Hubble fotografa a estrela mais distante já encontrada

Hubble / NASA / ESA

Ícaro, que está a 9 bilhões de anos-luz da Terra, é a estrela solitária mais longínqua já encontrada. A descoberta foi possível através do fenômeno conhecido como lente gravitacional.

A mais de metade da distância do Universo, uma enorme estrela azul chamada de Ícaro é a estrela solitária mais distante já vista.

Normalmente, a luz seria muito fraca para observar, mas graças a uma ocorrência fortuita da natureza que amplificou o fraco brilho da estrela, e usando o Telescópio Espacial Hubble, os astrônomos foram capazes de identificar a estrela e estabelecer um novo recorde de distância.

A estrela, abrigada em uma galáxia espiral muito distante, está tão longe que sua luz levou 9 bilhões de anos para chegar à Terra. A luz estelar recebida foi liberada quando o Universo tinha cerca de 30% da sua idade atual.

A descoberta de Ícaro, através do fenômeno de lente gravitacional, deu início a um novo modo dos astrônomos estudarem estrelas individuais em galáxias distantes. “Essa é a primeira vez que vemos uma estrela solitária ampliada”, explicou o líder do estudo Patrick Kelly, pós-doutor da Universidade da Califórnia e da Universidade do Minnesota.

“Podemos ver galáxias individuais, mas essa estrela está pelo menos 100 vezes mais distante do que a próxima estrela solitária que podemos estudar”, comentou.

O fenômeno “lente gravitacional” surge quando um aglomerado de galáxias curva a luz que o atravessa, vinda de objetos mais distantes, e aumenta a sua luminosidade enquanto estica sua imagem.

No caso de Ícaro, uma “lupa” natural é criada por um aglomerado de galáxias chamado MACS J1149+2223. A 5 bilhões de anos-luz da Terra, esse enxame galático situa-se entre a Terra e a galáxia que contém a estrela distante.

O nome “Ícaro” surge em homenagem ao personagem da mitologia grega que voou muito perto do Sol graças às asas de cera que depois derreteram (seu nome oficial é “MACS J1149+2223 Lensed Star 1”).

Assim como Ícaro, a estrela teve uma glória passageira a partir da perspectiva terráquea: disparou momentaneamente para 2 mil vezes o seu brilho verdadeiro quando foi temporariamente ampliada.

Os modelos sugerem que o aumento de brilho se deve provavelmente à ampliação gravitacional de uma estrela, semelhante em massa ao Sol, no aglomerado de galáxias em primeiro plano, quando a estrela se movia em frente de Ícaro. A luz da estrela é geralmente ampliada cerca de 600 vezes devido à massa do enxame em primeiro plano.

NASA & ESA and P. Kelly (University of California, Berkeley)

Ícaro foi avistada quase por acaso, em 2016, enquanto o telescópio Hubble monitorava uma supernova situada na mesma galáxia onde se avistou a estrela isolada. Quando analisaram as cores da luz proveniente do objeto, descobriram que era uma estrela supergigante azul.

Esse tipo de estrela é muito maior, mais maciça, quente e possivelmente centenas de milhares de vezes mais brilhante que o Sol. Mas a esta distância, ainda estaria longe demais para ser observada sem a ampliação da lente gravitacional, mesmo para o poderoso Hubble.

Como Kelly e sua equipe souberam que Ícaro não era outra supernova? “A fonte não está ficando mais quente; não está explodindo. A luz está apenas sendo ampliada” comenta Kelly. “E é isso que esperamos das lentes gravitacionais.”

A detecção da ampliação de uma única estrela de fundo forneceu uma oportunidade única para testar a natureza da matéria escura no enxame. Os cientistas foram capazes de testar uma teoria de que a matéria escura pode ser composta principalmente por um grande número de buracos negros primordiais formados no nascimento do Universo.

Os resultados do teste único desfavorecem a hipótese, porque as flutuações de luz da estrela de fundo, monitoradas com o Hubble durante 13 anos, pareceriam diferentes se houvesse um enxame de buracos negros intervenientes.

Quando o Telescópio Espacial James Webb da NASA for lançado, os astrônomos esperam encontrar muitas mais estrelas como Ícaro.

Ciberia // CCVAlg / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Colin Powell, ex-secretário de Estado dos EUA, morre aos 84 anos

Primeiro negro a ocupar topo da diplomacia e da máquina militar americana, ex-general teve papel de destaque na Guerra do Golfo e arranhou sua credibilidade ao apoiar a invasão do Iraque uma década depois. Colin Powell, …

Criminosos usam escaneamento por código do próprio usuário para 'sequestrar' contas do WhatsApp

Em 2019, um relatório divulgado pelo laboratório de pesquisa da empresa de segurança virtual Eset alertou que uma das formas crescentes de sequestro de contas do WhatsApp era feita por meio de um ataque conhecido …

EUA: Manobras de Trump bloqueiam investigação sobre invasão do Capitólio

Vários parceiros e associados do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se recusaram a comparecer à comissão da Câmara que investiga a invasão de 6 de janeiro de 2021 contra o Capitólio, sede do …

Dor nos olhos após COVID-19: cientistas explicam causa de complicação inesperada do vírus

Uma pesquisa de cientistas alemães mostrou que o coronavírus pode penetrar nos olhos e infectar os fotorreceptores e células ganglionares na retina. Isso pode ser uma causa de problemas com os olhos após a COVID-19. Os …

Estudo mostra como mudanças climáticas afetarão a energia hidrelétrica no Brasil

Um novo relatório publicado pela Global Environmental Change revela que, nas próximas décadas, as reduções de precipitação e vazão dos rios na região amazônica — a maior bacia hidrográfica do mundo e uma forte candidata …

Merkel é premiada por compromisso com a União Europeia

"Somente uma Europa unida é uma Europa forte", diz a líder alemã ao receber o prêmio Carlos 5º. Rei espanhol destaca pragmatismo e confiabilidade da chanceler federal, descrevendo-a como uma "mulher extraordinária". Prestes a deixar o …

França: crianças pobres são ainda mais vulneráveis à poluição do ar, aponta relatório

O Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e a rede mundial Climate Action Network International, que reúne associações que lutam contra o aquecimento global, divulgaram, nesta quinta-feira (14), o relatório "Injustiça social …

'Love is in the Bin': a obra semidestruída de Banksy vendida a R$ 121 milhões em leilão

Uma obra de arte de Banksy que se autodestruiu parcialmente em um leilão anterior foi arrematada agora a um preço recorde de 16 milhões de libras (cerca de R$ 121 milhões). Love is in the Bin …

EUA tentam virar a página da era Trump e voltam ao Conselho de Direitos Humanos da ONU

Os Estados Unidos voltaram, nesta quinta-feira, ao Conselho de Direitos Humanos da ONU, órgão que o país havia deixado durante o mandato de Donald Trump. O retorno mostra a vontade de Washington de fazer …

Explosões deixam vários mortos em mesquita no Afeganistão

Ao menos 33 pessoas morrem após explosões em mesquita xiita durante a oração de sexta-feira. Testemunha diz ter visto homens-bomba. Incidente ocorre dias depois de ataque do "Estado Islâmico" contra xiitas no país. Fortes explosões atingiram …