Ato de trabalhar ativa as mesmas zonas do cérebro que a dor física

O neurologista alemão Gerald Hüther sustenta que, em muitas pessoas, o trabalho quotidiano afeta as mesmas zonas do cérebro que a dor física, salientando que quem vive esta experiência dificilmente pode recuperar a motivação.

Muita gente tem no trabalho experiências nas quais se ativam as mesmas redes do cérebro que reagem quando há dores físicas. Quem passa por esta experiência dolorosa dificilmente pode recuperar a motivação, disse o médico, citado na edição digital do Frankfurter Allgemeine.

O neurologista sustenta que esta experiência se deve à falta de independência que muitos vivem primeiro na escola e depois no local de trabalho, onde passam a ser permanentemente controlados pelo professor e depois pelos superiores nas empresas.

“Já na escola aprendemos que temos que nos limitar a fazer o que eles nos dizem e quando são maiores vão trabalhar com a mesma falta de motivação que tinham na escola”, disse Hüther.

No entanto, segundo o médico, muitas empresas já começaram a perceber que precisam de funcionários que não se limitem a cumprir o dever, mas que tenham criatividade e assumam responsabilidades.

Por isso, o neurologista defende que os trabalhadores tenham uma margem de autonomia para que passem a ir “com gosto” para o trabalho.

Segundo um estudo realizado pelo Instituto de pesquisa Gallup, apenas 16% dos trabalhadores na Alemanha vão “com alegria para o trabalho” e 67% vão desmotivados, limitando-se a cumprir o minimamente necessário.

“O cérebro pode evoluir ao longo da vida e podem sempre ocorrer processos em que surjam novas ligações de neurônios. Mas isso só funciona se as partes emocionais do cérebro forem ativadas também”, disse Hüther.

“Se as pessoas tivessem a oportunidade de assumir a responsabilidade e se sentir importantes, então a motivação voltaria”, destacou.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Mal de Parkinson pode 'começar' antes do nascimento, diz estudo

Um novo estudo investigando a origem da doença de Parkinson jogou células do cérebro de pacientes em um verdadeiro "túnel do tempo". O objetivo foi identificar, especificamente em pacientes com manifestação precoce do Parkinson — diagnosticados …

Neste hotel os hóspedes dormem em bolhas na selva em meio a elefantes resgatados

Paraíso dos amantes de natureza e belas praias, a Tailândia já figura como destino preferido dos aventureiros há alguns anos. Com hospedagens para todos os gostos e bolsos, o país também possui diversas reservas ambientais …

Jamais pediria ajuda a Trump, diz Bolsonaro sobre brasileiros deportados

O presidente Jair Bolsonaro afirmou neste domingo (26/01), em visita de Estado à Índia, que "jamais" pediria ao líder americano, Donald Trump, para que brasileiros deportados por terem entrado ilegalmente nos Estados Unidos recebessem tratamento …

Destroços de navio de centenas de anos são encontrados na Polônia

Arqueólogos encontraram um navio naufragado de várias centenas de anos, bem como uma ponte destruída da 2ª Guerra Mundial em um rio polonês. Arqueólogos encontraram um navio naufragado de várias centenas de anos, bem como uma …

Por que cientistas estão determinados a provar que Einstein estava errado

Ano entra, ano sai, e tanto a lei dos corpos em queda de Galileu Galilei quanto a teoria da relatividade de Albert Einstein são testadas novamente apenas para os pesquisadores confirmarem pela enésima vez que …

Bolsonaro faz apologia à ignorância, afirmam historiadoras no jornal Le Monde

  O jornal Le Monde que chegou às bancas na tarde desta segunda-feira (27) traz um texto de meia página criticando a política cultural em vigor atualmente Brasil. Assinado por duas historiadoras francesas e uma brasileira, …

OMS considera elevado risco global de coronavírus

A Organização Mundial da Saúde admitiu nesta segunda-feira (27/01) um erro na avaliação de risco global do novo coronavírus, que surgiu na China, e disse que o nível correto é elevado. Anteriormente, ele havia sido …

Quem é Vanessa Nakate, ativista negra cortada de foto com Greta em Davos

O tema era o meio-ambiente, mas o debate sofre o futuro da humanidade ganhou outros vultos quando a jovem ativista climática de Uganda, Vanessa Nakate, descobriu que havia sido cortada pela agência de notícias Associated …

Sobreviventes retornam a Auschwitz nos 75 anos da libertação

Autoridades de 50 países participam da solenidade no antigo campo de concentração na Polônia, em meio a temores pelo aumento do antissemitismo. "Precisamos tomar cuidado para que não volte a acontecer", diz sobrevivente. Mais de 200 …

Por que cientistas querem tanto provar que Einstein e Galileu estavam errados

Ano entra, ano sai, e tanto a lei dos corpos em queda de Galileu Galilei quanto a teoria da relatividade de Albert Einstein são testadas novamente apenas para os pesquisadores confirmarem pela enésima vez que …