Há fortes evidências de que o álcool danifica diretamente o DNA; e pode provocar o câncer

Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

Os cientistas sabem há um tempo que o consumo de álcool leva a um aumento do risco de câncer. Uma nova pesquisa da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, encontrou uma explicação plausível para isso.

Em um novo estudo com ratos, uma equipe de cientistas descobriu que o álcool danifica diretamente o DNA em células-tronco formadoras de sangue. O dano pode se espalhar pelos tecidos do corpo, aumentando as probabilidades do desenvolvimento de câncer.

Os cientistas deram álcool diluído, ou etanol, a ratos, e usaram análise cromossômica e sequenciamento de DNA para avaliar os danos genéticos no organismo dos animais.

A equipe descobriu que o culpado era um composto químico chamado acetaldeído, um subproduto do processo de metabolização do álcool. O acetaldeído pode danificar e causar rupturas no DNA dentro das células, alterando-o permanentemente.

As células-tronco sanguíneas foram utilizadas na análise porque podem ser facilmente replicadas para o estudo do DNA, e também porque podem espalhar os danos genéticos por todo o corpo.

Outras pesquisas já tinham indicado que o acetaldeído causava danos no DNA, mas essas experiências tinham sido realizadas em células em placas de Petri e não em corpos vivos. O novo estudo permitiu aos cientistas observar a forma como o organismo responde a esse dano.

De acordo com o principal autor do estudo, Ketan Patel, a questão de como o álcool causa danos no organismo era controversa. “O artigo fornece provas muito fortes de que um metabolito do álcool provoca danos ao DNA, inclusive para as células-tronco mais importantes que continuam a fazer tecidos”, disse Patel.

Quando consumimos álcool em grandes quantidades, o corpo luta para metabolizar o acetaldeído, e este composto químico se acumula nas células. Este é o momento em que pode causar um enorme estrago no DNA.

O corpo tem uma defesa contra o acetaldeído: um grupo de enzimas chamado aldeído-desidrogenase (ALDH). Quando funcionam corretamente, neutralizam o acetaldeído e convertem-no em acetato, que o corpo pode usar como energia.

A fim de ver como o acetaldeído afeta as células quando se acumula, a equipe teve que modificar geneticamente os ratos com uma mutação que impediu as células-tronco do sangue de produzir uma dessas enzimas, ALDH2.

“Vimos grandes danos no DNA nessas células. Pedaços de DNA foram apagados, quebrados e até mesmo partes de cromossomos foram movidos e reorganizados”, explicou Patel.

Os ratos deficientes em ALDH2 tiveram quatro vezes mais danos celulares que os ratos do grupo de controle com produção normal de ALDH2.

O corpo também possui um segundo tipo de defesa, um sistema de reparo que trabalha para tentar corrigir os danos causados no DNA. Mas algumas pessoas têm mutações onde uma ou ambas as defesas não funcionam.

Por exemplo, cerca de 540 milhões de pessoas na Ásia carregam uma mutação no gene ALDH2, o que significa que não podem processar o acetaldeído. Essa condição faz com que não consigam beber álcool, ficando muito vermelhos quando o fazem – daí o fato de a mutação ser conhecida como “Asian Flush” (algo como “vermelhidão asiática”). Quem a possui tem maior risco de desenvolver câncer no esôfago.

Além dessa mutação, outros tipos de condições que fazem com que as pessoas não sejam capazes de processar o álcool efetivamente levam a um risco ainda maior de danos no DNA relacionados com as bebidas e, portanto, de certos tipos de câncer.

É importante lembrar, no entanto, que os sistemas de reparo não são perfeitos, de forma que o álcool ainda pode causar câncer de outras formas, mesmo em pessoas com os mecanismos de defesa intactos.

O próximo passo da pesquisa é descobrir a ligação entre o consumo de álcool a alguns tipos de câncer em específico, como de boca, garganta, esôfago, laringe, mama, fígado e intestino, mesmo com pequenas quantidades de álcool.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Sucesso nas apostas depende do apostador

Se você quer ter lucro nas apostas, precisa fundamentalmente de duas coisas: ter vantagem em relação à casa de apostas e um método de apostas bem rigoroso. Falamos disso porque muitos dos apostadores deixam dinheiro às …

Bezos doará US$ 10 bilhões para combater mudanças climáticas

Dono da Amazon anuncia fundo para financiar pesquisas voltadas a reduzir impactos do aquecimento global. Empresa tem enorme pegada de carbono por uso de combustíveis fósseis no transporte de produtos. O multimilionário americano Jeff Bezos afimou …

Jogador alvo de racismo toma atitude que todo mundo deveria ter e abandona gramado

Na última rodada da Liga Portuguesa, o Porto venceu fora de casa Vitória de Guimarães por 2 a 1. O gol que definiu a partida foi do malinês Marega. O ponta de lança recebeu um …

Ministra da Saúde de Macron vai disputar prefeitura de Paris em batalha de mulheres

O partido presidencial francês e seus aliados centristas encontraram neste domingo (16) na ministra da Saúde, Agnès Buzyn, 58, a sucessora ideal para Benjamin Griveaux. O candidato de Emmanuel Macron ao cargo de prefeito de …

Organização vende suposto DNA de Donald Trump e outros líderes globais

Nesta sexta-feira, uma organização chamada Earnest Project passou a oferecer a chance de possuir amostras de DNA de alguns líderes mundiais e outras celebridades. O grupo alega que coletou clandestinamente itens descartados pelos participantes do Fórum …

Tribunal alemão suspende derrubada de floresta para fábrica da Tesla

Justiça ordena que gigante americana interrompa corte de árvores nos arredores de Berlim enquanto analisa pedido de associação ambiental. Empresa de Elon Musk planeja construir ali sua primeira "gigafábrica" da Europa. Um tribunal na Alemanha determinou …

Satélites podem facilmente ser manipulados por hackers, alerta pesquisador

Talvez você já esteja por dentro da confusão toda em relação aos problemas que os satélites Starlink, da SpaceX, estão causando na comunidade astronômica. Os relativamente poucos satélites lançados (cerca de 240, como parte de um …

Na Índia, campanha faz semáforo voltar ao vermelho se os motoristas buzinarem demais

Se a Índia é um país famoso por sua religiosidade, sua culinária, suas belezas naturais e, sendo o segundo país mais populoso, por ser a maior democracia por eleitorado do mundo, ela também carrega a …

Secularismo e tolerância a minorias predizem a prosperidade de um país

Pesquisadores da Universidade de Bristol e Universidade do Tennesse analisaram dados de quase 500 mil pessoas de 109 países e concluíram que mudanças na cultura geralmente vêm antes da melhora na riqueza, educação e democracia. Os …

Estudo: declínio de abelhas se aproxima da extinção em massa

De acordo com um novo estudo liderado por cientistas da Universidade de Ottawa (Canadá), a probabilidade de uma população de abelhas sobreviver em qualquer lugar diminuiu 30% no curso de uma geração humana. Os pesquisadores sugerem …