A forma de respirar influencia o olfato, a memória e o medo

A respiração não serve apenas para encher nossos pulmões de ar e permitir a troca gasosa do nosso sangue, mas também afeta nosso pensamento e funcionamento cerebral, segundo um novo estudo da Northwestern University (EUA).

Pesquisadores descobriram que o ritmo da respiração cria atividade elétrica no cérebro humano, e que os efeitos são diferentes dependendo se respiramos pela boca ou pelo nariz e se estamos inspirando ou expirando.

O trabalho foi publicado na revista The Journal of Neuroscience.

No início do trabalho, os pesquisadores analisaram dados de eletroencefalografia de sete pacientes com epilepsia. Esses pacientes tiveram eletrodos implantados em seus cérebros antes de passar por cirurgia para tentar determinar a origem das convulsões. Os dados mostraram que a atividade cerebral parece entrar em sincronia com a respiração.

Estímulo cerebral

Essa atividade foi observada em três regiões do cérebro: o córtex piriforme, que processa cheiros; o hipocampo, que controla a memória; e a amígdala, que está ligada ao processamento de emoções.

“Uma das principais descobertas desse estudo é que há diferença dramática na atividade cerebral na amigdala e do hipocampo durante a inspiração quando comparado com a expiração”, diz a neurologista Christina Zelano. “Quando você inspira, descobrimos que você está estimulando neurônios no complexo olfativo, amigdala e hipocampo”.

Os pesquisadores descobriram que a estimulação parece estar limitada à inspiração, e apenas quando a respiração acontece pelo nariz, e não pela boca.

Experimento de interpretação de expressões

No experimento conduzido no estudo, participantes sentados na frente de uma tela de computador e usando uma máscara respiratória tinham que classificar imagens entre expressões de medo ou de surpresa. Assim que as fotografias de rostos apareciam, eles tinham que selecionar uma das duas emoções o mais rápido possível.

O objetivo era analisar como a amigdala – que está envolvida na interpretação de expressões faciais – é afetada pela respiração. Participaram desse experimento 70 voluntários com idades entre 18 e 30 anos.

O resultado foi que os participantes selecionavam a opção correta com maior velocidade quanto inspiravam pelo nariz. Essa diferença foi de apenas uma fração de segundo, e aconteceu apenas na identificação das expressões de medo. Já o tempo de identificação de expressões de surpresa não se alterou com os diferentes tipos de respiração.

Teste de memória

Um experimento separado envolvendo 42 participantes testou a memória dos voluntários, medindo a atividade no hipocampo. Os voluntários viam imagens de objetos na tela do computador e depois tinham que se lembrar deles.

No experimento, o grupo se lembrou melhor dos objetos quando inspirava pelo nariz, com 5% mais acertos do que quando estavam expirando.

white_ribbons / Flickr

-

Quando você inspira, está estimulando neurônios no complexo olfativo, amigdala e hipocampo

Respiração ofegante

O estudo sugere que nossas habilidades cognitivas melhorem com a inspiração, e isso pode explicar por que ficamos ofegantes em situações perigosas. Assim, uma reação como a fuga acontece mais rapidamente.

Observações mostram que um adulto respira em média entre 12 e 18 vezes por minuto, enquanto esse número aumenta para 20 quando a pessoa entra em pânico.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cuba experimenta dois lados da moeda com chegada de internet móvel

Desde que chegou a Cuba, há apenas dois anos, a internet móvel revolucionou a vida do país – ajudando as pessoas a encontrarem comida, combustível e até remédios em meio a uma escassez terrível. Mas …

Chantilly: em dificuldades finaceiras, um dos mais belos castelos da França pede socorro

A pandemia e o fim da ajuda de um poderoso mecenas colocam em risco o futuro de uma das propriedades mais majestosas da França, o castelo de Chantilly, ao norte de Paris. A reportagem …

Como fumantes de longa data pararam de fumar usando cogumelos mágicos apenas 3 vezes

É mais difícil largar do cigarro do que da heroína, dizem alguns. Mas pesquisadores da Johns Hopkins relataram que um pequeno número de fumantes de longa data que falharam em muitas tentativas de abandonar o …

Gangorra que uniu imigrantes no muro da fronteira dos EUA ganha prêmio

Lembra das gangorras que permitiram que famílias mexicanas brincasse de lados opostos do muro da fronteira EUA-México? O projeto das três gangorras ganhou o prêmio “Design do Ano 2020” pelo Museu de Londres. O arquiteto norte-americano …

Irã diz ter batido recorde de exportação de derivados de petróleo apesar das sanções dos EUA

O Irã bateu recorde de exportação de derivados de petróleo apesar das sanções impostas pelos Estados Unidos, declarou o ministro do Petróleo da República Islâmica, Bijan Zangeneh, nesta sexta-feira (22). Durante o 25º Show Petrolífero do …

A ameaça de epidemia que surge de nova espécie de mosquito Aedes detectada pela 1ª vez nas Américas

Durante a noite de 18 de junho de 2019, na base americana em Guantánamo, Cuba, um intruso foi pego por uma armadilha. A base é conhecida como um lugar onde os EUA aprisionam, por tempo indeterminado …

Homem é preso por tossir em policial que perguntou se ele tinha covid-19

O britânico Casey Saint foi condenado a 11 meses de prisão após tossir no rosto de um policial durante a pandemia do novo coronavírus. O morador de Bury St Edmunds, na Inglaterra, estava fazendo uma festa …

Astrônomos encontram "embrião" de planeta em formação a 330 anos-luz da Terra

Uma equipe de astrônomos encontrou algo que parece ser um planeta embrionário, girando em torno de sua estrela, bem pertinho dela, completando uma volta a cada mês. A estrela em questão é a HD 163296, que …

Físico propõe mega-satélite povoado por humanos orbitando Ceres

O físico Pekka Janhunen, do Instituto Meteorológico Finlandês, desenvolveu uma nova ideia para colonizar um lugar diferente da Terra, e não é a lua ou Marte. Em vez disso, Janhunen está sugerindo em um artigo publicado …

Biden promete "esforço de guerra" contra covid-19

O novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, divulgou nesta quinta-feira (21/01) o plano de resposta de seu governo à pandemia de covid-19, que inclui dez decretos. A estratégia amplia iniciativas que já haviam sido antecipadas …