Fernando Haddad mentiu (e isso não é fake news)

Wilson Dias / ABr

Fernando Haddad

Fernando Haddad deu voz às acusações de um músico que afirmou ter sido torturado pelo vice-presidente de Jair Bolsonaro, Hamilton Mourão, durante a ditadura militar. Afinal, era tudo mentira.

“Bolsonaro nunca teve nenhuma importância no Exército. Mas o Mourão foi, ele próprio, torturador. Geraldo Azevedo falou isso”, afirmou Haddad, destacando que Jair Bolsonaro, candidato do Partido Social Liberal (PSL), “tem como vice um torturador“.

Depois da acusação do candidato, provou-se que tudo não passava de uma mentira: Hamilton Mourão, o vice de Bolsonaro, era um aluno de 16 anos em 1969, época em que Geraldo Azevedo afirma ter sido torturado.

Hamilton Mourão só entrou no Exército em 1972, aos 19 anos, três anos depois do músico ter sido torturado.

Segundo o Observador, o editor de política d’O Globo analisou as declarações e afirmou que o erro de Haddad “abala a tática” do PT “de culpar as fake news” pela desvantagem nas pesquisas que dão quase 60% dos votos válidos ao candidato do PSL.

Nas redes sociais e nos órgãos de comunicação, a notícia foi tratada como fake news. Mas trata-se na realidade da notícia verdadeira de uma simples mentira.

A acusação

No sábado (20), o músico de Pernambuco, Geraldo Azevedo, de 73 anos, acusou o candidato a vice-presidente do PSL de ter sido torturador durante os tempos da ditadura militar, que durou de 1964 a 1985.

O músico afirmou ter sido “preso duas vezes na ditadura” e torturado. “Você não sabe o que é tortura, não. Esse Mourão era um dos torturadores lá“, contava Geraldo Azevedo, durante um show em Jacobina, na Bahia.

Depois da acusação feita pelo músico, Fernando Haddad, que dia 28 disputa o segundo turno das eleições contra Jair Bolsonaro, repetiu as acusações, sem confirmar a veracidade.

Depois de propagadas as acusações, Hamilton Mourão, o general visado e candidato a vice-presidente do Brasil, surgiu em uma reação no Twitter, afirmando que as declarações são “uma coisa tão mentirosa“.

“Ele me acusa de tê-lo torturado em 1969. Eu era aluno do Colégio Militar em Porto Alegre e tinha 16 anos“, afirmou o vice-presidente de Jair Bolsonaro, que prometeu ainda processar o músico pelas declarações.

Geraldo pediu desculpa, Haddad não

Depois de confirmadas que as declarações do músico eram falsas, Geraldo Azevedo emitiu uma nota pedindo desculpas “pelo transtorno causado pelo equívoco”.

Em nota, o músico reafirmou ainda a sua opinião de que “não há espaço no Brasil de hoje para a volta de um regime que tem a tortura como política de Estado e cerceia a liberdade de imprensa”.

Apesar do pedido de desculpas do músico, Fernando Haddad, que repetiu as acusações em um programa de televisão, apenas reconheceu que a informação era falsa, não chegando a emitir qualquer pedido de desculpas pela propagação da acusação.

Eu dei ao público uma informação que recebi de fonte fidedigna. Geraldo Azevedo realmente foi torturado e realmente disse que foi pelo Mourão. Eu me solidarizo com ele, todo mundo que foi torturado está sujeito a esse tipo de confusão. O esclarecimento também teve que se dar ao público para que não haja dúvida”, disse o candidato do PT.

Segundo o Observador, Haddad “não deu apenas a informação” de que Geraldo Azevedo tinha sido torturado pelo general Mourão. Haddad afirmou mesmo, e de forma clara, que Bolsonaro “tem como vice um torturador”.

“Não tira o fato de que o Mourão, quando passou para a reserva, disse com todas as letras que Ustra, um torturador, era uma de suas referências. Tanto Bolsonaro quanto Mourão têm Ustra como referência”, afirmou Haddad.

O candidato do PT se referia ao coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, antigo torturador do regime que Bolsonaro citou como inspiração para justificar seu voto a favor da destituição da antiga presidente Dilma Rousseff.

Agora, acusado de espalhar fake news, Haddad negou que suas afirmações tivessem sido propagadas com essa intenção.

“O fato de eu ter dado ao púbico e ter esclarecido é prova de boa fé. Não paguei a empresário corrupto com dinheiro sujo para soltar informações na internet. Eu falei com cara limpa e foi esclarecido”, contou Haddad ao jornal O Estado de S. Paulo.

Haddad se referia às acusações de que Bolsonaro teria pagado a vários empresários para propagarem informações falsas contra o candidato do PT através do Whatsapp.

“Geraldo Azevedo teve a clareza de esclarecer. O compositor foi vítima do regime que eles tanto apoiam. Ustra merece todo o repúdio da sociedade democrata do Brasil”, acrescentou o candidato do PT.

Jair Bolsonaro, que já disse não participar em qualquer debate até o segundo turno, segue na frente nas intenções de voto, com 59% das intenções de voto dos brasileiros.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

  1. Haddad mentiu, não, afirmou declaração de terceiros.
    Bolsonaro e Mourão mentem quando dizem que o Ulstra não era torturador e sim um herói.
    Fatos e sacanagens.

    • Dizer o que? Era uma guerra, em pequena escala, mas guerra. Requintes de violações de ambos os lados. O que vale é que, ao final não havia mais “ameaça comunista”, a ridícula utopia. Excessos a parte, é claro que os militares na década de 60 fizeram seu papel de militares, enfrentavam uma guerra. A esquerda “salonkommunist” de hoje que se diz progressista e desfila de democrata (que piada) ainda tem a ridícula utopia como objetivo, com um nível de deturpação que faria Mao corar. No discurso acusa a direita de fascista mas não admite ser lembrada das ações de Stalin; Mao; Pol Pot; Mariam; Fidel, Hugo, Maduro, Che, Tito. Ao final, a história é contada pelas “vítimas”. Ulstra torturou? A guerrilha também! Ninguém merece perdão da história. Cada um vê os heróis segundo suas lentes. Uma parte importante da história não foi contada, principalmente a que desmentiria as versões da esquerda. Se Haddad não mentiu, só repetiu, errou ao usar a mentira para fazer pose de democrata e apontar o “outro” lado como exclusivo errado na história, o que não é verdade!

  2. “Haddad não mentiu, afirmou declaração de terceiros” Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Quer dizer que se o assessor dele mandar ele falar algo e ele falar, não tem problema se for mentira. kkkk.
    É cada uma desses esquerdistas, viu.

    17 neles!

  3. Um decrépito inconsequente fala o que quer. Um decadente repete porque quer. Divulgaram uma mentira? Tentaram obter vantagem eleitoral para si? Cadeia para ambos!

  4. Ora, toda a cúpula do PT já nos enfastiou com muitos elogios ao Evo Morales, ao Fidel Castro, ao Hugo Chaves, ao Nicolás Maduro etc. Se essa “turma da pesada” merece ser elogiada, muito mais merecem os militares do regime iniciado em 1964. Muito mais! E se a cúpula do PT tem o direito de elogiar e se posicionar publicamente ao lado desses animais, por que o Bolsonaro e o Mourão não teriam o direito de fazer o mesmo com o excelente quadro de governantes e assessores do áureo período iniciado em 1964? Têm muito mais!
    Parabéns, Presidente Bolsonaro e Vice Presidente General Mourão, pela coragem de assumirem publicamente, ao lado da maior parte da população brasileira, o que pensam e sentem em relação ao melhor período de governo da história do Brasil!
    Saudades daqueles dias…

  5. Afe! O mundo anda tão fictício que até jornalistas perderam completamente a noção do que é mentir. Tudo bem que a mentira não tem uma definição fácil, mas a do tipo mais comum é a que está no Wikipedia: “uma mentira é contada quando “uma pessoa tem a intenção de enganar a outra (…)” – não importa aqui se ela é bem intencionada, inofensiva, esperada (como num jogo de poker) ou mal intencionada. O título da matéria tem essa finalidade última, e mesmo com a explicação correta no corpo do texto, é, em si, uma mentira. Da pior espécie, porque o redator sabe que hoje em dia, grande parte dos “leitores” se informam apenas com os títulos.
    É evidente que não houve mentira da parte do Haddad, uma vez que ele recebeu a notícia como sendo correta, direto da boca de uma vítima da tortura, e expressa publicamente. Agora, se essa vítima quis enganar ou se SE enganou é outra história.
    De todos, quem pisou mais na bola intencionalmente foi o redator do título.

    • Negativo! O Haddad divulgou a declaração porque gostou dela, independentemente da gravidade e da possibilidade de não ser verdadeira.
      Imagine se alguém disser publicamente que a sua mãe é prostituta e eu sair dizendo convicto na TV: a mãe do Fulano é uma prostituta. Quando você provar que isso é uma mentira, eu direi que apenas repassei o que uma pessoa confiável (pelos meus critérios baixos) declarou publicamente. Você se conformará com essa minha resposta? Dirá: “Ah! O coitado está justificado. Ele não sabia que o outro estava mentindo”? A honra da sua mãe merece isso? Não? Nem a honra do General Mourão.
      Se o Haddad foi ingênuo, está desqualificado para a Presidência. Se foi inconsequente, está desqualificado para cargos públicos. Se foi intencional, está desqualificado para qualquer atividade que requeira um nível moral acima dos porcos de um chiqueiro.

  6. O fato é que Haddad é um mentiroso contumaz e faz tudo para atacar Bolsonaro. Na igreja rezou a Ave Maria (rezou ?) sem saber a oração (nota-se pela leitura de seus lábios que ele estava fingindo rezar) e, depois, tomou a hóstia sagrada que foi um sacrilégio dos mais graves, pois quem não tem Deus no coração, não pode tomar o corpo de Cristo. Quem quiser ver o Brasil se tornando uma Venezuela, pode votar no petista fingido. Mas quem quiser ver um Brasil progressista, moderno, livre e se recuperando da roubalheira do PT, deve votar em Bolsonaro.

    • Gostaria imensamente de saber, baseado em que fatos, você se atreve a fazer um prognóstico tão definitivo.
      Afinal de contra, Bolsonaro não vai além de uma expectativa.
      Já que em 29 anos de mandato não fez coisa alguma.
      Mas, apesar de ser um cara que apoia a tortura, detesta gays e negros, quer matar uns 30 mil, odeia mulheres, torço para que você esteja certo.
      É como acreditar em Papai Noel, Mula Sem Cabeça, etc.
      Mas vou tentar.

      • Meu Deus! Essas declarações pré moldadas não param nunca? Não importa que sejam falsas?
        Como você pode ser tão tolo a ponto de declarar que o Bolsonaro apoia tortura, detesta gays, quer matar uns 30 mil e odeia mulheres? Quando perceberá que isso é distorção maldosa das declarações dele?
        O Bolsonaro pareceu concordar com os métodos utilizados no Governo Militar contra GUERRILHEIROS sanguinários. A opinião refere-se àquela época. E ele JAMAIS se declarou contrário aos grupos que você referiu. Declarou-se, sim, contrário à militância, ao ativismo que prejudicam abertamente a maioria. Quanto a matar 30 mil, referiu-se à atuação da Polícia Militar perante o exército imenso de bandidos violentos e extremamente perigosos que está matando dezenas de milhares de cidadãos brasileiros por ano.
        Faça um favor ao povo: use o pouco que lhe resta de inteligência e faça uma reflexão menos petista da situação. Se não conseguir pensar com clareza, faça-nos a gentileza de gastar mais tempo apreciando seu sanduíche de mortadela e menos tempo dirigindo-se a nós.

  7. Ora então se eu recebo de uma pessoa (um artista qualquer como no exemplo) uma Fake News (acusação) contra de alguém, devo então entender como sendo verdade sem ao menos questionar? Devo ententer que é verdade sem nem ao menos investigar ou dar o direito de resposta a quem foi acusado? Esse é o seu caráter e de todos os Petralhas.

  8. Se a lampada do banheiro do haddad queimar ou o pneu do carro da gleisi hoffmann furar vão falar que foi culpa do Bolsonaro ou vão dizer que foi um plano maléfico da CIA, do Donald Trump, dos neocons e dos Empresários brancos malvadões de olhos azuis.

  9. A marca do PT(partido dos trambiques, dos tombos), é a mentira! Chega a ser vergonhoso como esses bandalhas mentem. Que coisa horrível!!! Se os moradores da cidade de São Paulo, elegeram essa coisa como o pior Prefeito que a cidade já teve, nem conseguindo se reeleger, imaginemos o que ele fará com o Brasil? Jogará uma pá de cal, enterrando de vez nosso Pais num buraco sem fundo, será o desastre total. Deus nos livre a todos nós desse castigo. As futuras gerações estarão perdidas, sem qualquer futuro!!!

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estudo de esqueletos de 200 gerações revela como humanos evoluíram para lutar contra germes

Estudiosos analisaram cerca de 70 mil esqueletos de 200 gerações a fim de entender como a humidade passou por pandemias anteriores. Os estudos foram feitos acerca de doenças infecciosas como tuberculose, treponematose e hanseníase. Os pesquisadores …

Médica adverte sobre síndrome inflamatória multissistema em pacientes que superaram covid

A médica-chefe de um hospital de Moscou, Mariana Lysenko, declarou em uma entrevista ao canal RT que alguns dos pacientes que superaram a COVID-19 podem desenvolver uma síndrome inflamatória multissistema. De acordo com a médica, a …

Militares abrem fogo contra manifestantes em Mianmar

Forças de segurança reforçam repressão aos protestos contra golpe de Estado e deposição do governo democraticamente eleito. Relatos de mortes surgem de várias cidades. ONU condena violência e o uso de força excessiva. As forças de …

LEGO lança quiz online para educar a criançada sobre cyberbullying

O sentido educacional que os brinquedos da LEGO oferecem ganha nova e ainda maior dimensão com o lançamento do Safer Internet Day (ou Dia da Internet mais Segura, em tradução livre), um quiz virtual desenvolvido …

Covid-19: Peru prorroga suspensão de voos do Brasil até 14 de março

O governo do Peru anunciou neste domingo (29) a prorrogação até 14 de março da suspensão de voos procedentes do Brasil. A medida preventiva visa evitar a entrada de passageiros que podem estar infectados …

Ex-funcionários do McDonald's revelam "estratégia de espionagem" da rede de fast-food

A revista Vice analisou testemunhos de supostos trabalhadores anônimos do McDonald's que tinham conhecimento direto da vigilância, e vazou documentos que explicam as táticas de espionagem. Uma equipe de analistas de inteligência da cadeia de fast-food …

Bolsonaro usa pesquisa alemã distorcida para criticar uso de máscaras

O presidente Jair Bolsonaro usou sua live de quinta-feira (26/02) para mais uma vez desestimular o uso de máscaras contra a covid-19. No mesmo dia em que o Brasil registrou a segunda pior marca de mortes …

Cientistas congelam sêmen de corais para tentar salvar espécie da extinção no Brasil

Estima-se que até 50% dos recifes de corais já desapareceram dos oceanos. A previsão para o futuro também não é animadora: uma projeção da Unesco apontou que, caso as mudanças climáticas não sejam revertidas, eles …

Esqueletos descobertos podem revelar a história do mais rico pirata da historia, morto há 300 anos

No início do século XVIII, quem mandava nos mares sem lei do Caribe, da América Central e da América do Norte era o grande pirata inglês Samuel Bellamy, imortalizado pelo apelido de “Black Sam”. Um dos …

Biden isola príncipe saudita, provável alvo de relatório da CIA sobre morte de jornalista

O presidente americano, Joe Biden, falou pela primeira vez por telefone nesta quinta-feira (25) com o rei Salman, da Arábia Saudita, na iminência da publicação de um aguardado relatório de inteligência sobre o assassinato …