Lua de Saturno “sangra” água e calor após colisão cósmica

NASA / JPL-Caltech

-

O pólo sul de Encélado está ferido, sangrando calor e água. O machucado pode ter sido causado por uma gigante colisão cósmica com a lua de Saturno há 100 milhões de anos, deixando uma área coberta por fissuras que vazam.

A região próxima do pólo sul de Encélado é um dos mistérios mais intrigantes do sistema solar. A cavidade está lançando ao espaço líquido vindo de um oceano interno, além de uma enorme quantidade de calor. A emissão desse calor é 10 gigawatts maior do que era esperado – equivalente ao poder de 4 mil turbinas eólicas em capacidade total.

No entanto, o restante da lua é frio é relativamente homogêneo.

“Não temos uma boa explicação do porquê toda essa atividade é tão concentrada”, disse John Spencer, do Southwest Research Institute no estado norte-americano do Colorado.

Na maioria das luas congeladas e mundos oceânicos, a principal fonte de calor é a força de maré: os planetas e astros são esticados pela gravidade dos seus “pais e vizinhos”, o que gera calor interno.

“Se Encélado fosse aquecida por forças de maré, o norte e o sul deveriam parecer iguais. Então o fato de o sul de Encélado ter estas regiões loucas com jatos de água e calor sendo lançados é enigmático”, disse Angela Stickle, da Universidade John Hopkins, em Maryland (EUA).

Stickle e o colega James Roberts usaram simulações de computador para verificar se o enigma poderia ser explicado por um impacto gigante ocorrido no passado. Eles descobriram então que a estranha aparência da lua poderia ter surgido por uma enorme explosão, que causou as fissuras no gelo que cobre a superfície do corpo celeste.

Esse tipo de colisão deixaria o pólo sul mais quente e enfraquecido, explicaram os cientistas ao Lunar and Planetary Science Conference, realizada no Texas na semana passada.

Mundo coberto de cicatrizes

“Um impacto poderia prover as condições necessárias para formar um terreno como o que vemos em Encélado hoje”, disse Stickle, acrescentando que para ter o efeito causado, a explosão deve ter sido poderosa o suficiente para atravessar os 20 quilômetros de gelo que cobre os oceanos ocultos da lua.

A explicação para que não vejamos uma cratera atualmente é a de que a superfície da lua passar a congelar de novo imediatamente.

Apenas uma hora depois do impacto, o líquido exposto já teria 10 centímetros congelados, dando início a reconstrução do escudo de gelo que envolve Encélado. “Cura fácil, mas deixa cicatriz”, afirma Roberts.

Um impacto dessa magnitude depositaria energia sob a superfície gelada da lua, aquecendo e enfraquecendo o gelo ao redor do local da colisão. Também causaria uma onda de choque e atividade sísmica que poderia rachar o escudo gelado.

Além disso, a queda do asteroide não precisaria nem mesmo ocorrer no pólo sul, pois a força iria interferir na gravidade: a lua giraria e a cratera se moveria gradualmente para uma região polar.

“O impacto poderia ter acontecido em qualquer lugar e, então, Encélado giraria até que o local da colisão terminasse em qualquer um dos pólos que estivesse mais perto”, disse Francis Nimmo, da Universidade da Califórnia em Santa Cruz.

Ciberia //

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Bug no sistema do McDonald's forneceu lanches de graça sem limite de quantidade

Imagine você poder realizar quantos pedidos quiser no McDonald's e não ter que arcar com um só centavo para isso. Bem, essa mamata virtual era o que vinha acontecendo no sistema da multinacional de fast-food …

Governo chinês está até "queimando" dinheiro para combater o coronavírus

A briga do governo chinês contra o Covid-19 (também conhecido como "novo coronavírus") tem colocado diversos órgãos governamentais em alerta, e o governo da China parece não poupar esforços para conter a proliferação da doença …

Maior organização de escoteiros dos EUA declara falência após processos de abuso sexual

O grupo Boys Scouts of America, principal movimento de escoteiros dos Estados Unidos, apresentou um pedido de falência nesta terça-feira (18), em um esforço para salvaguardar as indenizações às vítimas de abuso sexual, afirma um …

Ações humanas alteram dispersão de sementes na Amazônia, aponta estudo

Análise de mais de 26 mil árvores demonstra que atividades como queimadas e desmatamento abalam o equilíbrio entre fauna e flora. Com degradação, restam animais pequenos na floresta, que espalham sementes menores. Quando se fala em …

Sucesso nas apostas depende do apostador

Se você quer ter lucro nas apostas, precisa fundamentalmente de duas coisas: ter vantagem em relação à casa de apostas e um método de apostas bem rigoroso. Falamos disso porque muitos dos apostadores deixam dinheiro às …

Bezos doará US$ 10 bilhões para combater mudanças climáticas

Dono da Amazon anuncia fundo para financiar pesquisas voltadas a reduzir impactos do aquecimento global. Empresa tem enorme pegada de carbono por uso de combustíveis fósseis no transporte de produtos. O multimilionário americano Jeff Bezos afimou …

Jogador alvo de racismo toma atitude que todo mundo deveria ter e abandona gramado

Na última rodada da Liga Portuguesa, o Porto venceu fora de casa Vitória de Guimarães por 2 a 1. O gol que definiu a partida foi do malinês Marega. O ponta de lança recebeu um …

Ministra da Saúde de Macron vai disputar prefeitura de Paris em batalha de mulheres

O partido presidencial francês e seus aliados centristas encontraram neste domingo (16) na ministra da Saúde, Agnès Buzyn, 58, a sucessora ideal para Benjamin Griveaux. O candidato de Emmanuel Macron ao cargo de prefeito de …

Organização vende suposto DNA de Donald Trump e outros líderes globais

Nesta sexta-feira, uma organização chamada Earnest Project passou a oferecer a chance de possuir amostras de DNA de alguns líderes mundiais e outras celebridades. O grupo alega que coletou clandestinamente itens descartados pelos participantes do Fórum …

Tribunal alemão suspende derrubada de floresta para fábrica da Tesla

Justiça ordena que gigante americana interrompa corte de árvores nos arredores de Berlim enquanto analisa pedido de associação ambiental. Empresa de Elon Musk planeja construir ali sua primeira "gigafábrica" da Europa. Um tribunal na Alemanha determinou …