Micro-organismos do plâncton marinho se organizam em comunidades

Os micro-organismos do plâncton marinho se organizam em comunidades complexas, mas que duram pouco e mudam rapidamente, concluiu um estudo de cientistas da Universidade de Granada e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT).

O mar está repleto de micróbios, mas representa um meio muito hostil para esses organismos, pois tem uma baixa concentração de nutrientes e é muito mutável, em escalas distintas de espaço e de tempo, segundo informa a Universidade de Granada.

Perante essa situação adversa, os micro-organismos do plâncton, em vez de desenvolverem um modo de vida solitário, se coordenam entre si para formar comunidades biológicas complexas que funcionam como uma unidade, revelou o trabalho publicado na Nature Communications.

Um dos autores, Antonio Martín Platero, do departamento de microbiologia da Universidade de Granada, na Espanha, explica que “em cada gota d’água do mar vivem centenas de milhares de seres vivos invisíveis, os micro-organismos”.

Apesar da pequena dimensão, são responsáveis pelo bem-estar do planeta porque regulam vários processos, como o que é relacionado com os níveis de dióxido de carbono na atmosfera.

No mar, esses micro-organismos enfrentam um ambiente mutável e heterogêneo. Por isso, até agora, não se sabia até que ponto são capazes de se organizar e viver como uma comunidade, atuando em conjunto, ou se vivem e se desenvolvem de forma solitária ou em pequenos grupos.

No estudo agora divulgado, baseado na análise de amostras recolhidas na costa do Massachusetts, os cientistas demonstram que essa grande quantidade de micro-organismos forma comunidades complexas, mas bem definidas e submetidas a uma grande mutação, de modo que, em poucos dias, desaparecem as existentes e voltam a aparecer novas formadas por organismos distintos.

Segundo Antonio Martín Platero, os resultados “são de grande importância para compreender as redes tróficas, pois organismos de maior tamanho se encontram com numerosos grupos de micróbios, entre os quais poderia haver patogênicos ou outros que poderiam ser prejudiciais”.

Os cientistas falam sobre a necessidade de uma monitoração frequente nas águas costeiras recreativas, ou de atividades comerciais, para uma correta avaliação da exposição a potenciais perigos microbiológicos.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

A descoberta sobre o sistema imunológico que pode ajudar a combater todos os tipos de câncer

Uma recente descoberta sobre o nosso sistema imunológico pode se tornar uma arma para tratar todos os tipos de câncer. Uma equipe de cientistas da Universidade de Cardiff, no País de Gales, desenvolveu um método em …

Holanda apresenta primeira usina de energia solar flutuante do planeta

A partir de 2022, a Holanda deverá ter a primeira usina de energia solar flutuante em funcionamento no mundo. Construída na água, a estação de energia limpa deverá se chamar Zon-op-Zee (“Sol no Mar”, em …

Novo vírus infecto-contagioso explode na China e outros países já estão em alerta

O misterioso vírus que surgiu na China nos últimos dias de 2019 acaba de chegar aos Estados Unidos. As autoridades americanas confirmaram que um homem vindo da China está infectado com o vírus, que é …

Davos assiste choque entre Greta Thunberg e Trump sobre o clima

A 50ª edição do Fórum Econômico Mundial de Davos começou nesta terça-feira (21) na Suíça dominada pelos debates sobre as mudanças climáticas. Pelo segundo ano consecutivo, a jovem ativista sueca Greta Thunberg foi convidada a …

China proibirá plástico não biodegradável

País asiático quer reduzir o uso de produtos como talheres e sacolas descartáveis em 30% até 2025. Plano prevê proibições escalonadas em hotéis, restaurantes e serviços de entrega do comércio eletrônico em áreas urbanas. As autoridades …

Inteligência artificial está sendo usada para combater extinção de pinguins

Uma tecnologia de inteligência artificial está sendo determinante no combate à extinção de pinguins no mundo. A ferramenta está sendo utilizada pela Gramener, empresa membro Intel AI Builder, que, a partir de imagens de regiões …

Criaram um escape room baseado em La Casa de Papel

As empresas Fever Originals, Atresmedia e Enigma Exprés criaram um escape room na Espanha baseado em “La Casa de Papel“. Mais de 80 mil pessoas participaram da primeira temporada do desafio. Vestidos com os uniformes e …

Guaidó desafia proibição de deixar Venezuela e inicia giro internacional em busca de apoio

O opositor venezuelano Juan Guaidó voltou a desafiar a proibição de deixar o país. O autoproclamado presidente interino viajou para a Colômbia, antes de seguir para Bélgica e Suíça. Ele pretende participar do Fórum …

FMI prevê melhora para economia brasileira, apesar da redução do crescimento mundial

O Fundo Monetário Internacional reduziu nesta segunda-feira (20) sua expectativa de crescimento global para este ano. A instituição é mais otimista sobre a situação do Brasil, que deve crescer nos próximos anos. O FMI disse …

Harry diz estar triste por deixar deveres reais

O príncipe Harry falou neste domingo (19/01) de sua tristeza por ser obrigado a desistir de seus deveres reais em um acordo com a família real britânica, dizendo não haver outra opção se ele e …