Estrela gigante rica em lítio recém-descoberta pode estar ligada ao Big Bang

Astrônomos chineses descobriram uma estrela gigante rica em lítio, um dos elementos químicos considerados presentes no Big Bang. A descoberta pode ajudar a compreender melhor a evolução do Universo.

De acordo com um novo estudo, publicado esta semana na Nature Astronomy, a estrela – designada gigante por ter uma luminosidade entre dez e mil vezes mais intensa que a do Sol – foi encontrada na direção de Ophiuchus, no lado norte do disco galático. A “gigante” tem 3 mil vezes mais lítio do que outras estrelas e se encontra a 4.500 anos-luz da Terra.

Uma equipe de pesquisadores, liderada por astrônomos dos Observatórios Astronômicos Nacionais da China (NAOC) da Academia Chinesa de Ciências, fez a descoberta com o Espectroscópio de Fibra de Objetos Múltiplos de Grande Área (LAMOST).

O telescópio utilizado pode observar cerca de 4 mil corpos celestes em simultâneo, contribuindo massivamente para o estudo da estrutura da galáxia.

O lítio é considerado um dos três elementos químicos sintetizados no Big Bang, juntamente com o hélio e o hidrogênio. A abundância dos três elementos é entendida pela comunidade científica como a prova mais forte da teoria do Big Bang, que defende que o Universo nasceu de um único ponto contido no espaço e que depois se expandiu.

A evolução do lítio tem sido um tema central na pesquisa da evolução do Universo e das próprias estrelas. No entanto, é muito raro encontrar estrelas gigantes ricas em lítio, apenas algumas foram encontradas nas últimas três décadas. E, por isso, esse estudo assume relevância especial, aponta Zhao Gan, astrônomo do NAOC.

“A descoberta dessa estrela aumentou largamente o limite superior já observado de abundância de lítio”, disse Zhao em declarações à Xinhua Net.

A recém-descoberta estrela tem ainda uma massa de quase 1,5 vez o nosso Sol.

Cientistas de outras instituições, incluindo o Instituto de Energia Atômica da China e a Universidade de Pequim, se uniram à equipe de pesquisa para tentar encontrar uma explicação para o fenômeno rico em lítio. Para isso, recorreram a uma simulação de rede nuclear com os mais recentes dados atômicos.

Os pesquisadores acreditam que o elemento em abundância possa ser resultado de um processo especial de troca de material no interior da estrela.

Concluída em 2008, o LAMOST começou a fazer pesquisas regulares em 2012. Ajudou os cientistas chineses a criar um catálogo final com cerca de 10 milhões de espectros durante anos e estabeleceu ainda o maior banco de dados do mundo de espectros estelares.

Ciberia, Lusa // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Portugal isola Lisboa para conter disseminação de variante

Em meio a alta de casos e difusão da variante delta do coronavírus, detectada inicialmente na Índia, governo português restringe circulação para dentro e para fora da região metropolitana da capital no fim de semana. Em …

Astrônomos descobrem as maiores estruturas giratórias conhecidas no universo

Tentáculos de galáxias com centenas de milhões de anos-luz de comprimento podem ser os maiores objetos giratórios do universo, um novo estudo descobriu. Corpos celestes muitas vezes giram, planetas, estrelas e galáxias. No entanto, aglomerados gigantes …

Facebook implementa software de IA capaz de detectar fotos e vídeos falsos

Os deepfakes são arquivos de mídia, incluindo fotos, vídeos e áudio, editados através de inteligência artificial (IA), que fornecem alto realismo e muitas vezes causam confusão após serem compartilhados nas redes sociais. Na quarta-feira (16), os …

China envia três astronautas para sua estação espacial

Grupo deverá ficar três meses no espaço e colocar em funcionamento o módulo central da estação espacial Tiangong. China não participa da ISS por decisão dos EUA. A primeira missão tripulada enviada pela China para a …

Putin “não quer Guerra Fria com EUA”, diz Biden após encontro com presidente russo

Os presidentes dos Estados Unidos, Joe Biden, e da Rússia, Vladimir Putin, participaram nesta quarta-feira (16) de uma esperada reunião bilateral. O encontro realizado em Genebra acontece em um contexto de forte tensão entre …

Variante lambda do coronavírus: o que se sabe sobre mutação que se espalha pela América do Sul e preocupa OMS

Os vírus usam técnicas diferentes para continuar infectando as pessoas. E o caso da covid-19 não é exceção. As versões atuais da doença estão se espalhando muito mais facilmente do que a original, que surgiu na …

Embaixadores da Rússia e dos EUA "regressam ao trabalho", diz Putin após cúpula com Biden

A Rússia e os EUA acordaram o regresso de seus embaixadores, informou Vladimir Putin. Vladimir Putin, presidente da Rússia, disse, após conversas com seu homólogo americano Joe Biden, que os embaixadores russo e norte-americano voltam …

Cientistas desvendam segredos genéticos dos menores mamíferos mergulhadores do mundo

Biólogos descobriram os segredos genéticos dos menores mamíferos mergulhadores do mundo: os musaranhos aquáticos. Usando amostras de DNA para construir uma árvore evolutiva, cientistas revelaram em um estudo recente que o comportamento destes mamíferos comedores de …

Pandemia, tufões e inundações agravaram crise alimentar na Coreia do Norte

O líder norte-coreano Kim Jong-Un admitiu que o país enfrenta uma "situação alimentar crítica", informou a mídia estatal nesta quarta-feira (16). A Coreia do Norte, cuja economia sofre com os reflexos de várias sanções …

Israel ataca Faixa de Gaza em resposta a balões incendiários

Bombardeios israelenses miram alvos do Hamas, testando cessar-fogo acertado em maio após 11 dias de conflito com militantes palestinos. Marcha de nacionalistas judeus em Jerusalém elevou tensão. Israel bombardeou alvos do Hamas na Faixa de Gaza …