Há uma “pandemia” silenciosa que pode ser mais perigosa do que qualquer vírus

Em um relatório publicado pela Sociedade Europeia de Cardiologia, pesquisadores determinaram que a poluição atmosférica global é um dos maiores responsáveis por mortes prematuras no mundo.

Os cientistas do Instituto Max Planck dizem que a poluição do ar se tornou uma verdadeira “pandemia” que afeta a humanidade de forma mais letal do que outras ameaças, como vírus ou mesmo guerras.

“Como o impacto da poluição atmosférica na saúde pública em geral é muito maior do que o esperado, e é um fenômeno global. Acreditamos que os nossos resultados mostram que existe uma pandemia de poluição atmosférica“, diz o químico do ar Thomas Munzel, conforme publicado pela Sociedade Europeia de Cardiologia (European Society of Cardiology).

Os pesquisadores estimaram que a poluição atmosférica global causou 8,8 milhões de mortes prematuras em 2015, o que representa um encurtamento médio da esperança de vida em quase três anos. Em comparação, o consumo de tabaco reduz a esperança de vida em média por 2,2 anos, tendo causado cerca de 7,2 milhões de mortes nesse ano. Quanto ao HIV, foi responsável por 1 milhão de mortes.

Para trás ficaram doenças como a malária, transmitida por parasitas ou insetos (600.000 mortes), ao mesmo tempo que todas as formas de violência, incluindo a guerra, causaram cerca de 530.000 mortes.

Os pesquisadores analisaram o efeito da poluição do ar em seis categorias de doenças: infecção do trato respiratório inferior, doença pulmonar obstrutiva crônica, câncer de pulmão, doença cardíaca, doença cerebrovascular e outras doenças não transmissíveis.

Eles descobriram que as doenças cardiovasculares são responsáveis pela maior proporção (43%) da perda de esperança de vida por poluição do ar em todo o mundo.

Além disso, os cientistas observaram em seu estudo que a poluição do ar tem um efeito maior no encurtamento da vida das pessoas idosas, se excluindo a morte de crianças menores de 5 anos em países subdesenvolvidos da África e da Ásia.

“Na África, a poluição do ar representa um risco para a saúde comparável ao HIV/SIDA e à malária. Contudo, na maior parte do resto do mundo, a poluição do ar é um risco muito maior para a saúde”, adverte o professor Jos Lelieveld.

“Quando observamos como a poluição desempenhou um papel em várias doenças, [descobrimos que] seu efeito sobre as doenças cardiovasculares é muito semelhante ao efeito do tabaco. A poluição do ar causa danos aos vasos sanguíneos através do aumento do estresse oxidante, que depois leva ao aumento da pressão arterial, diabetes, derrames cerebrais, ataque cardíaco e insuficiência cardíaca”, explicou Lelieveld, membro da organização médica.

Os cientistas dizem que em seu estudo eles distinguiram entre poluição do ar causada pelo homem e poluição de fontes naturais, como poeira do deserto e emissões de incêndios florestais.

“Mostramos que aproximadamente dois terços das mortes prematuras são atribuíveis à poluição do ar causada pelo homem, principalmente pelo uso de combustíveis fósseis […] São potencialmente evitáveis 5,5 milhões de mortes em todo o mundo a cada ano”, afirma o relatório.

Este é o primeiro estudo a mostrar os efeitos da poluição do ar nos números de mortes por idade, tipo de doença e também o seu efeito na esperança de vida a nível de cada país e região.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Revelada consequência grave da COVID-19 mais frequente do que se acreditava

Novo estudo revelou que os pacientes com COVID-19 que foram internados em unidades de terapia intensiva (UTI) têm mais possibilidade de desenvolver deficiências cognitivas contínuas. O estudo de quase 150 pacientes internados no início da pandemia …

Fundo de Bill Gates investe US$ 50 milhões em robôs agricultores que poupam água

A startup norte-americana Iron Ox recebeu um aporte de US$ 53 milhões (R$ 280,5 milhões) para melhorar sua tecnologia de robôs usados na agricultura e que consomem 90% menos água que plantações tradicionais. O dinheiro veio …

Bolsonaro pede à população que tome banho frio e evite elevador

O presidente Jair Bolsonaro pediu nesta quinta-feira (23/09) à população que tome banho frio e evite usar o elevador para economizar energia elétrica. "Aqui são três andares. Quando tem que descer, mesmo que o elevador esteja …

A incrível descoberta que indica presença humana nas Américas muito antes do que se pensava

Novas descobertas científicas apontam que humanos chegaram às Américas pelo menos 7 mil anos antes do que se estimava anteriormente. As pesquisas em torno do momento em que o continente americano passou a ser povoado a …

Mianmar: Justiça americana ordena quebra de sigilo do Facebook para investigar ameaças contra rohingyas

Um juiz americano ordenou ao Facebook que divulgue os arquivos de contas ligadas de membros do exército birmanês e de milícias budistas que perseguiram a minoria Rohingya em Mianmar. A decisão, que encontra resistência …

Eduardo Bolsonaro está com covid-19

O deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, está com covid-19. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (24/09) por vários sites brasileiros de notícias. O próprio Eduardo teria confirmado seu diagnóstico ao portal …

Covid: o que alta em internação de idosos revela sobre efetividade da vacina e 3ª dose

As últimas estatísticas de casos, internações e mortes por covid-19 no Brasil trazem uma conclusão importante: as vacinas funcionam e protegem contra as formas graves da doença, mas algumas pessoas mais vulneráveis realmente precisam tomar …

Líder separatista catalão Carles Puigdemont é detido na Itália

Carles Puigdemont, que foi presidente do governo regional catalão durante a declaração de independência frustrada de 2017, foi detido na ilha italiana da Sardenha (oeste) nesta quinta-feira (23) após quatro anos foragido da justiça …

Por que as drogas psicodélicas estão mais perto do mercado convencional

O aumento da permissão de uso de psicodélicos como terapia promete transformar a forma como vemos o extraordinário. Foi em 1971 que Rick Doblin usou LSD pela primeira vez. Era uma tarde de sábado na Flórida, em …

Covid-19: EUA autorizam 3ª dose da vacina da Pfizer para idosos e grupos de risco

Os Estados Unidos autorizaram nesta quarta-feira a aplicação de uma terceira dose da vacina contra a covid-19 da Pfizer para maiores de 65 anos, pessoas com alto risco de contrair uma forma grave da …