Estudo revela ligação entre grandes terremotos na Itália e emissões ocultas de CO2

Jorge Nunez / EPA

Após um terremoto em 2009, foi conduzido um estudo no país europeu até 2018, que descobriu que centenas de milhares de toneladas de dióxido de carbono saíram para a atmosfera como resultado do tremor.

Cientistas do Instituto Nacional Italiano de Geofísica e Vulcanologia descobriram que os terremotos na Itália estão ligados a emissões de dióxido de carbono (CO2), noticiou o portal Science Alert.

Tudo começou quando um terremoto atingiu a cidade montanhosa italiana de L’Aquila em abril de 2009. Em seguida, pesquisadores da instituição começaram medindo o dióxido de carbono que estava borbulhando nas nascentes próximas, esperando detectar que processos terrestres, que não das placas tectônica, poderiam ter desencadeado o choque sísmico. O processo levou anos e foi concluído em 2018. Nesse período ocorreram mais dois terremotos significativos.

Os cientistas compararam os pulsos de gás CO2 dissolvido que se originaram no subsolo profundo de dois aquíferos de água cerca de dez a 15 quilômetros abaixo do solo, que se alimentam de nascentes superficiais, com os registros de atividade sísmica.

Segundo descobriram os autores do estudo publicado na revista científica Science Advances, houve 1,8 milhão de toneladas de dióxido de carbono lançado à superfície, o equivalente à quantidade de carbono emitido por 350.000 carros em um ano.

“Os terremotos dos Apeninos na última década estão claramente associados à subida de CO2 profundamente derivado”, afirmaram os autores em comunicado de imprensa, acrescentando que há correlação positiva entre as emissões do gás e os períodos de atividade sísmica.

Os cientistas apontaram que este método pode ser utilizado em investigações futuras, tendo em conta as preocupações com a poluição atmosférica global. “A análise das águas subterrâneas torna possível investigar áreas relativamente grandes e processos tectônicos relacionados em escala regional”, comentam.

“O estudo de águas subterrâneas em áreas tectonicamente ativas seria uma ferramenta poderosa para estimar melhor o orçamento global das emissões tectônicas de dióxido de carbono para a atmosfera”, afirmaram os pesquisadores.

As expulsões de CO2 foram anteriormente medidas nos Apeninos e em alguns pontos ao longo da fenda do leste africano, que vai da Etiópia até Moçambique, mas esta é a primeira vez que é revelada a ligação entre terremotos e o dióxido de carbono fluindo através de nascentes e respiradouros ao longo do tempo.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Funcionário de funerária é demitido após tirar selfie com corpo de Maradona

Foi demitido o funcionário da funerária responsável pelo velório do ex-jogador Diego Armando Maradona que tirou uma foto ao lado do caixão com o corpo do astro, enterrado nesta quinta-feira, dia 26, na Grande Buenos …

Museu de Londres reunirá relatos de sonhos de britânicos na pandemia

Projeto visa documentar mudanças no sono causadas pelo confinamento e pela crise gerada com a covid-19, além de coletar narrativas sobre o período para gerações futuras. Mudanças no sono aparentemente têm sido comuns durante a pandemia …

'O Gambito da Rainha': série da Netflix ignora sexismo no xadrez, diz ex-campeã

Existem várias cenas comoventes em O Gambito da Rainha, a série da Netflix que conta a história fictícia de Beth Harman, uma jovem prodígio do xadrez da década de 1960. Em uma delas, um jogador experiente …

Detectada "partícula fantasma" no Sol que confirma teoria da década de 1930

Uma equipe internacional de cientistas conseguiu, pela primeira vez, detectar diretamente a presença do ciclo carbono-nitrogênio-oxigênio (CNO) na fusão nuclear do Sol. Este ciclo representa uma das reações de fusão pelas quais as estrelas convertem hidrogênio …

Musk acertou? Tesla se aproxima dos US$ 500 bilhões de valor de mercado

Nesta segunda-feira (23), a Tesla atingiu o valor de mercado de US$ 498 bilhões. E isso em um momento em que não se sabe se a empresa vai conseguir atingir a sua meta de entregar …

Papai Noel é considerado 'trabalhador essencial' na Irlanda

Na mesma semana em que novas restrições de viagem foram colocadas em prática no Reino Unido e na Irlanda diante dos estragos causados pela segunda onda da pandemia de covid-19 na Europa, a Irlanda fez …

Especialistas da ONU advertem sobre viés racista em algoritmos

Os países devem fazer mais para combater o racismo, principalmente nos algoritmos de inteligência artificial utilizados para reconhecimento facial e controles policiais. Essas ferramentas podem reforçar discriminações, alertam especialistas da ONU. Segundo a especialista jamaicana …

Estudo de dentes de megalodonte revela segredos do tubarão de 18 metros

Especialistas em tubarões revelaram mais informações sobre um dos maiores predadores dos mares – o megalodonte. Nova pesquisa de dentes fossilizados da espécie Odotus megalodons, chamada também de megalodonte, sugere que os tubarões fêmeas desta espécie …

Escritor é alvo de censura e terá conta no Twitter suspensa por críticas contra Igreja Universal

O escritor J. P. Cuenca foi censurado por uma decisão judicial e terá sua conta do Twitter suspensa após o juiz da comarca de Campos dos Goytacazes (RJ), Ralph Machado Manhães Junior, acatar um pedido …

"Tesouro" espetacular de antigos artefatos de caça na Noruega é descoberto sob gelo derretido

Arqueólogos descobriram um “tesouro” de artefatos enquanto outra grande mancha de gelo derrete nas montanhas norueguesas, revelando um total de 68 flechas e muitos outros itens de um antigo local de caça de renas. As primeiras …