Governo da Indonésia autoriza saques em supermercados após terremoto

Mast Irham / EPA

Mais de dois dias após o terremoto seguido de um tsunami na Indonésia, as equipes de socorro ainda não conseguiram chegar a todas as regiões da ilha de Sulawesi. 

Após o violento terremoto que sacudiu a Indonésia, seguido de um tsunami que atingiu a cidade de Palu, os sobreviventes enfrentam a falta de alimentos e de água potável, e muitos começaram a saquear supermercados.

Segundo informações oficiais, mais de 800 pessoas morreram. No entanto, as autoridades afirmam que esse balanço é provisório, já que centenas moradores continuam desaparecidos e as equipes de ajuda não conseguiram chegar em várias partes da ilha.

Diante dos estragos provocados pelo terremoto de 7,5 de magnitude na sexta-feira (28), é impossível desembarcar no aeroporto de Palu, a cidade mais afetada da região.

“Por enquanto as condições não permitem aterrissagens. Precisaremos de pelo menos uma semana”, declarou o presidente da Indonésia, Joko Widodo, durante uma visita à cidade de 350 mil habitantes neste domingo (30). As equipes de socorro são obrigadas a usar pistas de pouso alternativas, como em Poso, a cerca de 200km das zonas atingidas.

O trajeto entre as duas cidades, que normalmente dura cinco horas, leva atualmente dez horas em razão do êxodo em massa de moradores, que tentam abandonar a região. Congestionamentos gigantescos se formam até mesmo em estradas nas montanhas.

Em Palu, o cenário é de destruição, com barcos no meio das ruas, após terem sido arrastados pelo tsunami. Os moradores continuam esperando ajuda e com a falta de comida e água potável, têm se multiplicado o número de saques a supermercados e postos de gasolina.

Diante da situação, as autoridades locais anunciaram que os saqueadores não serão punidos e que o governo vai reembolsar os comerciantes.

“Pedimos aos distribuidores Alfamart e Indomaret que deixem as pessoas pegarem as mercadorias”, informou por meio de um comunicado o ministro indonésio do Interior, Tjahjo Kumolo. “Eles devem registrar tudo e nós pagaremos depois”, prometeu.

Civis começaram a enterrar os mortos, muitos deles antes mesmo da identificação dos corpos, temendo a propagação de doenças. O governo também prevê sepultamentos coletivos.

Ainda não há notícias das cidades de Sigi e Donggala, que tiveram as estradas de acesso cortadas pela destruição. As autoridades temem que o balanço de vítimas fatais aumente quando conseguirem chegar nas duas localidades.

“Temos que agir rápido, mas as condições atuais tornam tudo mais difícil”, declarou o presidente indonésio.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Líbano inicia luto nacional e recebe ajuda internacional

Diversos países enviam suprimentos médicos a Beirute. Presidente da França chega ao Líbano para avaliar situação. Megaexplosão deixou ao menos 137 mortos, incluindo diplomata alemão, e mais de 5 mil feridos. Beirute amanheceu nesta quinta-feira (06/08) …

StarShip finalmente levanta voo: a nave que um dia levará cem humanos para Marte e Lua

A SpaceX fez um lançamento de teste com sucesso do seu gigantesco protótipo do StarShip SN5 em Boca Chica, Texas (EUA), a uma altura planejada de 150 metros. A massiva torre de aço inoxidável flutuou no …

EUA conduzem lançamento de teste do míssil balístico Minuteman III

O projétil não tinha ogiva de combate, mas era equipado com três veículos recuperáveis que foram submetidos a testes. Militares dos EUA lançaram na manhã desta terça-feira (4) um míssil balístico Minuteman III a partir da …

Beirute soma mais de 100 mortos e 4000 feridos após explosões

O Líbano vive nesta quarta-feira (5) um dia de luto nacional, após as explosões na região portuária de Beirute, na tarde de ontem. A tragédia soma pelo menos 100 mortos, 4.000 feridos e 300.000 …

Mensagem na areia salva marinheiros desaparecidos no Oceano Pacífico

Trio de marinheiros que havia se desviado de rota e ficado sem combustível foi localizado numa pequena ilha da Micronésia após três dias. Aeronaves avistaram sinal gigante de SOS escrito na areia da praia. Três homens …

Problemas cardíacos duradouros se apresentam em 78% dos pacientes de coronavírus

O entusiastas do retorno da economia para a normalidade defendem suas opiniões geralmente com base no fato da maioria dos pacientes exibirem sintomas leves ou sequer ter qualquer sintoma de coronavírus, comparando negligentemente o Covid-19 …

Governo britânico vai pagar parte da conta de consumo em pubs e restaurantes

Incentivos não vão faltar para quem estava com saudades de frequentar bares, pubs e restaurantes no Reino Unido. Durante o mês de agosto, o governo britânico vai bancar parte da conta de quem sair …

Cientistas revelam origem de estranhos meteoritos encontrados na Terra

Uma equipe de cientistas norte-americanos teoriza que alguns dos meteoritos, que não se encaixam nas duas categorias principais, têm uma origem até hoje desconhecida por astrônomos. Um grupo significante de meteoritos, que existem hoje na Terra, …

Twitter pode ser multado em US$ 250 milhões por abuso de dados dos usuários

O Twitter confessou que, possivelmente, será multado em até US$ 250 milhões pela Comissão Federal de Comércio dos EUA (FTC, no original em inglês) por ter desrespeitado um acordo firmado em 2011 com a agência …

OMS afirma que não há solução milagrosa para lutar contra Covid-19

A Organização Mundial de Saúde avisou na segunda-feira que não há, nem haverá uma solução milagre contra a pandemis de Covid-19, não obstante a corrida que se verifica actualmente de forma a descobrir uma vacina …