Mulher autoriza desligamento de aparelhos de pessoa errada (e processa hospital)

Uma mulher de Nova York que cuidou por vários dias de seu irmão e que, após a confirmação da sua morte cerebral, ordenou que fosse desligado dos aparelhos que o mantinha vivo processou o hospital após descobrir que o homem em questão não era seu irmão.

O processo foi apresentado contra o hospital público Sainy Barnabas na Suprema Corte do Bronx por Shirell Powell, cujo irmão Frederick Williams, de 40 anos, tinha sido paciente de tal centro de saúde.

De acordo com o processo, Powell, que alega ter sofrido danos emocionais pela negligência do hospital, recebeu uma ligação de um médico do centro sanitário em 15 de julho de 2018 para informar-lhe que seu irmão tinha sido internado em estado inconsciente.

O processo, apresentado no último dia 15 de janeiro, destaca que o homem internado no hospital, e que tinha documentos de identidade, entre eles o do seu seguro social, era Freddy Clarence Williams.

Esse Frederick Williams e Freddy Clarence Williams são pessoas diferentes“, afirma o documento do processo. Além disso, indica que a litigante compareceu no dia 15 de julho de 2018 ao hospital, onde foi informada pelo mesmo médico que lhe ligou que seriam realizados alguns exames em Williams, que não tem um segundo nome.

“Estava entubado e estava um pouco inchado, mas se parecia muito com meu irmão“, disse a mulher ao jornal “New York Post”.”Ele não podia falar quando lhe levaram ao hospital. Simplesmente assumiram que se tratava do meu irmão”, afirmou a mulher ao jornal nova-iorquino.

Powell, de 48 anos e residente do distrito do Brooklyn, também alegou à corte que dois dias mais tarde foi informada que Frederick Williams, seu irmão mais novo, tinha sofrido severo dano cerebral como resultado de uma overdose de narcóticos e que seria transferido ao asilo do mesmo hospital.

“Foi realmente doloroso”, declarou a litigante, que também disse ao jornal que uma das duas filhas do seu irmão, de 17 anos, viajou para Nova York antes que fosse desligado dos aparelhos que lhe mantinham vivo.

A litigante permaneceu ao lado de quem acreditava ser o seu irmão de 17 de julho, quando foi levado ao centro hospitalar, até o dia 29 daquele mês, quando autorizou o desligamento dos aparelhos.

Powell pediu então que fosse realizada uma autópsia. De acordo com o processo, o hospital identificou o morto como Frederick Williams. No entanto, no dia 16 de agosto, o médico legista o identificou como Freddy Clarence Williams.

Como resultado da confusão, a litigante autorizou a interrupção do tratamento médico de uma pessoa que não era o seu irmão, segundo argumento ao tribunal em uma ação que não especifica o valor da indenização econômica reivindicada.

Powell soube depois que seu irmão estava na prisão municipal de Riker desde 1º de julho do 2018 e, alguns meses depois, presenciou uma audiência de Frederick na Suprema Corte de Manhattan. “Vi meu irmão e não podia acreditar“, lembrou a mulher, que também teve a chance de conversar com seu irmão mais novo.

Por um lado, disse que agradece por estar vivo, mas, pelo outro, lamenta por ter “matado alguém que foi um pai ou um irmão”. Nesse sentido, Alexander Crime, EUA, HospitaisDudelson, advogado de Powell, se comunicou com o hospital em uma tentativa infrutífera de obter mais informação sobre Freddy Clarence Williams.

A própria Powell pediu informação ao escritório do legista sobre a família de Freddy para enviar-lhe condolências, mas teve seu pedido negado com base na lei de privacidade.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Receita afirma que "só rico lê" e reforça preconceito de classe brasileiro

A Receita Federal deseja manter o projeto que cobra impostos sobre livros. Através da mesclagem entre PIS e Cofins, a nova CBS (Contribuição sobre bens e serviços), uma espécie de imposto sobre valor agregado, o …

Tribunal europeu dá aval a vacinação obrigatória

Corte de direitos humanos diz que medida pode ser necessária em sociedades democráticas e abre precedente no combate à covid-19. Tribunal julgava ação de famílias tchecas que se recusaram a vacinar os filhos. O Tribunal Europeu …

Covid-19: Governo chinês recompensa quem se vacina distribuindo ovos

Primeiro país afetado pela Covid-19, mas também o primeiro a se recuperar da pandemia, a China ainda encontra dificuldades para convencer sua população a se vacinar contra o coronavírus. O governo em algumas regiões …

Bloomberg revela planos de Biden de cortar orçamento do Pentágono

A administração Biden alegadamente pretende propor ao Pentágono um orçamento menor do que sob a administração Trump, reportou a agência Bloomberg citando três fontes. De acordo com agência, o orçamento será US$ 7 bilhões menor (cerca …

Cientistas revelam ameaça de grande desabamento de plataformas de gelo na Antártida

Novo estudo demonstrou que mais de um terço da área das plataformas de gelo na Antártida pode cair no mar se as temperaturas globais aumentarem em quatro graus, em comparação com o nível pré-industrial. De acordo …

“É como um lindo instrumento”: mais de 2 mil microfones desvendam o mistério o zunido dos beija-flores

O beija-flor faz um agradável zumbido quando paira na frente das flores para se alimentar. Mas só agora ficou claro como suas asas gera o som harmônico enquanto bate suas asas a impressionantes 40 vezes …

Barroso determina que presidente do Senado instale "CPI da covid"

Pedido para criar a comissão foi protocolado no início de fevereiro, mas Rodrigo Pacheco resistia. Colegiado deve apurar irregularidades e pode gerar desgaste ao governo. O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou …

Cientistas descobrem segredo do computador de mais de 2 mil anos

A Máquina de Anticítera permanecia há mais de um século como um dos grandes mistérios do planeta até março desse ano: espécie de primeiro computador da história, o mecanismo com mais de 2 mil anos …

Família real britânica: morre príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª

O príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª, morreu nesta sexta-feira (09/04) aos 99 anos, anunciou o Palácio de Buckingham. Em um comunicado, o palácio disse: "É com profunda tristeza que Sua Majestade a Rainha anunciou …

Dinamarca suspende vistos e se torna 1° país europeu a ordenar retorno de refugiados à Síria

A Dinamarca acredita que a situação na província de Damasco se encontra atualmente estabilizada e decidiu suspender as autorizações de residência temporária de várias centenas de sírios. Trata-se do primeiro país europeu a ordenar …