Esconderijo moedas de ouro medievais são descobertas em uma fazenda na Hungria

No século XVI, um ataque do Império Otomano pode ter levado húngaros em pânico a enterrar um estoque de valiosas moedas de prata e ouro. Agora, arqueólogos descobriram este tesouro enterrado em uma fazenda moderna na Hungria.

Em 2019, arqueólogos descobriram 150 moedas antigas em Újlengyel, uma vila húngara que fica a cerca de 50 quilômetros a sudeste de Budapeste. Estimulados por essa descoberta e equipados com detectores de metais, os arqueólogos retornaram ao local no final de dezembro de 2020 para procurar outros tesouros, de acordo com um post no Facebook do Museu Ferenczy, na Hungria, reportou o Live Science.

Balázs Nagy, nunismata do museu, ou especialista em moedas, liderou a expedição de dois dias, com a ajuda de voluntários da Associação Arqueológica Comunitária. Em uma colina próxima, os arqueólogos cavaram um pequeno poço e desenterraram um navio que foi quebrado ao meio, provavelmente devido ao arado, de acordo com um comunicado. O barco tinha originalmente guardado milhares de moedas antigas que foram encontradas espalhadas na área.

A coleção de moedas recém-descoberta consistia em quase 7 mil moedas de prata e quatro moedas de ouro, de acordo com o post. Na época em que as moedas provavelmente foram enterradas, por volta de 1520, elas teriam sido suficientes para comprar sete cavalos; e pelos padrões atuais, eles seriam suficientes para comprar um carro de luxo, de acordo com o post. A moeda mais antiga é um denário de prata, ou uma moeda de prata romana do imperador romano Lúcio Verus, que governou de 161 d.C. a 169 d.C. As moedas mais novas encontradas datam da época de Luís II, que governou a Hungria e a Boêmia de 1516 a 1526.

As quatro moedas de ouro, que foram emitidas durante o reinado de Matias I, o rei da Hungria de 1458 a 1490, estavam escondidas sob um tecido no forro do navio, de acordo com o comunicado. Outras descobertas incluíram uma moeda rara emitida pelo Papa Pio que governou de 1458 a 1464 e moedas de prata emitidas durante os reinados de vários outros governantes do século XV e XVI.

Não se sabe por que as pessoas enterraram essas moedas, mas os arqueólogos pensam que os húngaros podem tê-las enterrado durante um ataque do Império Otomano em 1526.

“Tesouros desta magnitude relacionados à devastação turca após a batalha de Mohács são raros na Hungria”, segundo o post no Facebook. (O Império Otomano, liderado por Suleiman, o Magnífico, derrotou a Hungria e seus aliados na Batalha de Mohács em 29 de agosto de 1526; esta batalha marcou o fim da monarquia húngara e abriu caminho para o domínio turco e habsburgo da região.

O museu planeja continuar a explorar este local em busca de outros tesouros históricos.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Em pior momento da pandemia, Bolsonaro critica 'mimimi' e diz que brasileiro tem que enfrentar vírus

Um dia após o registro de novo recorde diário de mortes pela covid-19 no país, o presidente Jair Bolsonaro deu uma série de declarações dando a entender que o choro pelas vítimas é "frescura" e …

89% dos norte-americanos veem a China como inimiga ou concorrente

A maioria dos norte-americanos não vê a China como parceira e expressa preocupações crescentes sobre o histórico de direitos humanos e as práticas econômicas de Pequim, revelou uma nova pesquisa do Pew Research Center nesta …

Governadores pedem a Bolsonaro maior esforço por vacinas

Em meio ao pior momento da epidemia de covid-19 no Brasil, os governadores de 14 estados brasileiros enviaram nesta quinta-feira (04/03) uma carta ao presidente Jair Bolsonaro pedindo um maior esforço para a compra de …

Nova Zelândia lança alerta de tsunami e ordena retirada de habitantes da costa nordeste

Um alerta de tsunami foi emitido após um forte terremoto de magnitude 7,8 nas remotas ilhas Kermadec, na Nova Zelândia, no oceano Pacífico. As autoridades determinaram a retirada de todos os habitantes do litoral …

União Europeia começa exame contínuo da vacina russa Sputnik V

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) deu início ao exame contínuo do dossiê de registo da vacina Sputnik V para verificar sua conformidade com as normas europeias de eficácia, segurança e …

Afrouxar uso de máscaras é "pensamento neandertal", diz Biden

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, criticou nesta quarta-feira (03/03) a decisão dos estados do Texas e do Mississippi de suspender a obrigatoriedade do uso máscaras para conter a propagação do coronavírus. O democrata …

Argentina só vai habilitar motoristas que fizerem curso sobre igualdade de gênero

A partir de março e 2021 quem quiser tirar carteira de habilitação na Argentina terá de estudar mais do que somente as leis de trânsito, o funcionamento do automóvel e a própria condução de um …

ONGs denunciam grupo Casino na Justiça francesa por desmatamento na Amazônia

Organizações de defesa do meio ambiente e dos povos indígenas denunciaram nessa quarta-feira (3) o grupo Casino na Justiça francesa. A empresa é acusada de responsabilidade no desmatamento da Amazônia através da venda de …

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Um cientista criou um algoritmo de computador que pode levar a descobertas transformadoras em energia e cuja própria existência levanta a probabilidade de que nossa realidade possa realmente ser uma simulação. O algoritmo foi criado pelo …

The Crown "é baseada na verdade", diz Harry que dá ideia de convívio com família real

Principe Harry defendeu a série “The Crown” da Netflix, dizendo que – embora não fosse “estritamente preciso” – retratava as pressões da vida dentro da família real. Em uma entrevista com James Corden, do programa americano …