Astrônomos descobrem “Goblin”, o novo planeta anão do Sistema Solar

Roberto Molar Candanosa / Scott Sheppard / Carnegie Institution for Science

O planeta anão 2015 TG387, batizado de “Goblin”

Cientistas encontraram um planeta anão, batizado de “Goblin”, que pode ajudar a comunidade científica a descobrir mais evidências da existência do Planeta X.

Tudo aconteceu quando os cientistas procuravam pelo Planeta X, o hipotético e massivo corpo planetário do Sistema Solar, e acabaram descobrindo 2015 TG387, um minúsculo planeta anão, que se encontrava a cerca de 2,5 vezes a distância de Plutão no momento em que foi descoberto.

Batizado de “Goblin”, o planeta é pequeno – mesmo quando estamos falando de um planeta anão –, com apenas 300 quilômetros de diâmetro. No entanto, os pesquisadores ficaram bastante satisfeitos com a descoberta porque o planeta tem uma “órbita extraordinária”, segundo o Science Alert.

De acordo com os astrônomos – Scott Sheppard, do Instituto Carnegie, Chad Trujillo, da Universidade do Norte do Arizona, e David Tholen, da Universidade do Havaí –, isso sugere que o Planeta X continua por aí, à espera de ser descoberto. 

Quando foi encontrado, o “Goblin” estava a cerca de 80 AU (unidade astronômica que mede a distância entre a Terra e o Sol). Para contextualizar, a distância de Plutão é cerca de 39.5 AU (embora varie um pouco pelo fato de a sua órbita ser elíptica).

De fato, cada planeta e planeta anão no Sistema Solar tem uma órbita elíptica, em graus variados, sendo que nenhuma é tão elíptica como a de Plutão. Mas a órbita do “Goblin” é de “fazer cair o queixo”, escreve o mesmo site.

Roberto Molar Candanosa / Scott Sheppard / Carnegie Institution for Science

O planeta anão 2015 TG387, batizado de “Goblin”, no Sistema Solar

O planeta anão chega a 65 UA no periélio (ponto da órbita em que se encontra mais próximo do Sol). Embora não seja o mais distante, “Goblin” vai mais longe no que toca ao afélio (o contrário de periélio). Com base na sua trajetória, o valor é de 2,300 AU.

Isso significa que o 2015 TG387 demora 40 mil anos para dar uma volta ao Sol. Como esses objetos estão tão distantes, não interagem gravitacionalmente com planetas como Netuno ou Júpiter.

“Esses objetos distantes são como migalhas de pão que estão nos levando ao Planeta X”, compara Sheppard. Quantos mais pudermos encontrar, melhor podemos entender o Sistema Solar exterior e o possível planeta que pensamos estar moldando suas órbitas – uma descoberta que redefiniria o nosso conhecimento da evolução do Sistema Solar“.

De acordo com o estudo de Mike Brown e Konstantin Batygin publicado em 2016, as simulações feitas em computador que incluem o tamanho e a órbita do Planeta X indicam agora que o “Goblin” poderia ser guiado por um planeta gigante.

“O que torna esse resultado tão interessante é que o Planeta X parece afetar o 2015 TG387 da mesma forma que todos os outros objetos do Sistema Solar extremamente distantes”, diz Trujillo. “Essas simulações não provam que exista um planeta massivo, mas nos dão mais evidências de que qualquer coisa grande pode andar por aí”, acrescenta.

O estudo científico dessa equipe de cientistas já foi submetido no Astronomical Journal, estando agora à espera da revisão por pares. Porém, pode ser lido através do site arXiv.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Astrônomos mapeiam 1 milhão de galáxias previamente desconhecidas

Cerca de um milhão de galáxias previamente desconhecidas para além da Via Láctea foram adicionadas a um mapa detalhado de seção de espaço. Pesquisas sobre o espaço normalmente demoram anos para serem completas, mas um novo …

Brasil recebe vacina de Oxford em janeiro, promete Pazuello

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que o primeiro lote das vacinas de Oxford chega ao Brasil em janeiro. Serão 15 milhões de doses entre janeiro e fevereiro, totalizando 260 milhões ao longo do …

Cingapura é primeiro país a aprovar venda de carne de laboratório

Empresa californiana obteve autorização da cidade-Estado para usar sua carne de frango produzida a partir de cultura celular em chicken nuggets e garante que preço será competitivo. Cingapura é o primeiro país do mundo a aprovar …

Relatório da ONU aponta que 2020 deve ser um dos 3 anos mais quentes já registrados

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) publicou um relatório que aponta que o ano de 2020 deve ser um dos três anos mais quentes desde o início dos registros de temperatura. O secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, …

Documentos oficiais mostram que a China escondeu informações sobre a Covid-19

Relatórios oficiais chineses teriam sido transmitidos à rede de TV americana CNN por meio de um informador anônimo. A investigação se chama “Wuhan files” e tem como foco o começo da pandemia de Covid-19, em …

Jovem que filmou morte de George Floyd por policiais brancos ganha prêmio por bravura

A mulher que filmou o assasinato de George Floyd pelo policial Derek Chauvin vai ser condecorada com um prêmio por sua coragem. Darnella Frazier, de 17 anos, fez o registro enquanto ia com o primo …

Remédio experimental reverteu o declínio mental da idade avançada em dias

Apenas algumas doses de um medicamento experimental podem reverter o declínio relacionados à idade na memória e flexibilidade mental em ratos, de acordo com um novo estudo realizado por cientistas da UC San Francisco. A droga, …

Bebê nasce de embrião congelado há 27 anos: quase a idade da mãe

A pequena Molly Everette Gibson, de um mês, estabeleceu um novo recorde no mundo. A garotinha, filha de Tina e Ben Gibson, nasceu de um embrião que foi congelado há 27 anos e gerado por …

Covid-19: exame pioneiro mostra danos em pulmões 3 meses depois de infecção por coronavírus

A covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus, pode estar causando anormalidades pulmonares ainda detectáveis mais de três meses após os pacientes serem infectados, revela um novo estudo. Cientistas da Universidade de Oxford, no Reino Unido, …

"Hyperloop de levitação": a próxima revolução nas viagens?

Imagine viajar para o trabalho a quase 1.000 km/h, pairando um pouco acima do solo, sem barulho de motor. Pode soar como um filme de ficção científica, mas este cenário se aproximou da realidade quando o …