Estudo revela caso de idosa belga que morreu após ser infectada por duas variantes do coronavírus

Pesquisadores belgas revelaram no sábado o caso inédito de uma mulher de 90 anos que morreu, no último mês de março, após ter sido contaminada simultaneamente por duas variantes: a britânica Alfa e a sul-africana Beta. Esse é um dos primeiros registros de coinfecção com linhagens preocupantes do coronavírus, aponta o estudo apresentado no Congresso Europeu de Microbiologia Clínica e Doenças Infecciosas. 

A autora da pesquisa, a bióloga molecular Anne Vankeerberghen, afirma que o fenômeno está sendo “subestimado” pelos especialistas e precisa ser melhor estudado. A publicação foi apresentada na edição de 2021 do congresso, realizado virtualmente devido à pandemia de Covid-19.

Em 3 de março de 2021, a idosa que não tinha antecedentes médicos em particular e não foi vacinada contra a Covid-19, foi internada no hospital OLV na cidade belga de Aalst, no norte do país, após uma série de quedas.

No local, ela testou positivo para a Covid-19, mas apresentava inicialmente “um bom nível de saturação de oxigênio e nenhum sinal de dificuldade respiratória”, segundo os pesquisadores. No entanto, “rapidamente desenvolveu sintomas respiratórios agravados e morreu cinco dias depois”.

Após vários exames e o sequenciamento do vírus, o hospital descobriu que a idosa havia sido infectada com duas linhagens que causam a Covid-19: uma originária do Reino Unido, chamada Alpha, e a outra inicialmente detectada na África do Sul, a Beta.

“As duas variantes estavam circulando na Bélgica na época [março de 2021], então é provável que a mulher tenha sido coinfectada por duas pessoas diferentes. Infelizmente não sabemos como ela foi contaminada”, acrescentou Vankeerberghen.

O Congresso Europeu de Microbiologia Clínica e Doenças Infecciosas lembrou que a existência da variante Alpha foi divulgada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 14 de dezembro de 2020 e da Beta logo depois, em 18 dezembro. Nos meses seguintes, as duas linhagens se propagaram por dezenas de países.

Sequenciamento é “crucial”

De acordo com a bióloga do hospital OLV em Aalst, “é difícil dizer se a coinfecção por duas variantes desempenhou um papel na rápida deterioração da condição do paciente”. No entanto, para a autora do estudo, é “crucial” continuar realizando o sequenciamento e a análise deste fenômeno.

O Congresso Europeu de Microbiologia Clínica e Doenças Infecciosas lembrou que, no Brasil, dois casos de pessoas infectadas por duas variantes diferentes foram relatados em janeiro em um estudo. No entanto, o material ainda não foi publicado por nenhuma revista científica.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …