Jornal aposta em Mark Zuckerberg como próximo presidente dos EUA

wiredphotostream / Flickr

Mark Zuckerberg, fundador do Facebook

O jornal Aujourd’hui en France traz uma reportagem especial em sua edição desta sexta-feira sobre a possibilidade de o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, ser eleito como o próximo presidente dos Estados Unidos.

Para o diário francês Aujourd’hui en France, o jovem e poderoso Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, já estaria até mesmo em campanha.

Mark Zuckerberg for president?“, indaga a manchete da matéria do Aujourd’hui en France. O rumor de uma candidatura do rapaz que se tornou bilionário aos 23 anos sacode as redes sociais e os círculos democratas americanos.

Embora o patrão do Facebook negue a possibilidade, várias pistas mostrariam que ele já estaria se preparando para esse desafio – como, por exemplo, o fato de ter contratado o democrata Joel Benenson, estrategista de Barack Obama para trabalhar em sua fundação filantrópica Chan Zuckerberg Initiative.

Além disso, continua Aujourd’hui en France, desde janeiro o empresário realiza, ao lado da mulher Priscilla Chan, uma turnê de encontros com a população pelos Estados Unidos: no Estado do Alaska com pescadores, no Nebraska com ferroviários… uma iniciativa que, segundo o jornal, cheira à campanha presidencial.

O timing não poderia ser melhor, avalia Aujourd’hui en France. Seis meses após a chegada de Donald Trump à Casa Branca, cujas decisões e atitudes colocam em questão a possibilidade que chegue ao fim de seu mandato, Zuckerberg tem potencial para seduzir os americanos desorientados e os democratas à procura de um candidato com credibilidade, capaz de vencer a eleição presidencial de 2020.

Além disso, o diário ressalta que justamente um ano antes das próximas eleições americanas, em 2019, o fundador do Facebook completará os 35 anos necessários para se candidatar à Casa Branca. Não por acaso, Zuckerberg já utiliza sua forte influência para afrontar a política de Trump, defendendo, por exemplo, o Acordo de Paris Sobre o Clima.

Para quem ainda duvida da possibilidade, Aujourd’hui en France salienta que a vitória de Trump era inimaginável há dois anos, bem como a façanha do presidente francês Emmanuel Macron. “A necessidade de renovação e a rejeição de representantes com uma carreira tradicional mudaram os rumos da política”, sugere o jornal.

Além disso, Zuckerberg tem um forte potencial, como sua fortuna, por exemplo, indispensável para realizar uma bela campanha. E, depois, claro, o próprio Facebook, ferramenta de comunicação que se tornou indispensável para liderar uma batalha eficaz.

Entrevistado pelo Aujourd’hui en France, o especialista em política americana Jean-Eric Branaa, da Universidade Paris II, acredita que Zuckerberg é um forte candidato para 2020. E já que nos Estados Unidos, cada criança cresce com a ideia de que um dia poderá ser presidente, o patrão do Facebook na liderança da Casa Branca seria, de acordo com o especialista, a encarnação do sonho americano.

// RF!

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …