Governo inicia megaexpedição para se aproximar de índios isolados no Amazonas

Uma equipe com cerca de 30 pessoas coordenadas pela Funai (Fundação Nacional do Índio) e amparadas por soldados do Exército e policiais federais e militares iniciou, no último domingo, uma expedição que poderá durar vários meses e tentará se aproximar de um grupo de índios isolados na Terra Indígena Vale do Javari, no extremo oeste do Amazonas.

É a primeira vez nos últimos 23 anos que o governo brasileiro organiza uma missão desse porte e que pode resultar no contato com índios isolados, segundo a Funai.

O objetivo principal da operação é apaziguar as relações entre o grupo, da etnia korubo, e índios do povo matis, já contatados. Confrontos entre as duas comunidades provocaram entre dez e 17 mortes desde 2014, conforme relatórios da Funai.

Temos uma situação extrema ali, que coloca em risco a sobrevivência física do grupo isolado (korubo), assim como a integridade física dos matis”, diz à BBC News Brasil, o chefe da missão, Bruno Pereira, coordenador-geral de índios isolados e de recente contato da Funai.

A equipe — composta por servidores da Funai, colaboradores locais, um médico, uma enfermeira, um técnico de enfermagem e cerca de 20 índios da região — partiu da cidade de Tabatinga (AM) rumo à base da Funai, no rio Ituí, dentro da terra indígena.

A Polícia Federal, o Exército e a Polícia Militar do Amazonas farão bloqueios em rios da região durante a expedição. Segundo Pereira, a ação policial busca barrar e investigar “quadrilhas profissionais de infratores ambientais que pescam tartaruga e pirarucu” dentro da terra indígena e promoveram quatro ataques com armas de fogo.

Requisitada pelos índios matis, a expedição divide especialistas e outros indígenas do Vale do Javari — críticos dizem que a missão pode agravar os conflitos na área, além de violar o direito à autodeterminação de um grupo que decidiu viver em isolamento.

O governo considera isolados os grupos sem relações permanentes com a sociedade nacional ou com outros povos indígenas. A Funai estima que o grupo isolado korubo tenha entre 30 e 40 integrantes.

O grupo contatado em 2014 e 2015 também vinha reivindicando à Funai um reencontro com os parentes isolados. “Eles argumentam que, se não puderem ir para lá, vão se vingar dos matis, vai ter uma nova guerra e vai morrer todo mundo lá dentro“, diz Bruno Pereira.

Para Antenor Vaz, ex-servidor da Funai que já chefiou a Frente de Proteção Etnoambiental do órgão no Vale do Javari, a operação é arriscada. Ele diz que índios korubo contatados em 1996 já tentaram visitar o mesmo grupo isolado em 2009, mas foram rechaçados.

“Dois índios contatados foram cercados e quase morreram. Levaram bordunadas na cabeça e se salvaram por sorte”, ele afirma à BBC News Brasil.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

NASA descobre água congelada bem debaixo da superfície de Marte

A agência espacial norte-americana lançou um mapa mostrando onde há depósitos de água congelada no Planeta Vermelho. De acordo com a NASA, a água está localizada tão próximo da superfície que os astronautas poderiam cavá-la com …

Essa é a primeira instalação de compostagem humana do mundo

Uma empresa chamada Recompose está prestes a se tornar a primeira instalação de compostagem humana do mundo, projetada para começar suas operações em 2021 na cidade de Seattle, nos EUA. Graças a uma nova lei que …

Zapata 'gay': pintura de herói revolucionário mexicano nu em pose sensual gera invasão de museu

Manifestantes invadiram o Palácio das Belas Artes na Cidade do México na terça-feira em protesto contra uma pintura que mostra o herói revolucionário Emiliano Zapata fazendo uma pose "não convencional". A multidão pediu que a obra …

Companhia aérea cria rede de restaurantes de ‘comida de avião’ em terra firme

Em princípio a comida de avião não lembra o sabor e a qualidade de nossos restaurantes preferidos, muito menos a delícia de uma boa comida caseira – a não ser, é claro, para aqueles que …

Forças Armadas alemãs voltarão a empregar rabinos como capelães militares

As Forças Armadas da Alemanha (Bundeswehr) vão empregar rabinos como capelães militares. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (11/12) pela ministra da Defesa do país, Annegret Kramp-Karrenbauer. As dezenas de milhares de católicos e protestantes em …

Plantas dão gritos ultrassônicos quando estressadas, e podemos até dizer por que

Uma nova pesquisa da Universidade de Tel Aviv, em Israel, descobriu que plantações de tomate e tabaco podem falar. Infelizmente, nós não conseguimos escutar. Usando gravações, os cientistas concluíram que as plantas fazem sons ultrassônicos …

Fones inteligentes que alertam pedestres sobre perigos já estão sendo testados

Um impressionante dado levantado somente nos EUA diz muito sobre o efeito da tecnologia sobre nosso comportamento mais cotidiano – e, com isso, sobre nossas vidas e, pasmem, nossas mortes: nos últimos sete anos, o …

Evo Morales vai fazer da Argentina o seu comitê de campanha para as eleições na Bolívia

Em uma operação secreta, o ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, chegou à Argentina de onde vai comandar a campanha do seu partido para as próximas eleições. Depois de passar quase um mês no México, Evo …

Vespas insaciáveis: outro desastre provocado pela radiação de Chernobyl?

A radiação de Chernobyl intensificaria o metabolismo e o consumo de néctar em vespas se comparadas com as de outras regiões. A intensificação pode ter maiores consequências ecológicas. A mudança poderia estar relacionada à constante exposição …

Maioria considera justa a soltura de Lula, mostra Datafolha

Uma pesquisa do instituto Datafolha divulgada nesta segunda-feira (09/12) sugere que a maioria da população brasileira considera justa a libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ocorrida em novembro após ele cumprir um ano …