Família que não sente dor pode ser importante ajuda para a Medicina

(dr) repubblica.it

A família Marsili

Uma equipe de cientistas identificou uma mutação genética na família Marsili, na Itália, e tem esperança de que a descoberta consiga marcar a diferença no panorama das doenças crônicas.

Letizia Marsili, de 52 anos, nunca sentiu qualquer dor. Além de Letizia, a mãe, a irmã, a sobrinha e os dois filhos sofrem do mesmo problema. A insensibilidade não permite que sintam dor quando, por exemplo, se queimam ou fraturam um osso.

“No dia a dia, vivemos uma vida normal, talvez melhor do que a da restante população, porque muito raramente ficamos doentes ou sentimos dor“, diz Letizia à BBC.

Acredita-se que a causa da resistência à dor esteja relacionada com o mau funcionamento de alguns nervos do corpo. Apesar disso, o fenômeno de ausência de dor despertou interesse na comunidade científica.

Em um estudo publicado recentemente na revista Brain, um grupo de cientistas identificou uma mutação genética na família Marsili. A equipe espera que a descoberta possibilite a criação de novos analgésicos para pessoas que sofrem de doenças crônicas.

O problema – chamado de síndrome de Marsili – impossibilita o reconhecimento de uma queimadura, uma ferida ou uma fratura. No entanto, o que para uns seria um sonho, para a família se tornou um pesadelo.

Como explica Letizia, a dor é um importante sinal de alerta. Como não tem sensibilidade à dor, as fraturas passam muitas vezes despercebidas e causam inflamações nos ossos. No caso do filho mais velho, Ludovico, que é jogador de futebol, a condição é realmente preocupante.

“Meu filho raramente fica deitado no chão quando é derrubado por outro jogador. Apesar disso, tem muita fragilidade nos tornozelos e os exames de raios-X que fez recentemente mostram que tem várias microfraturas nos dois”, conta Letizia.

James Cox, cientista da University College London e líder do estudo, descobriu que os nervos da família “não funcionam como deveriam”. A equipe mapeou as proteínas no genoma de cada um dos seis membros da família e descobriu uma mutação no gene ZFHX2.

Depois de observarem a mutação, decidiram estudá-la em roedores e descobriram que os ratos criados sem o gene tinham sofrido uma alteração no limite da dor. O passo seguinte se baseou em desenvolver uma ninhada com a mutação genética e foi possível observar que os roedores dessa ninhada eram totalmente insensíveis a altas temperaturas.

“Com mais pesquisas para entender exatamente como a mutação altera a sensibilidade à dor e para entender quais outros genes podem estar envolvidos, podemos identificar novos alvos para o desenvolvimento de medicamentos”, afirmou a professora Anna Aloisi, professora da Universidade de Siena e participante do estudo.

Acredita-se que a família Marsili seja a única no mundo afetada pela mutação. Por isso, seu papel pode ser determinante no novo caminho que se abre, agora, no desenvolvimento de medicamentos para o alívio da dor.

Ciberia // BBC / ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA:

Ilha troca de país a cada seis meses

No meio do rio Bidasoa, entre a França e a Espanha, há uma ilha que vai alternando de nacionalidade de seis em seis meses. A ilha mede apenas 38 metros de largura e 215 de comprimento, medidas …

Coreia do Sul desliga “máquina de propaganda” na fronteira com o Norte

Os militares da Coreia do Sul anunciaram nesta segunda-feira (23) que desligaram os alto-falantes de propaganda na fronteira militarizada com a Coreia do Norte, em um gesto de boa vontade, com a aproximação do encontro …

Salah Abdeslam é condenado a 20 anos de prisão na Bélgica

O único sobrevivente do grupo responsável pelos atentados de novembro de 2015 em Paris e seu cúmplice, o tunisiano Sofiane Ayari, foram condenados a 20 anos de prisão pela participação em um tiroteio com a …

Começa a vacinação contra a gripe em todo o país

Começa nesta segunda-feira (23) a 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. Até o dia 1º de junho, devem ser imunizados idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de …

É menino! Nasce terceiro filho de Kate e William; e faz história na monarquia britânica

Nasceu nesta segunda-feira (23), às 11h01 o terceiro filho do Príncipe William e da Duquesa de Cambridge, Kate Middleton. E é um menino, mistério só desfeito depois do parto. O casal real tem mais dois …

Existem evidências de que um planeta do Sistema Solar foi destruído

Astrônomos encontraram compostos comuns nos diamantes da Terra, mas em rochas vindas do espaço. Essa é a primeira vez que esse tipo de componente é encontrado em um corpo extraterrestre. Em 2008, um asteroide atingiu o deserto …

Além de ser o mais venenoso do mundo, este peixe também tem canivetes nos olhos

Os peixes-pedra já eram uma espécie de meter medo no mundo aquático, agora a situação piorou: além de serem o tipo mais venenoso de peixe que conhecemos, têm vários espinhos afiados nos olhos. Os cientistas descobriram …

Atrizes de Smallville envolvidas em seita de tráfico sexual; “Chloe” foi presa

Allison Mack, conhecida pelo seu papel na série televisiva “Smallville”, foi presa e acusada de tráfico sexual pela sua suposta ligação à seita Nxivm. Allison Mack, de 35 anos, atriz da série “Smallville”, deverá comparecer em …

Cientistas criam implante vaginal que promete proteger as mulheres do HIV

O novo dispositivo desenvolvido por cientistas na Universidade de Waterloo, no Canadá, faz com que o número de células do HIV que se fixam no trato genital feminino diminua. De acordo com o estudo, publicado na …

Falsa BBC anuncia guerra nuclear e deixa o mundo alarmado

Uma conta de YouTube publicou um vídeo em que o suposto jornalista da BBC anunciava uma guerra nuclear entre a Rússia e a Otan. Nos últimos dias, foi publicado um vídeo no YouTube que simulava o …