Monsanto é condenada a pagar US$ 2 bi a casal com câncer

Idosos da Califórnia desenvolveram a doença após usarem herbicida Roundup, à base de glifosato, durante 30 anos. Grupo alemão Bayer, proprietário da empresa, diz que vai recorrer da decisão.

A Monsanto, fabricante do herbicida Roundup, foi condenada nesta segunda-feira a pagar 2 bilhões de dólares em indenizações, após um júri popular na Califórnia considerar que o produto à base de glifosato causou câncer em um casal de idosos.

Os 12 membros do júri na cidade de Oakland consideraram que o Roundup, utilizado para jardinagem doméstica, foi um fator substancial para o desenvolvimento dos linfomas não Hodgkin no casal, Alva e Alberta Pilliod, que entrou com a ação contra a empresa na Justiça.

A Monsanto, que pertence ao grupo alemão Bayer, foi condenada a pagar 1 bilhão de dólares por cônjuge, além deter de reembolsar os custos do tratamento de saúde do casal, de cerca de 55 milhões de dólares, e outras despesas.

A Bayer afirmou que vai recorrer da decisão. “Não há provas científicas para concluir que o herbicida de glifosato foi o fator determinante”, disse a empresa em nota. “Ambos [Alva e Alberta] têm um longo histórico de doenças que se sabe que são fatores de risco para linfomas não Hodgkin.”

Um porta-voz da Bayer afirmou que a decisão do júri foi “excessiva e injustificável“. O grupo farmacêutico alemão adquiriu a Monsanto no ano passado, pelo valor de 63 bilhões de dólares.

Alva, de 74 anos, e a esposa Alberta, de 76 anos, utilizaram o Roundup durante 30 anos no jardim de sua casa em Livermore, na Califórnia. Ele foi diagnosticado com a doença em 2011, e ela, em 2015. “Isso mudou nossas vidas para sempre“, disse Alberta após o veredito. “Não podíamos mais fazer as coisas que costumávamos estar aptos a fazer e estamos indignados com isso.”

A decisão do tribunal de Oakland marca a terceira derrota jurídica para a Bayern envolvendo o uso do glifosato, e acarretou na indenização mais alta a ser paga pela empresa até o momento.

Em março deste ano, a Justiça determinou o pagamento de 80 milhões de dólares um morador em Sonoma, na Califórnia. Em 2018, a Monsanto foi condenada a pagar 289 milhões de dólares – valor posteriormente reduzido por um juiz para 89 milhões – a um jardineiro.

Há, porém, a possibilidade de que o valor de 2 bilhões de dólares da indenização estabelecida agora para o casal da Califórnia ainda seja reduzido, devido a limites estabelecidos pela Suprema Corte dos Estados Unidos.

Após o julgamento, as ações da Bayer despencaram 5,9% na abertura dos mercados desta terça-feira, marcando o valor mais baixo registrado em um período de quase sete anos.

A Agência de Proteção Ambiental (EPA) dos EUA reafirmou neste mês que o glifosato é um produto seguro. A Agência Europeia de Produtos Químicos (ECHA, na sigla em inglês) e outros órgãos reguladores em várias partes do mundo também afirmaram ser a improvável que o herbicida cause câncer em humanos.

Entretanto, a Agência de Pesquisa do Câncer da Organização Mundial de Saúde (OMS) concluiu em 2015 que o produto provavelmente causa de câncer.

No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso do glifosato, o agrotóxico mais utilizado no país, após uma reavaliação toxicóloga concluir que o produto não causa danos à saúde. A aprovação, porém ainda encontra forte resistência no Congresso.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …