Falhas na memória podem ser importantes para funcionamento do cérebro

Andrew W / Flickr

Qual foi o ganhador do Oscar de Melhor Filme em 1972? Se você acertou de primeira (sem apelar para o Google), parabéns. Mas poderia ser melhor não ter lembrado: um estudo de cientistas canadenses sugere que o esquecimento pode ser importante para a manutenção da memória.

O argumento é que “deletar” informações irrelevantes ajuda o cérebro a se concentrar em aspectos que possam ajudar a tomada de decisões no dia a dia. “O verdadeiro papel da memória é otimizar o processo decisório”, diz Blake Richards, cientista da Universidade de Toronto e principal autor do novo trabalho, à BBC.

Segundo Richards, o grosso das pesquisas em neurobiologia relacionadas à memória prioriza os mecanismos celulares de armazenamento de informações pelo cérebro, um processo conhecido como persistência. E pouca atenção é dada ao mecanismos responsáveis pelo processo de esquecimento: transiência.

Também é comum que a falta de habilidade para lembrar seja atribuída a uma falha no armazenamento e acionamento de informações pelo cérebro. “Encontramos bastante evidência de que há mecanismos promovendo a perda de memória e que são distintos dos envolvidos no armazenamento de informações”, diz Paul Frankland, outro cientista participando do estudo.

Frankland explica que um outro experimento realizado por seu laboratório no hospital infantil SickKids constatou que o crescimento de novos neurônios no hipocampo (estrutura cerebral considerada a principal sede da memória) parece promover o esquecimento. Em pessoas jovens, essa é área do cérebro que gera mais células.

Tal mecanismo pode explicar por que adultos normalmente não têm memórias para eventos ocorridos antes dos 4 anos de idade.

Em um texto publicado na revista científica Neuron, os cientistas canadenses fazem também referência a um experimento em ratos colocados em labirintos, que tiveram menos dificuldades para encontrar saídas diferentes quando foram drogados para esquecer a localização da saída anterior.

Richards explica que há duas grandes razões para explicar por que o cérebro gasta energia para deletar informações depois de também consumir reservas para armazená-las. A primeira é a necessidade de eliminar informações ultrapassadas. “Se você está navegando pelo mundo e seu cérebro está constantemente carregando memórias conflitantes, isso tornará mais difícil tomar uma decisão consciente”, diz.

A outra razão está ligada a um conceito usado em projetos de inteligência artificial, a regularização. Consiste em tentar fazer com que computadores aprendam a fazer generalizações com base em grande quantidade de dados. Para fazer isso, é necessário esquecer detalhes nos dados para priorizar a informação necessária para decisões.

“A melhor coisa para a memória não é guardar absolutamente tudo. Se você está tentando tomar uma decisão, isso será impossível se seu cérebro é constantemente bombardeado com informações inúteis“, diz Richards.

O cientista canadense questiona ainda o que chama de “idealização” de pessoas com boa memória. “O objetivo da memória não é ser capaz de lembrar quem ganhou o quê em 1972”, conclui.

E antes que caia no esquecimento: o Oscar em 1972 foi para o filme “Operação França”.

Ciberia // BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Paleontologistas descobrem 'última refeição' de dinossauro que viveu há 110 milhões de anos

Uma equipe de pesquisadores do Canadá reconstituiu o estômago de um dinossauro herbívoro, o melhor preservado de sempre. Uma equipe de paleontologistas canadenses conseguiu reconstruir o conteúdo do estômago de um dinossauro herbívoro que viveu no …

Estudo que desencoraja uso de hidroxicloroquina é alvo de investigações

Nesta quarta-feira (3), a Organização Mundial da Saúde anunciou que vai retomar os testes com o medicamento hidroxicloroquina, um dos mais cotados atualmente como possível auxiliar na luta contra a COVID-19. A notícia pegou muita gente …

Donald Trump diz por que estava em bunker subterrâneo em meio a protestos

Em meio aos protestos violentos e pacíficos que têm varrido os EUA após a morte do afro-americano George Floyd, surgiram relatos de que Trump se escondeu dos manifestantes em um bunker. Donald Trump atacou como "falsa" …

EUA: 4 policiais são acusados pela morte de George Floyd

O policial de Minneapolis que se ajoelhou sobre o pescoço de George Floyd provocando sua morte será acusado de assassinato em segundo grau. Seus três colegas também serão julgados, disse a senadora americana Amy …

Governo destina verba publicitária a canais de conteúdo inadequado

Em apenas 38 dias, o governo de Jair Bolsonaro publicou mais de 2 milhões de anúncios em canais na internet com "conteúdos inadequados", segundo mostrou um relatório da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das …

Cientistas encontram maior e mais antigo monumento da civilização maia no México

Pesquisadores da Universidade do Arizona (EUA) descobriram a mais antiga construção monumental da civilização maia já encontrada até agora e a maior de toda a história pré-hispânica da região. O estudo, publicado na revista Nature, foi …

Herdeiro da Samsung pode voltar a ser preso

O herdeiro da Samsung, Lee Jae-yong, pode ter de voltar à prisão. Procuradores de justiça da Coreia do Sul pediram nesta quinta-feira (4) uma nova detenção do antigo diretor da gigante como parte de uma …

Escolas ao ar livre criadas para combater a tuberculose no início do século 20

Em 1904, surgia nas proximidades de Berlim a primeira escola ao ar livre do mundo. A Waldschule für kränkliche Kinder havia sido criada por Walter Spickendorff em conjunto com o pediatra Bernhard Bendix e o …

Fígados humanos foram criados em laboratórios e transplantados em ratos com sucesso

Uma equipe internacional liderada por pesquisadores do Departamento de Patologia da Universidade de Pittsburgh (EUA) criou pequenos fígados através de engenharia genética utilizando células da pele humanas, e em seguida os transplantaram com sucesso em …

Governo alemão anuncia pacote de estímulo de 130 bilhões de euros

Merkel afirma que resposta "corajosa" é necessária para impulsionar a economia do país, abalada pela pandemia de covid-19. Medidas anunciadas incluem auxílios à indústria e às famílias e incentivos ao consumo. Os partidos que integram a …