Justiça retira de Lula seguranças, motoristas e assessores pagos pela União

Fernando Frazão / Agência Brasil

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

Como todo ex-presidente da República, o petista Luiz Inácio Lula da Silva tinha direito a uma equipe de oito auxiliares bancados pela União: dois motoristas (com os veículos), dois assessores pessoais e quatro seguranças.

Preso em Curitiba (PR) desde o dia 7 de abril, Lula acaba de sofrer mais uma derrota na Justiça: uma decisão liminar (provisória) da 6ª Vara da Justiça Federal em Campinas retirou do ex-presidente o direito a esses assessores.

A lei que garante aos ex-presidentes assessores pagos com recursos federais é de 1986, editada durante o governo de José Sarney (MDB). Segundo levantamento do jornal O Estado de S. Paulo, em fevereiro deste ano eram mais de 40 assessores trabalhando para os ex-presidentes da República, ao custo anual de R$ 5,5 milhões para os cofres públicos.

A decisão sobre os assessores de Lula foi tomada nesta quarta-feira pelo juiz Haroldo Nader, da 6ª Vara da Justiça Federal em Campinas (SP). O pedido foi feito por advogados do Movimento Brasil Livre (MBL), um dos principais mobilizadores de apoio popular pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

No despacho, o juiz Haroldo Nader afirma que não está contestando a lei federal que autoriza as benesses a ex-presidentes nem o decreto que a regulamentou, em 2008. De acordo com o juiz, como Lula está preso e impossibilitado de usar os serviços destes assessores no momento, a manutenção desse serviço é inútil e gera um custo desnecessário para o governo.

“Trata-se, neste ponto (…), da manutenção do fornecimento e custeio de serviço de seguranças individuais, veículos com motoristas e assessores a um ex-presidente que cumpre pena longa, de doze anos e um mês de reclusão. Mesmo a possibilidade de progressão (de regime para o semiaberto), além de mera expectativa no momento, ocorreria apenas após mais de dois anos”, escreveu o juiz.

Já a defesa de Lula criticou a decisão e disse que ela tem caráter político, já que foi movida por adversários do ex-presidente que teriam por objetivo “prejudicar a honra e a dignidade” do ex-presidente. “Nenhum juiz pode retirar direitos e prerrogativas instituídas por lei a ex-presidentes da República”, escreveram os advogados de Lula, em nota.

Para Nader, existe “evidência indiscutível” de que não há motivos para manter a equipe de assessores de Lula, hoje custeada com verbas vinculadas à Casa Civil da Presidência.

“Por fim, (é) sem qualquer justificativa razoável a manutenção de assessores gerais a quem está detido, apartado dos afazeres normais, (da) atividade política, profissional e até mesmo social. Não há utilidade alguma a essa assessoria. Logo, a permanência desses benefícios, e principalmente, seu pagamento à custa da União são atos lesivos ao patrimônio público, pois é flagrante a inexistência de motivos”, escreveu o juiz.

Tanto o ex-presidente quanto a União podem recorrer para tentar reverter a decisão liminar na 2ª Instância da Justiça – o governo federal disse que cumprirá a decisão assim que for notificado.

A defesa do ex-presidente disse que irá recorrer da decisão, que considera “injusta e não definitiva”. “Mesmo diante da momentânea privação da liberdade, baseada em decisão injusta e não definitiva, Lula necessita do apoio pessoal que lhe é assegurado por lei”, diz a nota dos advogados.

Apesar da perda dos oito assessores, Lula mantém outros benefícios a que todos os ex-presidentes têm direito, como a aposentadoria especial.

“O próprio carcereiro pode assessorá-lo”, diz MBL.

A liminar foi concedida em uma ação popular apresentada pelo advogado Rubens Nunes, um dos coordenadores nacionais do MBL, no final de abril.

“Eu ainda vou tentar levantar as questões quanto à aposentadoria, e posso aditar (complementar) a ação, ou até ingressar com uma nova, caso a gente identifique irregularidades (na aposentadoria especial)”, disse o advogado à BBC.

Ingressei com a ação porque considero imoral, considero um acinte contra a população, que o ex-presidente preso continue recebendo benefícios”, diz Nunes.

“Veja bem, ele não precisa mais de seguranças uma vez que está preso. Não precisa mais de assessor, pois o próprio carcereiro pode assessorá-lo. E o transporte dele não depende de motorista, uma vez que pode ser transportado de camburão“, diz o representante do MBL.

Lula está preso desde o começo de abril após ter sido condenado em um processo que afirma que ele teria sido beneficiário de propina da OAS e, por isso, teria recebido um apartamento tríplex no Guarujá, litoral paulista.

No mandado de prisão expedido pelo juiz Sérgio Moro, da Lava Jato, o magistrado determina que Lula não fosse algemado. No processo de prisão, a Polícia Federal negociou com os advogados do ex-presidente que ele não deveria ser transportado em camburões ou passar por qualquer medida vexatória, como sugere Nunes.

O advogado diz acreditar ainda que a decisão será mantida nas instâncias superiores, caso a Casa Civil ou Lula recorram.

A ação popular do MBL não é a única pedindo a retirada da assessoria de Lula: há também um pedido da comentarista Joice Hasselmann, da advogada do Nas Ruas Carla Zambelli Salgado, e de Julio Cesar Marins Casarini, que foi julgado de forma conjunta.

Ciberia // BBC

COMPARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Tenho nojo destes injustos, que são politiqueiros em favor do PSDB. Me dói o coração de ver tamanha injustiça. Estão achando que alula é Jesus Cristo

  2. Me dói o coração de ver tamanha injustiça. Sérgio moro deveria ser punido por fazer uma perseguição assim sem limites! Me dá nojo destes, MBL ,STF, e corja de bandidos corruptos que ocupam o congresso. Golpistas nojentos. Lula não é Cristo mas vcs querem sacrifica-lo, por inveja só pode ser!

  3. Todos tem direito a opinião, todos podem escolher seus partidos e senhores. Entretanto no PT temos cidadãos comuns e infelizmente cidadãos fanáticos/cegos/surdos, porque eles não vêem e não escutam nada que vá contra seus mitos, mesmo com uma lógica incontestável tipo 》 prá que seguranças e motoristas para um presidiário????

  4. Por favor usem a lógica!
    Quem paga estes custos somos nós os brasileiros.
    Pra quê seguranças e motoristas para um preso? Qualquer que seja o preso.
    Ainda mais o líder da corrupção dos últimos governos petistas.
    Se fosse o Aécio, Temer, FHC, seria igual.

  5. Só faltava essa. Esses dois advogadozinhos encheram os bolsos de grana e não conseguiram nem provar a inocência do cliente e agora vêem com esse festival de besteiras. Voltem para a Faculdade de Direito. O presidiário já tem segurança o suficiente na prisão e se for transferido para uma outra, é evidente que não será nenhum motorista particular que vai levá-lo.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …