NASA detecta novas pistas sobre como galáxias antigas iluminavam Universo

NASA/JPL-Caltech/ESA/Spitzer/P. Oesch/S. De Barros/ I.Labbe

Foto tirada pelo telescópio espacial Spitzer, da NASA, mostra galáxias extremamente distantes (circuladas em vermelho), com uma delas sendo mostrada no canto inferior direito

O telescópio espacial Spitzer da NASA revelou que algumas das primeiras galáxias do Universo eram mais brilhantes do que o esperado.

Em um novo estudo, os cientistas relataram observações de algumas das primeiras galáxias que se formaram no Universo, cerca de 730 milhões de anos depois do Big Bang, que emitiram uma radiação ionizante extremamente forte. A luminosidade é um subproduto da liberação de altas quantidades de radiação ionizante.

Segundo os pesquisadores, isso poderia ter condicionado a chamada era da reionização do hidrogênio, durante a qual foram criadas as estrelas que hoje existem.

Antes da ionização, os átomos de hidrogênio interrompiam as ondas de luz, que não podiam ser propagadas eficazmentee. Essas colisões teriam retirado os átomos de hidrogênio neutros de seus elétrons, ionizando-os.

É uma das maiores questões abertas na cosmologia observacional […] Sabemos que aconteceu, mas o que o causou? Estas novas descobertas podem ser uma grande pista”, disse Stephane De Barros, investigador na Universidade de Geneva e autor principal do estudo, na declaração da NASA divulgada dia 8 de maio.

Usando essas observações do telescópio Spitzer, os astrônomos examinaram 135 galáxias que estão a mais de 13 bilhões de anos-luz de distância do nosso planeta e, portanto, são consideradas como vivendo até agora no período de reionização.

Os pesquisadores descobriram que essas galáxias eram particularmente brilhantes em dois comprimentos específicos de ondas infravermelhas, que são emitidas durante a colisão da radiação ionizante com hidrogênio e oxigênio dentro delas.

Eles concluíram que os antigos conjuntos de matéria eram dominados por estrelas compostas principalmente por elementos leves, ou seja, hidrogênio e hélio, que contêm quantidades muito pequenas de elementos “pesados” (como nitrogênio, carbono e oxigênio) em comparação com estrelas encontradas em galáxias modernas comuns.

“Estes resultados de Spitzer são certamente mais um passo na resolução do mistério da reionização cósmica […] Agora sabemos que as condições físicas nestas galáxias iniciais eram muito diferentes das existentes nas galáxias típicas de hoje. O trabalho do telescópio espacial James Webb será descobrir as razões detalhadas de isso acontecer“, disse Pascal Oesch, coautor do estudo.

A natureza das galáxias antigas continuará a ser estudada pelo telescópio Webb da NASA, cujo lançamento está previsto para 2021, lê-se no site da agência espacial.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

China proibirá plástico não biodegradável

País asiático quer reduzir o uso de produtos como talheres e sacolas descartáveis em 30% até 2025. Plano prevê proibições escalonadas em hotéis, restaurantes e serviços de entrega do comércio eletrônico em áreas urbanas. As autoridades …

Inteligência artificial está sendo usada para combater extinção de pinguins

Uma tecnologia de inteligência artificial está sendo determinante no combate à extinção de pinguins no mundo. A ferramenta está sendo utilizada pela Gramener, empresa membro Intel AI Builder, que, a partir de imagens de regiões …

Criaram um escape room baseado em La Casa de Papel

As empresas Fever Originals, Atresmedia e Enigma Exprés criaram um escape room na Espanha baseado em “La Casa de Papel“. Mais de 80 mil pessoas participaram da primeira temporada do desafio. Vestidos com os uniformes e …

Guaidó desafia proibição de deixar Venezuela e inicia giro internacional em busca de apoio

O opositor venezuelano Juan Guaidó voltou a desafiar a proibição de deixar o país. O autoproclamado presidente interino viajou para a Colômbia, antes de seguir para Bélgica e Suíça. Ele pretende participar do Fórum …

FMI prevê melhora para economia brasileira, apesar da redução do crescimento mundial

O Fundo Monetário Internacional reduziu nesta segunda-feira (20) sua expectativa de crescimento global para este ano. A instituição é mais otimista sobre a situação do Brasil, que deve crescer nos próximos anos. O FMI disse …

Harry diz estar triste por deixar deveres reais

O príncipe Harry falou neste domingo (19/01) de sua tristeza por ser obrigado a desistir de seus deveres reais em um acordo com a família real britânica, dizendo não haver outra opção se ele e …

Ultrassom destrói células cancerosas

Cientistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia e do Instituto de Pesquisa Beckman da Cidade da Esperança desenvolveram uma técnica de ultrassom direcionado de baixa intensidade que mata células cancerígenas sem afetar as células saudáveis …

Robôs são maior ameaça à humanidade que mudança climática, segundo especialista

Especialista em inteligência artificial acredita que robôs podem ser hackeados por terroristas, além de outros problemas, tornando-os potencialmente perigosos para o homem. Se por um lado a tecnologia pode ajudar o homem em suas tarefas do …

Sem capacidade para reciclar, Malásia devolve lixo para países desenvolvidos

A Malásia devolveu 150 contêineres de lixo ilegal para seus países de origem. Entre eles estão os Estados Unidos, a França, o Reino Unido e o Canadá, anunciaram as autoridades nesta segunda-feira (20). Segundo …

Defesa de Trump diz que processo de impeachment é ilegal

Em primeira manifestação formal desde o início do julgamento do presidente, defesa acusa oposição democrata de tentar interferir nas eleições de 2020. Os advogados do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disseram neste sábado que o …