Essa é a primeira imagem da teia cósmica de filamentos gasosos que conectam o universo

(dr) Joshua Borrow

Graças aos mais avançados telescópios da Terra, pesquisadores conseguiram fazer a primeira imagem da misteriosa “teia cósmica” que permeia todo o universo.

De acordo com os modelos cosmológicos padrão, filamentos de matéria (principalmente hidrogênio) permeiam todo o espaço aparentemente vazio entre aglomerados de galáxia no universo. Tais filamentos são conhecidos como “teia cósmica”.

A teoria dita que são uma espécie de resquício do Big Bang, compõem mais de 60% do gás do universo e alimentam diretamente a produção de estrela em diversas regiões. Nas intersecções de tais filamentos, vias gasosas que conectam todo o espaço, galáxias florescem.

Os filamentos são parte importante da nossa compreensão do universo, mas são extremamente difíceis de detectar, porque são superdifusos e não emitem luz suficiente para serem identificados por telescópios terrestres. Um artigo sobre a pesquisa foi publicado na revista científica Science.

Para conseguir finalmente observá-los, os pesquisadores utilizaram um instrumento chamado “Explorador Espectroscópico de Unidades Múltiplas” do Telescópio Muito Grande do Observatório Europeu do Sul (uma organização intergovernamental localizada na Alemanha).

Eles apontaram o telescópio para um grupo de galáxias muito antigas localizadas na constelação de Aquário. A luz das estrelas e buracos negros da região iluminam fracamente os filamentos de hidrogênio que existem entre essas galáxias, permitindo que os pesquisadores mapeiem pelo menos um pedaço dessa teia cósmica.

A imagem resultante, vista abaixo, mostra filamentos de hidrogênio (azuis) se estendendo por mais de 3 milhões de anos-luz e cruzando um aglomerado de galáxias antigas (brancas), situadas a cerca de 12 bilhões de anos-luz de distância da Terra.

Conforme previsto pelos modelos cosmológicos, os filamentos de gás parecem alimentar diretamente as galáxias mais ativas do aglomerado, bombeando hidrogênio para estrelas recém-nascidas e buracos negros famintos.

Vale observar que, embora as evidências coletadas neste estudo sejam as mais convincentes de que a teia cósmica realmente existe, o estudo de estruturas tão distantes e difusas gera algumas limitações.

Por exemplo, é basicamente impossível dizer onde cada filamento começa e termina, de forma que diferentes pesquisadores podem definir suas fronteiras de diferentes maneiras, o que por sua vez pode resultar em imagens potencialmente diferentes da mesma estrutura.

Um novo telescópio ultravioleta espacial poderia nos ajudar a visualizar melhor como essa teia se conecta a galáxias mais jovens e próximas de nós, mas essa possibilidade ainda é remota, uma vez que tal instrumento é complexo e sairia muito caro.

De qualquer forma, pesquisas futuras devem auxiliar os cientistas a mapear ainda melhor a teia cósmica rastreando suas emissões em comprimentos de onda de rádio ou raio-X.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

COVID-19: produção de vacina pode causar morte de meio milhão de tubarões, alertam especialistas

Óleo natural feito a partir do fígado dos tubarões é um componente-chave entre os ingredientes utilizados por vários candidatos a vacina contra a COVID-19. A Shark Allies, uma organização de defesa aos tubarões, da Califórnia, EUA, …

Quem é Amy Barrett, a indicada de Trump para Suprema Corte?

Se aprovada pelo Senado, atual juíza federal e católica devota poderá influenciar a vida pública dos EUA por décadas e mover de vez a composição da Corte para uma orientação conservadora. Se no Brasil o presidente …

Uber ganha 18 meses de licença para atuar em Londres

Após uma longa batalha jurídica, a Uber ganhou uma licença para restabelecer suas operações em Londres pelos próximos 18 meses. Em novembro de 2019, a empresa havia sido impedida de atuar na capital inglesa, depois que …

Testes de DNA da moda não identificam indígenas brasileiros

Testes de DNA estão na moda. Se você pensou em exames para comprovar paternidade ou algo nesse sentido: não é disso que estamos falando (embora pudéssemos). A nova tendência — entre aqueles que têm condições para …

EUA e Brasil querem barrar governo Maduro na Organização Pan-Americana da Saúde

Os Estados Unidos, o Brasil e outros 11 países rejeitaram nesta segunda-feira (28) a legitimidade do governo de Nicolás Maduro na Venezuela para participar do Conselho Diretor da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). A …

Água líquida em Marte: descobertas mais reservas no polo sul do Planeta Vermelho

Em 2018, pesquisadores italianos anunciaram que haviam encontrado evidências da existência de água líquida em Marte, abaixo da calota polar sul. Agora, a equipe voltou em mais uma série de informações que não apenas sustentam essa …

Cientistas russos encontram nova forma de tratamento para covid-19

Uma equipe de cientistas russos sugeriu tratar os pacientes gravemente afetados pelo coronavírus SARS-CoV-2 da mesma maneira que são tratados alguns casos de intoxicação. De acordo com os especialistas do Instituto de Pesquisa de Medicina de …

Covid-19 já causou a morte de um milhão de pessoas no mundo

Nove meses após seu surgimento na China, a pandemia de Covid-19 superou, neste domingo (27), o número simbólico de um milhão de mortos no mundo. No total, o coronavírus causou 1.000.009 mortes e 33.018.877 casos …

Homem que comia alcaçuz todos os dias morre e médicos alertam sobre riscos à saúde

Um homem de 54 anos morreu após consumir alcaçuz em excesso. Segundo os médicos do Hospital Geral de Massachussets (EUA), após duas semanas ingerindo alcaçuz preto em excesso, o homem teve uma overdose de uma …

Conflito armado se acirra na fronteira entre Armênia e Azerbaijão

A Armênia e o Azerbaijão se acusaram mutuamente neste domingo (27/09) de iniciar confrontos mortais na região separatista de Nagorno-Karabakh, na fronteira entre os dois países, em meio a uma disputa territorial de décadas. Ao …