Google registra a localização dos utilizadores mesmo sem autorização explícita

O Google está tão determinado em saber a localização dos utilizadores que faz o seu registro mesmo que eles manifestem de forma explícita sua oposição à prática, noticiou nesta terça-feira (14) a agência AP.

Uma investigação da agência de notícias norte-americana concluiu que muitos serviços do Google em aparelhos Android e iPhones guardam a informação sobre a localização dos utilizadores, incluindo nos casos em que eles usaram um recurso que supostamente proporcionaria privacidade e impediria o Google de fazer o registro.

Pesquisadores em ciências da computação na Universidade de Princeton confirmaram a conclusão a pedido da AP. Na maior parte dos casos, o Google solicita permissão para usar a informação da localização do utilizador.

Um aplicativo como o Google Maps vai recordar o utilizador para que autorize o acesso se usar o app para navegação. Se autorizar o registro da localização ao longo do tempo, o Google Maps vai exibir essa história em uma ‘linha do tempo’ que mapeia seus movimentos diários.

Armazenar suas movimentações minuto a minuto acarreta riscos de privacidade e tem sido usado pela polícia para determinar a localização de suspeitos. Mas a empresa permite que a localização seja interrompida através de uma pausa na Location History.

O Google assegurou que isso vai impedi-la de saber onde o utilizador esteve. Na página de apoio do Google é declarado: “você pode desligar a Location History a qualquer momento. Com a Location History desligada, os locais onde você for não são guardados”.

Isso não é verdade“, garantiu a AP. Mesmo com a Location History suspensa, alguns aplicativos do Google guardam automaticamente os dados da localização, e respectivo horário, sem perguntar.

Por exemplo, o Google guarda a localização do utilizador mesmo quando ele apenas abre o Maps. As atualizações diárias automáticas da meteorologia dão uma indicação aproximada da localização do utilizador.

E até algumas pesquisas que não têm nada a ver com a localização, como ‘bolos com pedaços de chocolate’ ou ‘kit de ciência para crianças’, revelam com exatidão a latitude e longitude do utilizador, com uma precisão ao nível do metro quadrado, e as guardam.

A questão da privacidade afeta cerca de 2 milhões de utilizadores de aparelhos Android e centenas de milhões de utilizadores do iPhone, que dependem do Google para mapas ou pesquisas.

Armazenar a informação sobre localização em violação das opções do utilizador é errado, afirmou Jonathan Mayer, cientista da computação na Universidade de Princeton e ex-chefe de tecnologia na autoridade reguladora do setor, a Comissão Federal de Comunicações.

Um pesquisador do laboratório dirigido por Mayer confirmou os resultados da pesquisa da AP em vários aparelhos Android. A AP fez seus próprios testes em vários iPhones, que tiveram o mesmo resultado.

Ciberia, Lusa // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Sobreviventes retornam a Auschwitz nos 75 anos da libertação

Autoridades de 50 países participam da solenidade no antigo campo de concentração na Polônia, em meio a temores pelo aumento do antissemitismo. "Precisamos tomar cuidado para que não volte a acontecer", diz sobrevivente. Mais de 200 …

Por que cientistas querem tanto provar que Einstein e Galileu estavam errados

Ano entra, ano sai, e tanto a lei dos corpos em queda de Galileu Galilei quanto a teoria da relatividade de Albert Einstein são testadas novamente apenas para os pesquisadores confirmarem pela enésima vez que …

Morreu Kobe Bryant, um dos maiores astros da NBA

Neste domingo (26), o astro do basquete norte-americano, Kobe Bryant, faleceu em acidente de helicóptero, na cidade de Los Angeles, nos EUA. Autoridades e testemunhas levantam as primeiras hipóteses sobre a causa da queda. O lendário …

Coronavírus terá impacto no PIB chinês e na economia global

A nova epidemia de coronavírus é um balde de água fria na cabeça do mundo. A começar pelos chineses. Em 2003, o último vírus mortal se propagando pelo mundo inteiro – o SARS – …

Abelhas adoram cannabis e este caso de amor pode ajudar a salvar a espécie

Consideradas os seres vivos mais importantes do planeta, as abelhas são animais insubstituíveis, dos quais dependemos para viver. No entanto, nas últimas décadas, devido ao aquecimento global e o uso execessivo de pesticidas, elas estão …

Cientistas finalmente descobriram como capturar o espectro todo da luz solar para gerar hidrogênio

Pela primeira vez, cientistas da Universidade Estadual de Ohio (EUA) desenvolveram uma molécula que é capaz de coletar a energia de todo o espectro da luz solar. O processo, 50% mais eficiente que as atuais …

Você agora pode ouvir a voz de uma múmia de 3 mil anos

Com uso de tomografia computadorizada, impressão 3D e laringe eletrônica, pesquisadores do Reino Unido reconstruíram o trato vocal de uma múmia egípcia. Para a realização do projeto que teve início em 2013, foi preciso combinar medicina, …

Krakatoa, o inferno de Java: a erupção há 137 anos que foi sentida no planeta inteiro

Em 1883, o mundo presenciou um evento natural tão bombástico e violento que pôde ser notado de alguma forma por praticamente todos os habitantes do planeta. A erupção do vulcão Krakatoa, na Indonésia, lançou detritos a …

Educação e confiança fazem da Dinamarca país menos corrupto do mundo

Imagine poder almoçar tranquilamente num restaurante ou fazer compras enquanto deixa o seu bebê no carrinho, estacionado do lado de fora na calçada. Essa cena, que faz parte do cotidiano dos dinamarqueses, só é …

Brasil adianta ponteiros do Relógio do Juízo Final

O Relógio do Juízo Final teve seus ponteiros ajustados nesta quinta-feira (23/01) para a marca de apenas 100 segundos para a meia-noite, simbolizando o maior perigo para a humanidade registrado desde criação do dispositivo em …