pararam de fumar usando cogumelos mágicos apenas 3 vezes

É mais difícil largar do cigarro do que da heroína, dizem alguns. Mas pesquisadores da Johns Hopkins relataram que um pequeno número de fumantes de longa data que falharam em muitas tentativas de abandonar o …

Gangorra que uniu imigrantes no muro da fronteira dos EUA ganha prêmio

Lembra das gangorras que permitiram que famílias mexicanas brincasse de lados opostos do muro da fronteira EUA-México? O projeto das três gangorras ganhou o prêmio “Design do Ano 2020” pelo Museu de Londres. O arquiteto norte-americano …

Irã diz ter batido recorde de exportação de derivados de petróleo apesar das sanções dos EUA

O Irã bateu recorde de exportação de derivados de petróleo apesar das sanções impostas pelos Estados Unidos, declarou o ministro do Petróleo da República Islâmica, Bijan Zangeneh, nesta sexta-feira (22). Durante o 25º Show Petrolífero do …

A ameaça de epidemia que surge de nova espécie de mosquito Aedes detectada pela 1ª vez nas Américas

Durante a noite de 18 de junho de 2019, na base americana em Guantánamo, Cuba, um intruso foi pego por uma armadilha. A base é conhecida como um lugar onde os EUA aprisionam, por tempo indeterminado …

Homem é preso por tossir em policial que perguntou se ele tinha covid-19

O britânico Casey Saint foi condenado a 11 meses de prisão após tossir no rosto de um policial durante a pandemia do novo coronavírus. O morador de Bury St Edmunds, na Inglaterra, estava fazendo uma festa …

Astrônomos encontram "embrião" de planeta em formação a 330 anos-luz da Terra

Uma equipe de astrônomos encontrou algo que parece ser um planeta embrionário, girando em torno de sua estrela, bem pertinho dela, completando uma volta a cada mês. A estrela em questão é a HD 163296, que …

Físico propõe mega-satélite povoado por humanos orbitando Ceres

O físico Pekka Janhunen, do Instituto Meteorológico Finlandês, desenvolveu uma nova ideia para colonizar um lugar diferente da Terra, e não é a lua ou Marte. Em vez disso, Janhunen está sugerindo em um artigo publicado …

Biden promete "esforço de guerra" contra covid-19

O novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, divulgou nesta quinta-feira (21/01) o plano de resposta de seu governo à pandemia de covid-19, que inclui dez decretos. A estratégia amplia iniciativas que já haviam sido antecipadas …

'Não teremos escolha': Google adverte que pode bloquear seu mecanismo de busca na Austrália

Governo australiano trabalha em uma nova lei que deve governar as relações entre os meios de comunicação e as gigantes que dominam a Internet, entre as quais se destacam Google e Facebook. O Google anunciou nesta …