Kremlin nega ter envenenado opositor de Putin

varfolomeev / Flickr

Manifestação de apoio a Alexei Navalny (ao centro)

O governo da Rússia rechaçou nesta quinta-feira (03/09) as alegações de possível envolvimento no caso Alexei Navalny, um dos principais opositores do Kremlin, que foi envenenado e atualmente está na Alemanha.

Na quarta-feira, a Alemanha havia divulgado a comprovação “de modo inequívoco” da presença de um agente químico neurotóxico do grupo de agentes novichok no corpo de Navalny.

Não há razão para censurar o Estado russo“, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, segundo a agência russa Tass. Segundo Peskov, o caso não beneficiaria ninguém. “Eu não acho que isso [o envenenamento de Navalny] seja útil para ninguém, se você olhar sobriamente para o que aconteceu.”

O porta-voz do governo russo afirmou que não vê razão para eventuais sanções contra a Rússia ou o projeto do gasoduto Nord Stream 2 (entenda) no Mar Báltico.

Os países da União Europeia (UE) começaram a discutir uma resposta ao envenenamento de Navalny, mas alertaram que ainda é muito cedo para impor sanções até que uma investigação identifique culpados.

Berlim comunicou os outros 26 Estados-membros da UE sobre os estado de Navalny e as descobertas em relação ao agente neurotóxico. O porta-voz da diplomacia da UE, Peter Stano, pediu uma investigação transparente por parte de Moscou, que se disse disposta a cooperar.

“Queremos que os responsáveis sejam levados à Justiça, mas para isso a investigação precisa ser lançada e deve trazer resultados”, disse Stano, em Bruxelas, quando questionado se poderia haver sanções em retaliação. “Ainda não chegamos lá, então é difícil falar em punição se não tivermos o responsável.”

O agente químico neurotóxico usado para envenenar Navalny faz parte da mesma série de agentes novichok desenvolvidos pela União Soviética e usado, por exemplo, contra o ex-agente duplo Sergei Skripal, morto na Inglaterra em 2018.

Navalny, de 44 anos, é um dos maiores críticos do presidente da Rússia, Vladimir Putin. Aliados do opositor afirmam que o Kremlin quer eliminar o político.

Navalny adoeceu enquanto voava de Moscou para a cidade siberiana de Tomsk, em 20 de agosto. A aeronave precisou fazer um pouso de emergência, e o ativista foi levado ao hospital. Ele estava a caminho de Tomsk para realizar pesquisas para seu fundo anticorrupção, mas também para acompanhar as eleições regionais.

Em 22 de agosto, ele foi transportado para a Alemanha a pedido de sua família. Navalny está em coma induzido, mas em estado considerado estável, no Hospital Universitário Charité, em Berlim.

Inicialmente, os médicos russos haviam vetado o traslado do ativista, alegando que seu estado crítico de saúde não permitia a remoção. Apoiadores de Navalny denunciaram a recusa como uma tentativa do governo russo de protelar a transferência até que indícios de envenenamento não pudessem mais ser rastreados em seu corpo.

// DW

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estudo descobre 1,8 bilhão de árvores no deserto do Saara e no Sahel

Um estudo publicado na revista Nature descobriu que na região do Saara Ocidental e no Sahel, há mais de um bilhão de árvores. No meio da aridez do local, a surpreendente descoberta colocou um novo …

Guerra Fria 2.0 entre EUA e China será uma batalha tecnológica, dizem especialistas

A batalha mundial pelo domínio da alta tecnologia está cada vez mais centrada em EUA e China. Com confronto aberto no caso da Huawei, especialistas do clube Valdai alertam para uma longa guerra fria tecnológica …

Combate à corrupção reduz mortalidade infantil, aponta estudo

Auditorias anticorrupção realizadas em municípios brasileiros entre 2003 e 2015 reduziram a mortalidade infantil. Esta é a principal conclusão de um estudo, conduzido por pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, que relacionou o …

2.300 maneiras de prevenir o Covid-19 foram mapeadas por universidade brasileira

Está disponível online a Plataforma das Universidades contra COVID-19 organizada pelo Projeto Ciência Popular e desenvolvida em parceria com a Empresa Júnior de Sistemas de Informação da EACH/USP (Síntese Jr.). Em setembro havia sido publicado o …

Debate nos EUA: Trump não disse nada de novo para reverter vantagem de Biden, diz historiador

O segundo e último debate entre o presidente americano, Donald Trump, e seu rival democrata Joe Biden, nesta quinta-feira (22), em Nashville, foi mais civilizado do que a primeira confrontação entre os dois candidatos …

Mais humanos estão evoluindo para ter três artérias nos braços; entenda porquê

Não se engane ao achar que o corpo humano não está em constante evolução. Pesquisadores australianos descobriram recentemente que o nosso organismo parece estar, aos poucos, desenvolvendo uma nova artéria no braço: a artéria mediana. Esse …

Tesla supera expectativas e apresenta quinto trimestre consecutivo de lucros

A Tesla divulgou nesta quarta-feira (21) seus resultados financeiros relativos ao terceiro trimestre de 2020. E as notícias foram boas: além de apresentar lucros pelo quinto trimestre consecutivo, a montadora elétrica apresentou os três meses …

Bitcoin alcança valor máximo anual após anúncio do PayPal

Nesta quarta-feira (21), o PayPal anunciou que vai lançar um sistema que permite efetuar compras e vendas em moedas digitais. Nesta quarta-feira (21), o bitcoin alcançou seu valor máximo neste ano, acima de US$ 13.200 (R$ …

Papa Francisco defende união civil homossexual

Pela primeira vez desde que assumiu a liderança da Igreja Católica, pontífice se manifesta a favor da união civil entre pessoas do mesmo sexo. "Gays têm direito a ter família, são filhos de Deus", diz …

Obama faz campanha para Biden e tenta ganhar votos republicanos com evento drive-in na Pensilvânia

Em seu primeiro evento presencial do ano, o ex-presidente Barack Obama vai participar de uma campanha drive-in na noite desta quarta-feira (21) na Pensilvânia. A expectativa é que Obama conquiste eleitores negros no sul …