Gato de óculos escuros é mais que um companheiro: ele ajuda o dono a ficar longe das drogas

Chiquinho, o gato, virou protagonista de uma das imagens mais comentadas do começo de 2018. Em meio a um contexto de violência e descaso na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro, o bichano trouxe consigo um suspiro de positividade.

Tudo aconteceu quando a segunda edição do RJTV, da Rede Globo, fazia uma entrada ao vivo do portal da comunidade no sábado (27), após uma tarde de mais conflitos entre o tráfico e a polícia. Foi quando espectadores perceberam, ao fundo, um homem em uma moto, carregando consigo um gato usando óculos escuros.

O piloto é o autônomo Alexandre Goulart, tutor (ou pai mesmo) de Chiquinho, seu passageiro. “Ele é tudo para mim. É meu filho gato”, disse ele ao G1, lembrando que é pai de outros quatro filhos.

São 14 anos de parceria entre Alexandre e Chiquinho. O bichano chegou até ele através de uma ex-namorada, que o deu de presente. Só que o felino acabou causando discórdia porque a moça ficou com ciúmes da relação que os dois desenvolveram.

“A minha namorada da época arranjou o Chiquinho, mas ela não aguentou porque ele era muito levado. Então ela perguntou se eu queria ficar e aceitei. Ela não gostava de sair. Então eu comecei a sair com o Chiquinho. Acabei me separando dela e o gato ficou comigo. Ela perguntou de quem eu gostava mais e escolhi o gato”, relatou Alexandre, que mora há 16 anos na Rocinha.

Alexandre é apaixonado por motos e costuma passear por toda a zona sul carioca sobre rodas. Para levar seu fiel escudeiro, o motoqueiro comprou óculos escuros, bonés e capacetes para protegê-lo do vento. Ele sempre vai quietinho e comportado em cima do tanque de gasolina do veículo, logo à frente do corpo de seu tutor.

Mas o mais importante dessa história é que Chiquinho realizou uma bela missão neste tempo todo. Alexandre é dependente químico em recuperação e não esconde de ninguém. “Eu sei que estou em recuperação pelo resto da vida. Estou sem consumir drogas há 24 anos. E o Chiquinho me ajuda todos os dias, porque é um de cada vez”, afirmou.

Chiquinho vai até nas reuniões dos grupos de ajuda para fazer companhia a Alexandre e não o larga em instante algum.

Atualmente, Alexandre vive de trabalhos temporários, fazendo um bico aqui e outro ali. Ele já trabalhou com venda de equipamentos de som e teve um brechó na comunidade, só que a crise o pegou e ele teve de fechar as portas. Hoje, busca novas oportunidades, sempre ao lado de Chiquinho.

Aliás, o Chiquinho já é famoso faz um tempo. Em 2016, o bichano foi tema da reportagem de um jornal da Record TV. Assista:

Ciberia // Hypeness

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Fábrica russa eliminará deficiências na produção da Sputnik V de acordo com recomendações da OMS

Em resultado de inspeções efetuadas na Rússia, o grupo de especialistas da Organização Mundial da Saúde fez várias observações sobre a fabricação da vacina Sputnik V. Estas são ligadas principalmente à proteção do meio ambiente …

Brasil ultrapassa Índia e volta a ser líder mundial em mortes diárias por coronavírus

Em meio ao avanço da terceira onda da pandemia, o Brasil ultrapassou a Índia e voltou à liderança do número de mortes diárias por covid-19 registradas, em média. São mais de 2.000 óbitos registrados por …

Rajadas rápidas de rádio ajudarão a mapear distribuição de matéria no universo

O novo levantamento dos dados coletados pelo radiotelescópio CHIME (Canadian Hydrogen Intensity Mapping Experiment) resultou em mais de 500 rajadas rápidas de rádio devidamente catalogadas, todas feitas durante o primeiro ano de atuação do telescópio. Agora, …

Lider da UE chama lei húngara anti-LGBT de vergonha

Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, afirma que vai usar poderes de que dispõe para garantir direitos de todos os cidadãos do bloco. Países pediram à UE que agisse. A presidente da Comissão Europeia, …

Apesar de ter vacinado mais da metade da população, Israel teme 2ª onda de Covid

O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, alertou nesta terça-feira que o país pode enfrentar uma nova onda de coronavírus. Segundo ele, o aumento do número de doentes, causado pela chegada da variante Delta, “importada” por …

Cientistas resolvem enigma de esculturas de pedra de 3.200 anos da Turquia

Um recente estudo permitiu descobrir finalmente o significado e a função dos relevos em pedra criados há 3.200 anos no santuário de Yazilikaya, na Turquia, após 200 anos de conjeturas. No século XIII a.C., a alguns …

EUA não devem esperar retomada do diálogo com Pyongyang, diz irmã de Kim Jong-un

As expectativas de retomada do diálogo entre os EUA e a Coreia do Norte são erradas, podendo levar a uma "decepção ainda maior", declarou a irmã do líder norte-coreano. Na terça-feira (22), Kim Yo Jong, alta …

Ministro da Saúde diz que não há mudança de estratégia para a Coronavac

No início desta segunda-feira (21), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, revelou que não haverá qualquer mudança de estratégia para a aplicação da CoronaVac. A declaração do ministro foi feita em audiência ao Senado Federal, revelando …

Há 80 anos, Hitler invadia a URSS – e começava a perder a guerra

Adolf Hitler e seus generais vinham planejando há meses para este momento. No domingo, 22 de junho de 1941, havia chegado a hora: às 3h15 da manhã, a Wehrmacht, forças armadas nazistas, atacou a União …

Com apenas 2% da população imunizada, África quer fabricar suas próprias vacinas anticovid

A África do Sul anunciou nesta segunda-feira a primeira etapa para capacitar seu continente na produção de vacinas anticovid. A conclusão do projeto ainda não tem data prevista, mas a iniciativa já é vista …