Mulheres que acusam Donald Trump de assédio sexual se unem para processá-lo

Um grupo de supostas vítimas do atual presidente dos EUA dará, nesta segunda-feira (11), uma coletiva de imprensa conjunta na qual anunciará a decisão de pedir ao Congresso que abra uma investigação aos supostos abusos sexuais.

Várias mulheres que acusam o presidente dos EUA, Donald Trump, de assédio sexual se reuniram pela primeira vez nesta segunda-feira para uma coletiva de imprensa conjunta e falar sobre os casos, como confirma o grupo de documentaristas Brave New Films.

As supostas vítimas de Trump planejam pedir ao Congresso dos EUA que abra uma investigação ao assunto.

No total, 16 mulheres acusaram Donald Trump de vários tipos de abuso sexual, como beijos forçados, humilhação e assédio, recorda a CBS News, citada pela RT.

Nikki Haley, embaixadora norte-americana nas Nações Unidas, aparece, ao contrário do esperado, em defesa das mulheres que se apresentam como vítimas, afirmando que elas “devem ser ouvidas”.

Tendo em conta que a administração Trump sempre garantiu que as alegações seriam falsas, esta é uma declaração surpreendente da embaixadora dos EUA.

A ex-governadora da Carolina do Sul insistiu que as mulheres que se queixaram não devem ser tratadas de forma diferente das que têm denunciado casos de assédio sexual em Hollywood.

Devem ser ouvidas e devemos lidar com isso“, disse Nikki Haley em um programa da CBS, citada pelo New York Times. “E acho que as ouvimos antes das eleições. E acho que qualquer mulher que se sinta abusada ou maltratada de qualquer forma deve ter todo o direito de denunciar”, afirmou.

Já na semana passada, dois membros do Partido Democrata e um do Partido Republicano se demitiram após acusações de condutas impróprias.

“Tenho muito orgulho nas mulheres que avançaram. Estou orgulhosa da sua força. Estou orgulhosa da sua coragem. Penso que vai iniciar a conscientização para a situação não só dos políticos, mas também como vimos em Hollywood e em todas as indústrias. Acho que chegou a hora”, disse a embaixadora.

Segundo o jornal Público, Haley é vista há alguns anos como uma estrela em ascensão no Partido Republicano, tendo sido apontada como uma potencial candidata presidencial.

Inicialmente crítica de Trump, acabou aceitando o convite para o cargo de embaixadora dos EUA nas Nações Unidas. Nas últimas semanas, e perante os crescentes rumores de que o secretário de Estado Rex Tillerson está de saída, Haley tem sido mencionada como uma possível sucessora dele na chefia da diplomacia norte-americana.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Apesar de ter vacinado mais da metade da população, Israel teme 2ª onda de Covid

O primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, alertou nesta terça-feira que o país pode enfrentar uma nova onda de coronavírus. Segundo ele, o aumento do número de doentes, causado pela chegada da variante Delta, “importada” por …

Cientistas resolvem enigma de esculturas de pedra de 3.200 anos da Turquia

Um recente estudo permitiu descobrir finalmente o significado e a função dos relevos em pedra criados há 3.200 anos no santuário de Yazilikaya, na Turquia, após 200 anos de conjeturas. No século XIII a.C., a alguns …

EUA não devem esperar retomada do diálogo com Pyongyang, diz irmã de Kim Jong-un

As expectativas de retomada do diálogo entre os EUA e a Coreia do Norte são erradas, podendo levar a uma "decepção ainda maior", declarou a irmã do líder norte-coreano. Na terça-feira (22), Kim Yo Jong, alta …

Ministro da Saúde diz que não há mudança de estratégia para a Coronavac

No início desta segunda-feira (21), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, revelou que não haverá qualquer mudança de estratégia para a aplicação da CoronaVac. A declaração do ministro foi feita em audiência ao Senado Federal, revelando …

Há 80 anos, Hitler invadia a URSS – e começava a perder a guerra

Adolf Hitler e seus generais vinham planejando há meses para este momento. No domingo, 22 de junho de 1941, havia chegado a hora: às 3h15 da manhã, a Wehrmacht, forças armadas nazistas, atacou a União …

Com apenas 2% da população imunizada, África quer fabricar suas próprias vacinas anticovid

A África do Sul anunciou nesta segunda-feira a primeira etapa para capacitar seu continente na produção de vacinas anticovid. A conclusão do projeto ainda não tem data prevista, mas a iniciativa já é vista …

Pessoas feias superestimam drasticamente suas aparências

Pessoas pouco atraentes parecem menos capazes de julgar com precisão sua própria atratividade, e tendem a superestimar sua aparência. Não faltam disparidades entre pessoas atraentes e pouco atraentes. Estudos mostram que os mais belos entre nós …

Noruega acusa Pequim de ciberataque contra serviços do governo

Pela primeira vez na história, o Serviço de Segurança Policial da Noruega (PST, na sigla em inglês) identificou a China como sendo responsável por um ataque hacker contra as autoridades do país nórdico. A agência de …

China supera marca de 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 aplicadas

Quantia representa mais de um terço das doses aplicadas no mundo. Após início lento da imunização, autoridades chinesas querem vacinar completamente 40% da população até o final de junho. O número de doses de vacinas contra …

Brasileiros protestam no exterior contra Bolsonaro e gestão da epidemia

Dezenas de milhares de pessoas tomaram as ruas de várias capitais brasileiras neste sábado para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro e sua gestão da pandemia, que já deixou mais de meio milhão de …