Irlanda do Norte trava acordo para o Brexit

Juncker recusa falar em fracasso. May volta a Bruxelas amanhã, após unionistas do DUP terem ameaçado votar contra o acordo.

Não foi possível chegarmos a um acordo total hoje“, confirmou o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, após um almoço de trabalho, de acordo com o Diário de Notícias.

No entanto, o luxemburguês reforçou que “não é um fracasso” e se referiu à primeira ministra britânica como “uma negociadora dura“.

Por outro lado, Theresa May disse que os dois lados tentam negociar de boa-fé, mas há divergências “em uma ou duas áreas” que os impedem de chegar a um acordo e passar à próxima fase de negociações.

As áreas de divergência, ao contrário do que se esperaria, não estão relacionadas com o valor que o Reino Unido está disposto a pagar pela fatura do divórcio, depois de na semana passada terem surgido notícias que davam conta que Londres estava disposto a pagar mais à UE, apesar de resistir a pagar os 60 bilhões de euros exigidos por Bruxelas.

Neste momento, o que trava as negociações é a Irlanda do Norte. Os unionistas do DUP, de quem May depende para aprovar o acordo, teriam rejeitado um acordo que implicaria a permanência da Irlanda do Norte no mercado comum mesmo após a concretização do Brexit.

O DUP defende a medida de forma a evitar o regresso dos controles fronteiriços entre a República da Irlanda e a Irlanda do Norte, uma realidade que violaria o acordo de paz da Sexta-Feira Santa assinado em 1998 e que pôs fim a três décadas de conflito.

Arlene Foster, líder do DUP, teria transmitido à primeira ministra britânica a posição do partido, durante uma breve pausa no almoço com Juncker: “Temos sido muito claros. A Irlanda do Norte tem que deixar a UE nos mesmos termos do resto do Reino Unido. Não vamos aceitar nenhuma forma de divergência de regulação que separe a Irlanda do Norte econômica e politicamente do resto do Reino Unido”.

Ficar sem o apoio do DUP seria apenas um dos problemas para May. O outro seria lidar com as reivindicações da Escócia, País de Gales e de Londres que, logo que se soube da exceção aberta para a Irlanda do Norte, exigiram as mesmas condições.

Uma frente unida – Escócia e Londres votaram pela permanência do Reino Unido na UE no referendo de junho de 2016, enquanto Gales votou pelo Brexit – que faz ressurgir a teoria de que a melhor solução é a Inglaterra deixar a UE e o resto do Reino Unido ficar.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Problemas cardíacos duradouros se apresentam em 78% dos pacientes de coronavírus

O entusiastas do retorno da economia para a normalidade defendem suas opiniões geralmente com base no fato da maioria dos pacientes exibirem sintomas leves ou sequer ter qualquer sintoma de coronavírus, comparando negligentemente o Covid-19 …

Governo britânico vai pagar parte da conta de consumo em pubs e restaurantes

Incentivos não vão faltar para quem estava com saudades de frequentar bares, pubs e restaurantes no Reino Unido. Durante o mês de agosto, o governo britânico vai bancar parte da conta de quem sair …

Cientistas revelam origem de estranhos meteoritos encontrados na Terra

Uma equipe de cientistas norte-americanos teoriza que alguns dos meteoritos, que não se encaixam nas duas categorias principais, têm uma origem até hoje desconhecida por astrônomos. Um grupo significante de meteoritos, que existem hoje na Terra, …

Twitter pode ser multado em US$ 250 milhões por abuso de dados dos usuários

O Twitter confessou que, possivelmente, será multado em até US$ 250 milhões pela Comissão Federal de Comércio dos EUA (FTC, no original em inglês) por ter desrespeitado um acordo firmado em 2011 com a agência …

OMS afirma que não há solução milagrosa para lutar contra Covid-19

A Organização Mundial de Saúde avisou na segunda-feira que não há, nem haverá uma solução milagre contra a pandemis de Covid-19, não obstante a corrida que se verifica actualmente de forma a descobrir uma vacina …

Alemanha quer exigir de viajantes teste de covid-19 feito antes de embarque

Ministro da Saúde alemão defende que passageiros vindos de territórios de risco, incluindo o Brasil, apresentem exame negativo realizado em país de origem para entrar na Alemanha. O ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, defendeu nesta …

Uma poção medieval provou ser eficaz contra bactérias

Uma fórmula de mil anos de idade para o tratamento infecções nos olhos talvez leve os cientistas a um novo caminho para lutar contra a resistência aos antibióticos. A poção parece mesmo bruxaria: cebola, vinho, alho …

Microsoft confirma intenção de comprar o TikTok

Em um final de semana conturbado para o aplicativo TikTok, o presidente norte-americano Donald Trump deu um prazo de 45 dias para a Microsoft concretizar a aquisição da rede social chinesa. A notícia divulgada pela agência …

Com 200.000 mortes, América Latina é segunda região do mundo mais afetada pela Covid-19

A região da América Latina e do Caribe alcançou a fúnebre marca de 200.212 mortes pelo novo coronavírus e é a segunda no mundo mais afetada pela pandemia, depois da Europa (210.435 óbitos para …

Autoridade de saúde da administração Trump rejeita hidroxicloroquina como tratamento para COVID-19

O responsável por coordenar a aplicação de testes de COVID-19 nos EUA afirmou neste domingo (2) que não há evidências de que a hidroxicloroquina seja um tratamento eficaz contra o novo coronavírus. O secretário assistente do …