Imprensa internacional destaca decisão de realizar Copa América no Brasil em plena pandemia

Lucas Figueiredo / CBF

Os jornais Le Monde (França), The Guardian (Reino Unido) e The New York Times (EUA) repercutiram nesta segunda-feira a decisão da Conmebol de transferir a realização da Copa América para o Brasil, em plena pandemia. A crise sanitária obrigou os países vizinhos a cancelarem o mesmo torneio, apesar de sua importância financeira.

O site do jornal francês Le Monde destaca a insatisfação de jogadores sul-americanos com a realização da Copa América no Brasil.

“O Brasil registrou mais de 460.000 mortes por Covid-19 e os epidemiologistas temem uma terceira onda de contaminação. Neste contexto, alguns jogadores internacionais expressaram sua oposição à realização do torneio”, destaca o jornal..

“Estou impressionado com o fato de que a Copa América será disputada apesar da situação atual”, disse o uruguaio Luis Suarez ao vespertino francês. Seu compatriota, Edinson Cavani, também denunciou a decisão.

“É uma irresponsabilidade terrível que tudo se faça para jogar a Copa América. Nada sobre a situação social importa aqui, nem mesmo os riscos associados ao vírus“, publica Le Monde.

O jornal francês destaca ainda o depoimento do deputado Marcelo Freixo (Psol) no Twitter. “A Argentina recusou a Copa América por causa do agravamento da pandemia. Lá, a média móvel de mortes nos últimos sete dias foi de 470 pessoas… Aqui, é de 1.844. QUATRO VEZES MAIOR. Esse é o retrato de um governo assassino”, publica Le Monde, reproduzindo o tuíte de Freixo.

O jornal destaca ainda que “esta será a sexta vez que o Brasil sediará a Copa América, competição na qual venceu todas as vezes que disputou em casa (1919, 1922, 1949, 1989 e 2019). Em 2019, o país conquistou o campeonato pela nona vez, vencendo o Peru (3 a 1) na final”.

“Surpreendente”

Para o jornal britânico The Guardian, a decisão da Conmebol de realizar o torneio no Brasil é “surpreendente”. “O país tem um dos maiores índices de mortalidade Covid-19 do mundo, com mais de 400.000 óbitos. Manifestações foram realizadas em todo o país para exigir o impeachment do presidente, Jair Bolsonaro, por sua forma de lidar com a crise.

O Guardian sublinha que Gonzalo Belloso, secretário-geral da Conmebol, disse na semana passada que a organização conversou com autoridades chilenas com o objetivo de sediar alguns jogos no país. “Os organizadores estão relutantes em cancelar o torneio por causa de sua importância financeira”, analisa o jornal britânico.

“A Copa América 2019 rendeu US $ 118 milhões e foi a segunda maior fonte de receita anual da confederação depois da Copa Libertadores, o equivalente à Liga dos Campeões da Europa”, destaca o periódico em seu site.

“Presidente brasileiro zombou de lockdowns”

O norte-americano The New York Times reportou que “o Brasil, onde o número de novos casos diminuiu recentemente, mas permanece alto, viu mais mortes por Covid-19 do que qualquer outro país, além da Índia e dos Estados Unidos”.

Segundo o jornal, “seu presidente, Jair Bolsonaro, zombou repetidamente de lockdowns, do uso de máscaras e outras medidas, desprezou a orientação de especialistas em saúde para lidar com a pandemia”, contextualiza a publicação.

Em seguida, o Times sublinha a diferença com a Argentina, onde “a edição de 2020 da Copa América foi adiada por um ano na primavera passada, após o início da pandemia”.

Na Argentina, “enlouquecida por futebol, país que sediou o evento pela última vez em 2011, a Copa América foi vista como uma ocasião para receber algumas das maiores estrelas do esporte, incluindo o próprio Lionel Messi.

Mas os pedidos para transferir o torneio, que normalmente ocorre a cada quatro anos, para outro lugar, aumentaram nas últimas semanas, com os oponentes no Twitter usando a hashtag #NoALaCopaAmericaEnArgentina e #NoToTheCopaAmericaInArgentina”, publica.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Mudanças climáticas: cientistas treinam vacas para usar banheiro contra aquecimento global

Vacas podem ser treinadas para usar um banheiro para reduzir as emissões de gases de efeito estufa, segundo uma experiência realizada na Alemanha por pesquisadores alemães e da Nova Zelândia. No estudo, os cientistas treinaram os …

Reprovação a Bolsonaro volta a subir, afirma Datafolha

O Instituto Datafolha apurou que a reprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro aumentou ainda mais, passando para 53% entre as pessoas consultadas, segundo uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira (17/02) pelo jornal Folha de S. …

Empresa norueguesa assegura que pode 'eliminar' furacões antes que se tornem destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de cortina de bolhas proposto pela empresa poderia ela própria provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, startup norueguesa, assegura que sua tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem poderosos …

Limitar aquecimento global a 1,5ºC exige redução drástica de gases poluentes, mostra relatório

Manter a temperatura da Terra a 1,5°C será impossível sem uma redução massiva das emissões de gases poluentes. É o que mostra um novo relatório divulgado pela ONU nesta quinta-feira (16). O documento "United …

Alemanha libera entrada para brasileiros que apresentem teste negativo

A Alemanha vai deixar de considerar o Brasil como área de alto risco na pandemia do novo coronavírus a partir deste domingo, anunciou nesta sexta-feira (17/09) o Instituto Robert Koch (RKI), a agência governamental alemã …

Assembleia-Geral da ONU: exigência de vacina ainda não está decidida, mas é improvável que Bolsonaro seja barrado

Perdeu força a possibilidade de que líderes de países tenham que comprovar que se vacinaram contra a covid-19 para participar da 76ª Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que acontece na semana que vem …

Submarinos: França perde o "contrato do século" para a Austrália, que opta por EUA e Reino Unido

O jornal econômico Les Echos estampa em sua primeira página desta quinta-feira (16) uma notícia, ainda no condicional, que se concretizaria durante a madrugada: "A Austrália desiste de uma encomenda de 12 submarinos franceses …

VSR: o pouco conhecido vírus que se espalha entre crianças no mundo e também no Brasil

No início de 2021, a equipe do Hospital Infantil de Maimonides, no Brooklyn, em Nova York (EUA), começou a experimentar uma cautelosa sensação de alívio. Os casos de covid-19 na cidade estavam em queda. Como …

Com popularidade em queda, premiê britânico Boris Johnson reforma equipe de governo

Após semanas de boatos, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, decidiu modificar o governo nesta quarta-feira para formar uma "equipe unida" e enfrentar os desafios depois de um ano e meio de pandemia e em …

Relatório lista mais de uma dezena de crimes atribuídos a Bolsonaro

Um grupo de juristas liderados pelo ex-ministro da Justiça Miguel Reale Júnior entregou nesta terça-feira (14/09) à CPI da Pandemia um relatório de 226 páginas com possíveis crimes cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro durante a …