Imprensa internacional repercute CPI da Covid: “quantas vidas poderiam ter sido salvas?”

Guillaume Horcajuelo / EPA

A apresentação oficial do relatório do senador Renan Calheiros na CPI da Covid é uma das principais manchetes da imprensa europeia nesta quarta-feira (20). Os diários destacam uma série de crimes “intencionais” de que Bolsonaro é acusado porque “decidiu deliberadamente não tomar medidas para conter a circulação do coronavírus”.

A correspondente do jornal Libération em São Paulo, Chantal Rayes, se pergunta se o cenário hoje poderia ser diferente, caso o presidente brasileiro agisse para barrar a propagação do vírus. A matéria afirma que se Bolsonaro tivesse adquirido a tempo as vacinas anticovid, “ao menos 100 mil vidas das 600 mil perdidas no maior país da América Latina” poderiam ter sido poupadas.

No entanto, “o presidente é acusado de deixar o vírus se espalhar deliberadamente, para favorecer uma ilusória imunidade coletiva – tudo isso sabotando as medidas sanitárias – como o confinamento e o uso da máscara – adotadas por prefeituras e Estados”, reitera Libération.

“Notável antivacina”, a matéria afirma que Bolsonaro também se recusou a adquirir os imunizantes no ano passado, encorajando o uso da hidroxicloroquina, comprovadamente ineficaz contra a Sars-Cov-2.

Crime contra a humanidade

O senador Renan Calheiros consentiu em retirar do texto crimes de homicídio e genocídio indígena, mas o presidente será acusado de crime contra a humanidade, prevaricação, charlatanismo, infração a medidas sanitárias com resultado de morte, entre outras incriminações.

Segundo o jornal Le Monde, “apesar de gravíssimas, essas acusações devem ter impacto simbólico, essencialmente político”, já que Bolsonaro tem apoio suficiente no Congresso para evitar um processo de impeachment. Da mesma forma, “o procurador-geral da República, Augusto Aras, aliado do presidente, deve bloquear qualquer indiciamento”.

O jornal português Público tem a mesma análise que o Le Monde. Para o diário, dificilmente Bolsonaro sofrerá um processo de impeachment e será protegido por Augusto Aras, “que espera ganhar uma vaga no Supremo Tribunal Federal” em troca de sua fidelidade ao presidente.

Na Espanha, o jornal El País escreve que a “gestão errática” de Bolsonaro envolveu “a propagação de informações falsas sobre a Covid-19”. “Houve uso da máquina do governo e cumplicidade do Conselho Federal de Medicina, que permitiu a alguns de seus membros promover medicamentos de eficácia não comprovada contra a doença”, apontou El País, depois de consultar um rascunho do texto do relator.

A opção pela imunidade de rebanho, para não prejudicar a economia, ajudou o Brasil a atingir índices de mortalidade bem superiores a outros países do mundo, assinala o diário espanhol.

Retrato devastador da negligência

No Reino Unido, o The Guardian diz que “o relatório da CPI exibe um retrato devastador da negligência, da incompetência e do negacionismo” defendido pelo presidente, que ignorou a emergência de saúde pública, deixando a Covid-19 matar mais de 600 mil brasileiros.

Nos Estados Unidos, a imprensa também reage à finalização do relatório da CPI da Covid. O jornal The New York Times consultou trechos do documento e destaca que Bolsonaro é responsabilizado por “ter intencionalmente deixado o vírus se propagar pelo país, matando centenas de milhares pessoas na maior economia da América Latina”.

De acordo com o diário, três filhos do presidente e diversos membros do governo também poderão ser indiciados.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …