Israel bombardeia faixa de Gaza após ataques com balões incendiários

The Israel Defense Forces

Disparos de tanques israelenses na Faixa de Gaza

Israel realizou ataques aéreos contra alvos islamitas em Gaza na noite desta quinta-feira (1), em represália ao lançamento de balões incendiários a partir do enclave palestino, que provocaram incêndios no território israelense.

Os ataques israelenses atingiram locais de treinamento, sem deixar feridos, informaram fontes de segurança do movimento Hamas, que controla a Faixa de Gaza desde 2007.

“Em resposta aos balões incendiários lançados contra o território de Israel, aviões de combate atacaram um local de fabricação de armas pertencente à organização terrorista Hamas”, escreveu o exército israelense, em um comunicado.

Houve quatro incêndios na região de Eshkol“, perto da Faixa de Gaza, afirmou o corpo de bombeiros israelense, em um outro comunicado. As chamas foram controladas rapidamente. Em 18 de junho, a força aérea israelense já havia bombardeado alvos do movimento islamita Hamas na Faixa de Gaza, em represália ao lançamento de balões incendiários até Israel.

Esses são os segundos bombardeios desde 21 de maio, quando entrou em vigor o cessar-fogo que encerrou uma guerra de 11 dias com o Hamas, no poder na Faixa de Gaza, um enclave palestino de 2 milhões de pessoas há 15 anos sob o bloqueio israelense. Entre 10 e 21 de maio, 260 palestinos morreram por ataques israelenses na Faixa de Gaza, incluindo combatentes, segundo as autoridades locais.

Em Israel, o lançamento de foguetes a partir de Gaza matou 13 pessoas, entre elas um soldado, segundo a polícia e o exército .

O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, disse nesta quinta-feira (1) em uma cerimônia militar que Israel “não tem vontade de lutar”, mas que se for “necessário”, “não vai hesitar” em lutar com uma “resposta massiva e forte”.

Trégua curta

A trégua foi quebrada pela primeira vez em 14 de junho. A aviação israelense realizou ataques aéreos contra a Faixa de Gaza no dia 15, após balões incendiários serem lançadas do território palestino contra o sul de Israel.

De acordo com fontes palestinas, a aviação israelense teve como alvo pelo menos um local a leste de Khan Younis, uma cidade ao sul da Faixa de Gaza, o enclave empobrecido de 2 milhões de pessoas. Cerca de mil apartamentos, escritórios e lojas foram destruídos na última guerra com Israel, a quarta desde 2008.

Na ocasião, o comandante do exército, general Aviv Kohavi, pediu ao seu estado-maior que “aumentasse a prontidão do exército” para uma “série de cenários”, incluindo “a retomada das hostilidades” após o conflito mais recente, que custou a vida de 260 palestinos – entre os quais crianças e adolescentes – e 13 pessoas em Israel, incluindo um menino, uma adolescente e um soldado.

O Egito, enquanto isso, tenta consolidar o frágil cessar-fogo que permitiu suspender a guerra relâmpago de maio. O Cairo e a ONU esperam apoiar a reconstrução de Gaza após o conflito que deixou prédios residenciais e infraestruturas completamente destruídos.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …