Irlanda do Norte trava acordo para o Brexit

Juncker recusa falar em fracasso. May volta a Bruxelas amanhã, após unionistas do DUP terem ameaçado votar contra o acordo.

Não foi possível chegarmos a um acordo total hoje“, confirmou o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, após um almoço de trabalho, de acordo com o Diário de Notícias.

No entanto, o luxemburguês reforçou que “não é um fracasso” e se referiu à primeira ministra britânica como “uma negociadora dura“.

Por outro lado, Theresa May disse que os dois lados tentam negociar de boa-fé, mas há divergências “em uma ou duas áreas” que os impedem de chegar a um acordo e passar à próxima fase de negociações.

As áreas de divergência, ao contrário do que se esperaria, não estão relacionadas com o valor que o Reino Unido está disposto a pagar pela fatura do divórcio, depois de na semana passada terem surgido notícias que davam conta que Londres estava disposto a pagar mais à UE, apesar de resistir a pagar os 60 bilhões de euros exigidos por Bruxelas.

Neste momento, o que trava as negociações é a Irlanda do Norte. Os unionistas do DUP, de quem May depende para aprovar o acordo, teriam rejeitado um acordo que implicaria a permanência da Irlanda do Norte no mercado comum mesmo após a concretização do Brexit.

O DUP defende a medida de forma a evitar o regresso dos controles fronteiriços entre a República da Irlanda e a Irlanda do Norte, uma realidade que violaria o acordo de paz da Sexta-Feira Santa assinado em 1998 e que pôs fim a três décadas de conflito.

Arlene Foster, líder do DUP, teria transmitido à primeira ministra britânica a posição do partido, durante uma breve pausa no almoço com Juncker: “Temos sido muito claros. A Irlanda do Norte tem que deixar a UE nos mesmos termos do resto do Reino Unido. Não vamos aceitar nenhuma forma de divergência de regulação que separe a Irlanda do Norte econômica e politicamente do resto do Reino Unido”.

Ficar sem o apoio do DUP seria apenas um dos problemas para May. O outro seria lidar com as reivindicações da Escócia, País de Gales e de Londres que, logo que se soube da exceção aberta para a Irlanda do Norte, exigiram as mesmas condições.

Uma frente unida – Escócia e Londres votaram pela permanência do Reino Unido na UE no referendo de junho de 2016, enquanto Gales votou pelo Brexit – que faz ressurgir a teoria de que a melhor solução é a Inglaterra deixar a UE e o resto do Reino Unido ficar.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …