Indonésia escolhe nova capital – enquanto a atual afunda

osrin / Flickr

Jacarta, capital da Indonésia

O governo da Indonésia anunciou que até o fim do ano concluirá um estudo para transferir a capital de Jacarta – superpovoada e cujo solo afunda até 20 centímetros em algumas áreas – para outra cidade ainda não definida, já que há várias candidatas.

O ministro de Planejamento do Desenvolvimento Nacional, Bambang Brodjonegoro, declarou no início do mês que entregará ao presidente, Joko Widodo, um relatório que avalia a viabilidade de várias cidades para receber a capital administrativa.

“Incluirá a localização, os planos de financiamento, as necessidades estimadas e outros detalhes, mas ainda não o desenho da cidade. Estará situada fora da ilha de Java“, disse o ministro, em referência ao principal foco político e demográfico do arquipélago.

Brodjonegoro não quis revelar as candidatas antes de apresentar o estudo. O ministro de Obras Públicas e Habitação, Basuki Hadimuljono, disse em julho que estão sendo consideradas cidades em três províncias da parte indonésia da ilha de Bornéu.

Segundo Brodjonegoro revelou em várias declarações à imprensa neste ano, entre 2018 e 2019 serão realizadas as reuniões para estudar a transferência, que requer a construção de novos edifícios do governo.

De qualquer forma, Jacarta será mantida como a capital empresarial e financeira, o que não deixa claro como a transferência pode ajudar a aliviar os problemas de superpopulação da cidade, que conta com mais de 10 milhões de habitantes.

Cerca de 40% da capital indonésia já se encontra abaixo do nível do mar. Uma das medidas para tentar evitar que o problema piore é a construção de um grande dique na baía de Jacarta.

No entanto, para Peter Letitre, especialista da holandesa Deltares, uma das empresas de consultoria que presta serviços ao governo indonésio em projetos de gestão de recursos hídricos na capital, o verdadeiro problema é a extração de água subterrânea.

“Deter a extração profunda de água subterrânea pode dar certo. Funcionou nos anos 70 em Tóquio, que tinha o mesmo problema”, disse Letitre à Agência Efe.

Segundo o consultor, o norte de Jacarta tem os índices mais altos de afundamento da superfície, entre 15 e 20 centímetros ao ano. No noroeste, a média é de sete a dez centímetros, e no nordeste de entre dois e quatro, o que torna Jacarta “uma das cidades que afundam mais rápido do mundo“.

Por enquanto, os planos para deter a extração de água, que requerem oferecer alternativas de fornecimento ou aumentar a reciclagem de água em indústrias e edifícios, entre outras medidas, se encontra em fase inicial, na qual se elabora um mapa das zonas mais afetadas.

Por outro lado o projeto do dique, que incluía a criação de 17 ilhas artificiais, teve a escala reduzida por problemas de financiamento e foi rejeitado por ONGs e associações de moradores devido aos impactos ambientais e sociais, além de escândalos de corrupção.

A Coligação para Salvar a Baía de Jacarta, formada por organizações de direitos humanos, ecologistas e pescadores, pediu neste mês ao Parlamento que impeça a construção de ilhas artificiais.

Em Pluit, um dos bairros do norte de Jacarta que afundam em ritmo mais acelerado, uma moradora contou que por estar tão perto do mar os vizinhos não podem extrair água de poços, mas que ainda assim as casas sofrem as consequências da extração realizada em outras regiões.

“Recentemente as inundações foram enormes porque havia água que entrou por uma brecha no embarcadouro. Chegava até a minha cintura, a minha casa ficou inundada até a metade”, relatou a moradora.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Preso pai de família que vivia isolada na Holanda

Ex-membro de culto de 67 anos viveu quase uma década recluso, com os seis filhos, numa zona rural. Polícia suspeita privação de liberdade. Antes fora detido um austríaco, presumível locatário do sítio. Está detido o pai …

"É muito provável que haja verdadeiros análogos da Terra", afirma novo estudo

Um novo método de análise geoquímica de planetas distantes sugere que os muitos exoplanetas semelhantes à Terra podem existir fora do Sistema Solar, de acordo com pesquisa. Há um traço comum entre rochas de asteroides, ou …

Equipe 100% feminina vai para o espaço pela primeira vez na história da NASA

As astronautas norte-americanas Christina Koch e Jessica Meir deixaram juntas nesta sexta-feira (18) a Estação Espacial Internacional (ISS) para fazer um reparo de controladores de energia, marcando a primeira vez em seis décadas da história …

Tratamento para tuberculose é recorde, mas 3 milhões não têm acesso

Em 2018, o número de pessoas que receberam tratamento para a tuberculose bateu um recorde histórico em grande parte devido a uma melhor detecção e diagnóstico da doença. Em todo o mundo, sete milhões de pessoas …

"Blob": o que é a misteriosa criatura com 720 sexos e sem cérebro

Ele não tem boca, estômago, olhos, tampouco pode detectar ou digerir alimentos. Também não tem braços ou pernas, mas consegue se locomover — e, em um único dia, dobrar de tamanho. É capaz de aprender e …

Planalto suspende indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixada nos EUA

Desgaste político e crise entre clã Bolsonaro e PSL minam nomeação do filho do presidente, que dificilmente seria aprovada pelo Senado. Caso ocorre após batalha pela liderança da legenda na Câmara. O Palácio do Planalto decidiu …

EUA aplicam tarifas punitivas sobre produtos da UE

Após aval da OMC, entram em vigor aumentos tarifários de 10% e 25%, afetando 7,5 bilhões de dólares em produtos do bloco europeu. Bruxelas poderá retaliar com sanções. As autoridades de comércio dos Estados Unidos confirmaram …

Polícia libera filho do chefe do narcotráfico El Chapo depois de emboscada

Alvos de uma violenta represália dos narcotraficantes, os policiais mexicanos foram obrigados a soltar Ovidio Guzmán López, um dos filhos do célebre El Chapo, do cartel de Sinaloa, pouco depois de prendê-lo, nesta quinta-feira (17) …

Pesquisa identifica quais as preferências musicais em cada região do Brasil

Ainda que a cultura brasileira tenha o hábito de importar, no bom e no mal sentido, tudo que pode de países estrangeiros – em especial dos EUA e alguns países da Europa – na hora …

Estudo descobre que humanos têm capacidade de regeneração como a salamandra

Infelizmente, seres humanos não podem se dar ao luxo de perder nenhum pedacinho do corpo, porque todos são insubstituíveis. Ou talvez não. Um estudo da Universidade Duke (EUA) descobriu que somos muito melhores em regenerar cartilagem …