Jovem norueguesa monitora quase 500 perfis nas redes sociais para evitar suicídios

Ingebjørg Blindheim tem 22 anos e já ganhou o apelido de “salva-vidas”. A norueguesa monitora quase 500 perfis nas redes sociais buscando identificar usuários que possam estar próximo de cometer suicídio.

Quando percebe uma situação de risco, a jovem prontamente avisa a polícia e os serviços de ambulância para evitar o pior. Conforme contou à Folha, ela nunca recebeu treinamento em saúde mental, mas se sente compelida a ajudar, pois sabe que pode ser a última chance de salvação para pessoas que cogitam o suicídio.

View this post on Instagram

Den siste tiden har jeg vært med i @nrkinnafor to dokumentarepisoder om selvmord og et lukket miljø på Instagram, og i flere nyhetsoppslag som kommer om temaet på NRK fra søndag førstkommende. Jeg har medvirket for å prøve å bevisstgjøre miljøet om hva som er bra i miljøet, men også hva man bør og ikke bør legge ut, og for å prøve få utenforstående til å forstå hvorfor de legger ut det de gjør. Mye av det som legges ut påvirker andre så negativt, spesielt de mange selvmordsmeldinger. Hva hvis ingen er våkne? Hva hvis ingen ser meldingene? I enkelte meldinger legges ansvaret over på følgerne som i tide må sørge for at følgeren blir stoppet og får hjelp, men dette kan ikke fortsette. Vi er ikke profesjonelle. Vi har ingen mulighet til å gjøre dette riktig og skyldfølelsen folk sitter igjen med hvis det går galt, er ikke for et menneske å bære. Jeg hatt et stort ansvar når det kommer til å ringe etter hjelp, og har dessverre flere ganger ringt for sent. En annen grunn til at jeg har latt meg intervjue er at helsevesenet og psyisk helsevern nå må få øynene opp for miljøet og mennesker som sliter psykisk, og hvordan de skal håndtere dette på en forståelsesfull og ikke dømmende måte. At de skal skjønne at miljøet er der for en grunn. Det er så mange som ikke føler seg forstått eller hørt eller som ikke har fått den profesjonelle hjelpen de trenger. Kanskje kan sakene og noe offentlighet rundt miljøene styrke måten helsevesenet tar de som sliter imot på? Håper du ser på episodene og leser sakene! Legges ut på NRK nett TV søndag, og kommer nyhetsinnslag klokken 19 på dagsrevyen NRK1. Episodene blir spilt på NRK1 onsdag ca 21:30❤ – Ingebjørg Blindheim Foto: Patrick da Silva Sæther. 😌

A post shared by Ingebjørg Blindheim (@ingebjorgfb) on

As contas monitoradas por ela são geralmente de perfis privados no Instagram, onde as pessoas publicam seus pensamentos mais obscuros. É necessário se esforçar para conseguir informações dos usuários antes de entrar em contato com a polícia.

A motivação vem de sua própria experiência lidando com transtornos mentais. Ingebjørg foi diagnosticada com anorexia e passou por tratamento junto a uma amiga. Há quatro anos, ambas receberam alta, mas a amiga avisou que iria se matar se precisasse voltar para casa. Ela publicou fotografias de trilhos de trem e Ingebjørg telefonou para lhe dissuadir da ideia, sem sucesso.

Desde então, a jovem encarou a prevenção ao suicídio como uma missão de vida. Foi assim que passou a monitorar estes perfis que compartilham imagens de automutilação e histórias de sofrimento, além de pensamentos suicidas. Eles atuam quase como uma rede, em que pessoas em depressão oferecem apoio umas às outras. Infelizmente, não de maneira adequada.

O Instagram também está de olho no problema e, desde fevereiro deste ano, baniu todas as imagens com conteúdos violentos de automutilação e restringiu publicações relacionadas ao suicídio, incluindo memes, desenhos e animações. A triagem é feita por máquinas e humanos, visando evitar que as imagens se propaguem antes mesmo de que sejam denunciadas por outros usuários.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Lausanne, na Suíça, é a melhor cidade pequena do mundo

A cidade de Lausanne, na Suíça, foi considerada a melhor cidade pequena do mundo pela influente revista britânica “Monocle”. A publicação fez uma lista com as 25 melhores cidades pequenas do mundo, com população …

Esse organismo unicelular toma "decisões" complexas mesmo sem um cérebro

Um organismo unicelular de água fresca chamado Stentor roeseli demonstra comportamento inteligente. Ele foi descoberto em 1906, e quando estimulado no microscópio, essa criatura com formato de trompete conseguiu tomar decisões consideradas complexas para um …

Rússia é banida de eventos esportivos mundiais por quatro anos

Decisão deixará o país de fora dos Jogos Olímpicos de 2020 e da Copa do Mundo de Futebol de 2022. Agência Mundial Antidoping (Wada) conclui que Moscou manipulou dados laboratoriais de seus atletas. A Rússia está …

Pessoas em situação de rua viram guias turísticos na Irlanda

Olha só que iniciativa maravilhosa. Na Irlanda, o projeto ‘Secret Street Tours’ treina pessoas em situação de rua para usar seu conhecimento sobre a cidade para serem guias de turistas em tours pela cidade de …

Cientistas finalmente criam neurônios artificiais

Uma equipe internacional liderada por pesquisadores da Universidade de Bath (Inglaterra) realizou um feito inédito: conseguiu reproduzir a atividade biológica de neurônios usando chips de silicone. E o que é ainda melhor: esses “neurônios artificias” requerem …

Huawei pode lançar novos smartphones no Brasil, afirma executivo

A Huawei oficializou, nesta quinta-feira, 5, uma plataforma de auxílio aos desenvolvedores para publicarem e divulgarem seus aplicativos para os dispositivos da companhia. Chamada Huawei Ability Gallery, trata-se de uma expansão do ecossistema da App Gallery, …

Metrô de Paris ficará em greve até segunda-feira contra reforma da Previdência

A greve dos metroviários de Paris contra o projeto de reforma da Previdência francesa foi prorrogada até segunda-feira (9). Nas assembleias-gerais realizadas pela categoria na manhã de quinta-feira (5), primeiro dia da paralisação, quase todos os …

"Operação Maleta Verde", o escândalo que atinge governo e oposição na Venezuela

Com semblante mais sério que de costume, Juan Guaidó, reconhecido como presidente interino da Venezuela pelos Estados Unidos, pelo parlamento da União Europeia e por vários países da América Latina, dirigiu-se a jornalistas reunidos em …

Sarampo causou mais de 140 mil mortes em 2018

De acordo com OMS, maioria das vítimas tinha menos de cinco anos de idade e não havia sido vacinada. No ano passado, foram registrados quase 10 milhões de casos da doença no mundo. O sarampo causou …

O que contribuiu em peso para o 'colapso maia'?

Pesquisas recentes reforçam a teoria de que o colapso de muitas das grandes cidades maias mesoamericanas estava relacionado a períodos prolongados de seca, alguns de até 200 anos. Nayelli Jiménez Cano, pesquisadora do Laboratório de Zooarqueologia …