França começa férias de inverno em meio a níveis ‘aterrorizantes’ de contágio

A França registrou 22.000 novas infecções por coronavírus nas 24 horas antes do início das férias escolares deste sábado (6), em meio a alertas de que a pressão sobre os hospitais continua alta. Enquanto isso, as estações francesas de esqui continuam praticamente vazias, já que a maioria das famílias optou por passar férias em casa. 

Os últimos dados de saúde pública mostram que a progressão de variantes mais contagiosas do coronavírus manteve o número de casos em alta na semana passada, com mais de 27.500 pacientes sendo tratados em hospitais franceses.

Variantes inglesas, sul-africanas e brasileiras representam 14% de todos os casos detectados em 27 de janeiro, de acordo com resultados preliminares que foram divulgados na quinta-feira.

A situação é particularmente ruim nos hospitais de Paris, onde o diretor médico do grupo de hospitais públicos AP-HP, Bruno Riou, alertou que o vírus “aterrorizante” estava sendo “mal controlado” pelas medidas existentes.

“Vamos viver tempos muito difíceis nas próximas semanas”, disse Riou ao canal BFMTV, prevendo um “aumento lento, mas constante” de infecções e internações em unidades de terapia intensiva.

Menos turistas

Os números, no entanto, não justificam um novo lockdown, disse o governo francês – garantindo aos turistas que seus planos para as próximas quatro semanas de férias escolares não serão afetados.

Os restaurantes permanecem fechados, e aqueles que vão para as regiões alpinas para férias de esqui foram convocados a respeitar o toque de recolher das 18h na França. Embora os teleféricos não estejam operando, os resorts estão abertos.

Na véspera das férias, no entanto, a rádio France Info informou que dois terços das acomodações na região de Savoie Mont Blanc permaneceriam vazias. A ilha francesa de Mayotte entra em lockdown total devido ao aumento de infecções por Covid.

Tensão: médicos franceses pressionam pelo lockdown, governo resiste

A viagem em toda a União Europeia é permitida para os portadores de um teste PCR ou teste antigênico negativo, dependendo do país.

Uma pesquisa da Amivac publicada pela BFMTV revelou que apenas 20% dos franceses pretendem sair de férias em fevereiro, um período tradicionalmente importante de férias escolares.

Enquanto isso, em um esforço para acelerar a vacinação vacilante da França, o imunizante da AstraZeneca será distribuído por todo o país e em sete territórios no exterior a partir deste sábado, a terceira vacina a ser autorizada para uso na França por reguladores da UE depois da Pfizer BioNTech e Moderna.

Cerca de 273.600 doses estão sendo entregues, com um segundo lote de 304.800 doses a ser distribuído na próxima semana.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

As vovós que lutam pela democracia na Polônia

Idosas polonesas organizam protestos regulares contra erosão da democracia no país, governado por partido ultraconservador. "Não sou capaz de ficar tranquila em casa, cada violação dos direitos me dói", diz aposentada. Clima de fim de expediente …

Coruja super rara dá o ar da graça depois de 125 anos

A coruja rajá de Bornéu (Otus brookii brookii) é uma espécie tão pequena que apenas seu tamanho já tornaria sua identificação mais complexa. Nativa do Sudeste da Ásia e com peso médio de apenas 100 gramas, …

Nintendo bate todos os recordes de lucros com videogames durante a pandemia

A Nintendo apresentou resultados recordes para o ano fiscal de 2020/21 encerrado em 31 de março, impulsionada pela mania global dos videogames em tempos de pandemia, mas o grupo japonês não espera repetir essa …

Doença cerebral misteriosa intriga médicos no Canadá

Médicos no Canadá têm deparado com pacientes que apresentam sintomas semelhantes aos da doença de Creutzfeldt-Jakob, um mal raro e fatal que ataca o cérebro. Mas quando resolveram investigar o mal em mais detalhe, o …

Governador do Rio diz que operação que terminou com 25 mortos foi ação de 'inteligência'

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, afirmou que a operação da Polícia Civil realizada no Jacarezinho foi "ação pautada e orientada por longo e detalhado trabalho de inteligência e investigação".  A operação terminou com …

Butantan diz que ataques de Bolsonaro à China afetam vacinas

Presidente insinuou que chineses, principais fornecedores de matéria-prima para imunizantes ao Brasil, criaram vírus como parte de "guerra química". "Essas declarações têm impacto", diz diretor do Instituto Butantan. A direção do Instituto Butantan e o governador …

Fotos da última sessão de Kurt Cobain são vendidas como NFT

As imagens da última sessão de fotos da vida do compositor e cantor Kurt Cobain irão a leilão em formato de token não-fungível, os célebres NFTs. O anúncio foi feito por Jesse Frohman, fotógrafo por trás …

EUA, França e Rússia apoiam quebra de patentes contra a Covid-19, mas laboratórios resistem

A ideia de suspender as patentes da fabricação de vacinas contra a Covid-19 continuou a ganhar apoio em todo o mundo nesta quinta-feira, após o impulso inicial dado Estados Unidos. Porém, os laboratórios resistem, …

Descoberta a evidência mais antiga de atividade humana

Uma das atividades mais antigas de humanos foi identificada em uma caverna na África do Sul. Uma equipe de geólogos e arqueólogos encontrou evidências de que nossos ancestrais estavam fazendo fogo e ferramentas na Caverna …

Jeff Bezos: os planos do homem mais rico do mundo para voo espacial turístico

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, afirma que está pronto para levar pessoas ao espaço. A empresa Blue Origin, do empresário americano detentor de uma fortuna estimada em R$ 1 trilhão, diz que lançará uma tripulação …