Mulher autoriza desligamento de aparelhos de pessoa errada (e processa hospital)

Uma mulher de Nova York que cuidou por vários dias de seu irmão e que, após a confirmação da sua morte cerebral, ordenou que fosse desligado dos aparelhos que o mantinha vivo processou o hospital após descobrir que o homem em questão não era seu irmão.

O processo foi apresentado contra o hospital público Sainy Barnabas na Suprema Corte do Bronx por Shirell Powell, cujo irmão Frederick Williams, de 40 anos, tinha sido paciente de tal centro de saúde.

De acordo com o processo, Powell, que alega ter sofrido danos emocionais pela negligência do hospital, recebeu uma ligação de um médico do centro sanitário em 15 de julho de 2018 para informar-lhe que seu irmão tinha sido internado em estado inconsciente.

O processo, apresentado no último dia 15 de janeiro, destaca que o homem internado no hospital, e que tinha documentos de identidade, entre eles o do seu seguro social, era Freddy Clarence Williams.

Esse Frederick Williams e Freddy Clarence Williams são pessoas diferentes“, afirma o documento do processo. Além disso, indica que a litigante compareceu no dia 15 de julho de 2018 ao hospital, onde foi informada pelo mesmo médico que lhe ligou que seriam realizados alguns exames em Williams, que não tem um segundo nome.

“Estava entubado e estava um pouco inchado, mas se parecia muito com meu irmão“, disse a mulher ao jornal “New York Post”.”Ele não podia falar quando lhe levaram ao hospital. Simplesmente assumiram que se tratava do meu irmão”, afirmou a mulher ao jornal nova-iorquino.

Powell, de 48 anos e residente do distrito do Brooklyn, também alegou à corte que dois dias mais tarde foi informada que Frederick Williams, seu irmão mais novo, tinha sofrido severo dano cerebral como resultado de uma overdose de narcóticos e que seria transferido ao asilo do mesmo hospital.

“Foi realmente doloroso”, declarou a litigante, que também disse ao jornal que uma das duas filhas do seu irmão, de 17 anos, viajou para Nova York antes que fosse desligado dos aparelhos que lhe mantinham vivo.

A litigante permaneceu ao lado de quem acreditava ser o seu irmão de 17 de julho, quando foi levado ao centro hospitalar, até o dia 29 daquele mês, quando autorizou o desligamento dos aparelhos.

Powell pediu então que fosse realizada uma autópsia. De acordo com o processo, o hospital identificou o morto como Frederick Williams. No entanto, no dia 16 de agosto, o médico legista o identificou como Freddy Clarence Williams.

Como resultado da confusão, a litigante autorizou a interrupção do tratamento médico de uma pessoa que não era o seu irmão, segundo argumento ao tribunal em uma ação que não especifica o valor da indenização econômica reivindicada.

Powell soube depois que seu irmão estava na prisão municipal de Riker desde 1º de julho do 2018 e, alguns meses depois, presenciou uma audiência de Frederick na Suprema Corte de Manhattan. “Vi meu irmão e não podia acreditar“, lembrou a mulher, que também teve a chance de conversar com seu irmão mais novo.

Por um lado, disse que agradece por estar vivo, mas, pelo outro, lamenta por ter “matado alguém que foi um pai ou um irmão”. Nesse sentido, Alexander Crime, EUA, HospitaisDudelson, advogado de Powell, se comunicou com o hospital em uma tentativa infrutífera de obter mais informação sobre Freddy Clarence Williams.

A própria Powell pediu informação ao escritório do legista sobre a família de Freddy para enviar-lhe condolências, mas teve seu pedido negado com base na lei de privacidade.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Índia vê casos explodirem e vira um dos epicentros da pandemia

Com quase 700 mil casos de covid-19, a Índia ultrapassou a Rússia e se tornou nesta segunda-feira (07/07) o terceiro país mais atingido pela pandemia de covid-19 em todo o mundo. O Ministério da Saúde indiano …

Filho interrompe ao vivo de repórter para pedir biscoitos

Em mais uma das patacoadas do home-office, a jornalista Deborah Haynes da Sky News acabou sendo interrompida por seu filho, que fez um pedido bastante singelo para a mãe: ele queria alguns biscoitos. O vídeo foi …

Encontrados metais em crateras da Lua que podem dar pistas sobre sua formação

A hipótese mais aceita sobre a formação da Lua diz que ela surgiu após a colisão entre a Terra e um planeta do tamanho de Marte, chamado Theia. O suposto evento é chamado de “hipótese …

Coronavírus empurra Cuba de volta à crise

Apesar de a covid-19 estar sob controle no país, os problemas econômicos têm se agravado, e a já difícil situação de abastecimento se torna mais crítica. Segundo semestre deve ser ainda pior na ilha caribenha. Cuba …

Boicote ao Facebook: como a debandada de grandes anunciantes pode afetar sobrevivência da rede social

Boicotes podem ser extremamente eficazes: é o que o Facebook está descobrindo. No final do século 18, o movimento abolicionista encorajou o povo britânico a ficar longe de bens produzidos pelos escravos. Funcionou. Cerca de 300 …

Cientista conta quais formas de vida os humanos podem encontrar em Marte

A humanidade tem cada vez mais chances de conhecer outras formas de vida, conforme desenvolve suas capacidades de exploração espacial. Em Marte, poderemos encontrar organismos introduzidos por veículos espaciais e modificados sob influência das condições no …

O coronavírus do ocidente é uma versão mais perigosa do que a original

Esforços são realizados para identificar se o vírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19, passou por mutações em relação ao primeiro identificado em Wuhan, na China, em dezembro do ano passado. Em abril, um estudo não revisado pelos …

Missão indiana levará sonda para investigar efeitos do vento solar em Vênus

Em 2005, o Instituto Sueco de Física Espacial (IRF) enviou à órbita de Vênus a sonda ASPERA-4, através da missão Venus Express, da agência espacial europeia ESA. A sonda estudou o planeta até 2014, medindo …

O mistério das centenas de elefantes encontrados mortos em Botsuana

A morte “totalmente sem precedentes” de centenas de elefantes em Botsuana nos últimos meses está cercada de mistério. O biólogo e ativista Niall McCann afirmou que colegas no país do sul da África identificaram mais de …

Coronavírus na Coreia do Norte: Kim Jong-un declara 'sucesso brilhante' no combate à pandemia e zero casos

O líder norte-coreano Kim Jong-un elogiou o "sucesso brilhante" de seu país ao enfrentar a pandemia de covid-19, segundo a agência de notícias estatal KCNA. Falando em uma reunião do Politburo, Kim disse que o …