Gestão da pandemia de Covid-19 no Brasil é criticada pela imprensa internacional

Fernando Frazão / Agencia Brasil

Jair Bolsonaro

O Brasil ultrapassou a barra simbólica de mil mortos por dia vítimas da Covid-19 e se tornou o novo epicentro da doença. A gestão da pandemia no país preocupa a comunidade internacional e é destaque em jornais pelo mundo afora.

O Brasil não para de registrar tristes recordes na progressão da pandemia”, relata a emissora France Info em seu site, que traz nesta quarta-feira (20) o último balanço da evolução da doença no país. “Mas os dados divulgados até agora seriam subestimados, já que não há testes suficientes no país e o número real de doentes poderia ser 15 vezes maior”, alertam os jornalistas franceses.

O jornal Le Parisien é mais categórico e diz que se esse ritmo de contaminação continuar, “o Brasil poderá registrar uma aceleração da pandemia”.

Fora da França, o jornal britânico The Guardian fala dos hospitais saturados no Rio de Janeiro e São Paulo e lembra que o Brasil já ultrapassou o Grã-Bretanha e se tornou o terceiro país com o maior número de infecções confirmadas.

Já o canal de televisão norte-americano CNN critica a posição do presidente brasileiro Jair Bolsonaro, que “continua descartando a ameaça do vírus, dizendo que quarentena e bloqueios podem ter um impacto pior na economia brasileira”.

Pressão de Bolsonaro para uso da cloroquina

A imprensa internacional também se interessa pela estratégia de tratamentos sugerida por Bolsonaro. “O líder populista apontou a cloroquina como uma droga potencial contra o novo coronavírus – como seu colega americano, Trump”, relata o canal de televisão CNN. O francês Le Parisien completa, explicando que “o presidente é um fervente partidário [do uso dessa molécula], mesmo se sua eficácia não foi provada por nenhum estudo cientifico irrefutável e que a cloroquina pode provocar vários efeitos colaterais, entre eles problemas cardíacos”.

O que chama a atenção da imprensa internacional é que Brasília pretende generalizar o uso da molécula, inclusive em pacientes que desenvolveram uma forma menos severa da doença.

“A maioria dos grandes países atingidos pela pandemia, como Estados Unidos e França, autorizaram o uso da hidroxicloroquina, um derivado da cloroquina, apenas como parte de testes clínicos ou em hospitais, para casos graves, após uma decisão coletiva dos médicos”, alerta a revista francesa Le Point em um artigo intitulado “Cloroquina generalizada sob a pressão de Bolsonaro”.

Mesmo tom no Courrier International, que relata a piada feita pelo chefe de Estado sobre o tratamento, no mesmo dia em que o país alcançava a barra simbólica de mil mortos vítimas da Covid-19. “Quem é de direita toma cloroquina, quem é esquerda, Tubaína”, ironizou Bolsonaro.

Além da questão de um potencial tratamento, o jornal suíço Le Temps traz uma longa reportagem feita por sua correspondente em São Paulo, que aponta falhas no início da luta contra o vírus no Brasil.

Somente dois meses e meio após a confirmação do primeiro caso, em 26 de fevereiro, São Paulo, o estado mais atingido, anunciou uma política de testes em massa”. Ela ressalta que no restante do país a situação também é difícil, em razão da falta de coordenação dos esforços em uma nação de contrastes e dimensões continentais.

“O Brasil é o único país com mais de 100 milhões de habitantes dotado de uma rede de serviço público de saúde disponível para toda a população”, elogia a correspondente. “Mas esse famoso SUS, do qual dependem 75% dos brasileiros, é cronicamente subfinanciada e já era subdimensionado bem antes da pandemia. As vezes há leitos, mas não há pessoal qualificado”, pondera a jornalista do Le Temps.

Valsa de ministros

O jornal suíço, como váriou outros veículos internacionais, acompanhou a valsa de ministros da Saúde nos últimos dias. Le Temps explica que a pasta está disponível após a saída de Nelson Teich e Luiz Henrique Mandetta, que se recusaram a seguir a estratégia de uso indiscriminado da cloroquina, como tenta impor Bolsonaro. “O próximo titular da pasta deverá se dobrar à essa exigência”, comenta a correspondente do Le Temps .

O italiano Corriere Della Serra também fala da dança das cadeiras de ministros e diz em título que “o Brasil vive um caos político”.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Portugueses reelegem presidente Rebelo de Sousa

Urnas em Portugal confirmam previsão de vitória do chefe de Estado de centro-direita, que ganha novo mandato de cinco anos. Combate à pandemia é prioridade. Como esperado, os portugueses reelegeram neste domingo (24/01) o presidente Marcelo Rebelo …

Cuba experimenta dois lados da moeda com chegada de internet móvel

Desde que chegou a Cuba, há apenas dois anos, a internet móvel revolucionou a vida do país – ajudando as pessoas a encontrarem comida, combustível e até remédios em meio a uma escassez terrível. Mas …

Chantilly: em dificuldades finaceiras, um dos mais belos castelos da França pede socorro

A pandemia e o fim da ajuda de um poderoso mecenas colocam em risco o futuro de uma das propriedades mais majestosas da França, o castelo de Chantilly, ao norte de Paris. A reportagem …

Como fumantes de longa data pararam de fumar usando cogumelos mágicos apenas 3 vezes

É mais difícil largar do cigarro do que da heroína, dizem alguns. Mas pesquisadores da Johns Hopkins relataram que um pequeno número de fumantes de longa data que falharam em muitas tentativas de abandonar o …

Gangorra que uniu imigrantes no muro da fronteira dos EUA ganha prêmio

Lembra das gangorras que permitiram que famílias mexicanas brincasse de lados opostos do muro da fronteira EUA-México? O projeto das três gangorras ganhou o prêmio “Design do Ano 2020” pelo Museu de Londres. O arquiteto norte-americano …

Irã diz ter batido recorde de exportação de derivados de petróleo apesar das sanções dos EUA

O Irã bateu recorde de exportação de derivados de petróleo apesar das sanções impostas pelos Estados Unidos, declarou o ministro do Petróleo da República Islâmica, Bijan Zangeneh, nesta sexta-feira (22). Durante o 25º Show Petrolífero do …

A ameaça de epidemia que surge de nova espécie de mosquito Aedes detectada pela 1ª vez nas Américas

Durante a noite de 18 de junho de 2019, na base americana em Guantánamo, Cuba, um intruso foi pego por uma armadilha. A base é conhecida como um lugar onde os EUA aprisionam, por tempo indeterminado …

Homem é preso por tossir em policial que perguntou se ele tinha covid-19

O britânico Casey Saint foi condenado a 11 meses de prisão após tossir no rosto de um policial durante a pandemia do novo coronavírus. O morador de Bury St Edmunds, na Inglaterra, estava fazendo uma festa …

Astrônomos encontram "embrião" de planeta em formação a 330 anos-luz da Terra

Uma equipe de astrônomos encontrou algo que parece ser um planeta embrionário, girando em torno de sua estrela, bem pertinho dela, completando uma volta a cada mês. A estrela em questão é a HD 163296, que …

Físico propõe mega-satélite povoado por humanos orbitando Ceres

O físico Pekka Janhunen, do Instituto Meteorológico Finlandês, desenvolveu uma nova ideia para colonizar um lugar diferente da Terra, e não é a lua ou Marte. Em vez disso, Janhunen está sugerindo em um artigo publicado …