Fumar aumenta o risco de depressão e esquizofrenia?

De acordo com um novo estudo da Universidade de Bristol (Reino Unido), fumar pode aumentar o seu risco de desenvolver depressão ou esquizofrenia.

Os pesquisadores queriam estudar a relação conhecida entre tabagismo e doenças mentais. Muitas pessoas com esquizofrenia e depressão fumam, mas será que o tabagismo aumenta a probabilidade dessas condições, ou ter essas condições simplesmente torna as pessoas mais propensas a fumar?

Usando um banco de dados europeu (o UK Biobank), os cientistas examinaram os hábitos, o DNA e a saúde de 462.690 indivíduos, sendo 8% fumantes e 22% ex-fumantes.

Para tentar determinar uma relação de causa e efeito, os pesquisadores aplicaram um método de análise dos dados conhecido como randomização mendeliana. Esse método mede variações genéticas e é bem conhecido como um controle rigoroso para examinar efeitos causais de exposições modificáveis a doenças.

No geral, foram descobertas evidências em ambas as direções: de que o tabagismo aumentou o risco de depressão e esquizofrenia, mas também que a depressão e a esquizofrenia aumentaram a probabilidade de fumar – embora a associação fosse mais fraca para a esquizofrenia neste sentido.

O que é pior para a saúde: diabetes, doença cardíaca, sedentarismo ou fumar? A resposta vai te surpreender “A crescente disponibilidade de dados genéticos em grandes estudos, juntamente com a identificação de variantes genéticas associadas a uma série de comportamentos e resultados de saúde, está transformando nossa capacidade de usar técnicas como a randomização mendeliana para entender caminhos causais”.

“O que isso mostra é que os estudos genéticos podem nos dizer tanto sobre influências ambientais – nesse caso, os efeitos do fumo na saúde mental – quanto sobre a biologia subjacente”, disse um dos autores do estudo, Marcus Munafò, professor de psicologia da Universidade de Bristol.

Tabagismo e doenças mentais

Em 2016, o governo britânico fez uma recomendação oficial de que o tabagismo fosse banido de hospitais psiquiátricos até 2018.

As novas evidências aumentam preocupações já levantadas em estudos anteriores de que o fumo tenha um papel importante na saúde mental. Por exemplo, boa parte do excesso de mortalidade associada a doenças mentais se deve ao cigarro.

“Indivíduos com doenças mentais são frequentemente negligenciados em nossos esforços para reduzir a prevalência de tabagismo, levando a desigualdades na saúde. Nosso trabalho mostra que devemos colocar todos os nossos esforços em impedir o início do tabagismo e incentivar a cessação do tabagismo devido às consequências para a saúde mental e a saúde física”, concluiu a principal autora do estudo, Dra. Robyn Wootton, da Escola de Psicologia Experimental da Universidade de Bristol.

Um artigo sobre a pesquisa foi publicado na revista científica Psychological Medicine.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Inacreditável: homem de 101 sobrevive à gripe de 1918, guerra mundial e coronavírus

É quase inacreditável, mas aconteceu: um italiano de 101 anos sobreviveu a não uma, mas duas pandemias globais: a gripe espanhola de 1918 e o surto de COVID-19. Conhecido apenas como “Senhor P”, o homem foi …

IA usa imagens de satélites para localizar bombas não detonadas da Guerra do Vietnã

Muitas bombas lançadas durante a Guerra do Vietnã nunca explodiram e representam um sério perigo para a população local. Cientistas desenvolveram uma nova ferramenta alimentada por IA que facilitaria a detecção e desmantelamento desses explosivos. Um …

Crianças exibem pinturas de arco-íris nas janelas para alegrar colegas no Reino Unido

O Reino Unido deixou o negacionismo de lado para encarar a quarentena devido ao Coronavírus com seriedade desde esta segunda-feira, 23. Com as escolas fechadas, crianças desenham arco-íris e os exibem nas janelas para alegrar …

Covid-19: Austrália testa vacina contra tuberculose para imunizar profissionais da saúde

Uma equipe de cientistas australianos anunciou nesta sexta-feira (27) que decidiu testar em larga escala uma vacina usada durante décadas contra a tuberculose, a BCG, para comprovar se é capaz de imunizar profissionais da área …

'Pula no esgoto e nada acontece': Brasil tem mais de 300 mil internações por ano por doenças causadas por falta de saneamento

Dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) contrariam a declaração do presidente Jair Bolsonaro de que o brasileiro seria resistente a infecções, já que "pula no esgoto e nada acontece". Em 2016, houve 166,8 …

Camada de ozônio está se recuperando e mudança de fluxos de vento

A recuperação da camada de ozônio acima da Antártica continua lenta e constante. Um sintoma claro desta recuperação é a mudança na circulação atmosférica registrada por pesquisadores da Universidade de Colorado Boulder e publicada na …

Esta geleira da Antártica inquieta pesquisadores

Com seu recuo de 5 km em somente 22 anos, a geleira de Denman, na parte leste da Antártica, inquieta os pesquisadores, que consideram os graves riscos associados ao seu potencial desaparecimento completo. A ravina Denman, …

Jornalista da Globo chora ao pedir que idosos fiquem em casa por coronavírus

Em tempos de pandemia da Covid-19 pelo mundo – e afetando o Brasil, é claro – mesmo o jornalista mais profissional e experiente pode acabar se rendendo as emoções, como aconteceu com Jessica Senra, apresentadora …

Mãe conta como adolescente francesa de 16 anos morreu de quadro fulminante da Covid-19

A angústia dos franceses aumenta com a morte de uma adolescente de 16 anos, Julie, vítima do novo coronavírus. Ela morreu na terça-feira (24) no Hospital Necker de Paris, especializado em doenças infantis, 24 horas …

Ex-ministros da Saúde repudiam postura de Bolsonaro em pandemia

Ex-ministros da Saúde dos governos petistas criticaram nesta quinta-feira (26/03) o posicionamento do presidente Jair Bolsonaro diante da pandemia do novo coronavírus. Em carta, eles defenderam as restrições impostas por governos estaduais e ressaltaram a …